Hiroshi Bogéa On line

Portel: Vereadores de Portel livram a cara de colega que zomba dos servidores em vídeo.

Quem informa é a jornalista Aline Brelaz  com colaboração de Charlem Sarges.

 

A Câmara de Vereadores de Portel, arquivou o pedido de instauração de processo de investigação contra o vereador Emerson Lobato  (sem partido – foto, rindo quando fazia pronunciamento de defesa), que gravou vídeo na praia do município de Porto de Moz, se gabando de ser líder da bancada governista, onde zomba de servidores e diz que sua mulher pode ficar sem trabalhar, que jamais “pegará falta porque sou líder do governo, o prefeito precisa de mim…”

Dos 15 vereadores de Portel, cinco votaram favorável à instauração do processo, sete votaram contra, dois se ausentaram  da sessão e o presidente da Câmara Municipal, Enos Perdigão não precisou votar. O voto que assegurou o arquivamento do processo foi dado pelo vereador Nizael Lobato (PSC).

Após a veiculação na mídia e nas redes sociais do vídeo bizarro, o presidente do PRTB no Pará, ex-senador Mário Couto, determinou a expulsão de Emerson Lobato do partido.

Também foram abertos inquéritos para investigar a conduta do vereador pelo Ministério Público Estadual e a Polícia Civil.

Antes do início da sessão na manhã desta quinta-feira, 28, a população ocupou a frente do prédio da Câmara Municipal de Portel. As galerias do parlamento municipal ficaram lotadas, inclusive, dos servidores da saúde municipal, exigindo melhorias na rede pública municipal de saúde e em seus salários.

A sessão ocorreu em um clima de muita tensão e na hora do pronunciamento do vereador Emerson Lobato, muitas pessoas presentes na galeria ficaram de costas para o plenário, em repúdio à postura do parlamentar.

Ele reiterou o que já havia divulgado em vídeo, que tudo não passou de uma brincadeira e que os vídeos que circularam com ele e a esposa na praia foram enviados apenas em um grupo da família, mas alguém com má-fé publicou nas redes sociais.

Populares ficam de costas durante pronunciamento de Emerson Lobato

Após o término da sessão, com a tensão fora e dentro do prédio da Câmara de Vereadores, os ânimos dos populares que aguardavam do lado de fora estavam muito exaltados. A Polícia Militar foi acionada pelo presidente da câmara para garantir a saída de Emerson Lobato e dos demais vereadores.

Apesar da segurança, algumas pessoas atiraram ovos na direção do vereador, que acabou sujo, mas conseguiu sair sob escolta.

Votaram a favor da abertura do processo de investigação contra Emerson Lobato:

Vereadores:  Walber da Paixão, Angelo Júnior, Adonis Pires,  Heron Machado Coelho e Moisés Moreira

Votaram contra: 

Vereadores Ciro Alves, Mac Lima,  Situba, Gerson Pereira, Emerson Lobato, Zildo Brasil e  Nizael Lobato

Não compareceram na sessão:

Vereadores Jorge Barbosa e Rose de Nadal

Não votou:

Enos Perdigão (Presidente da Câmara Municipal de Portel)

População foi para porta da Câmara de Vereadores aguardar resultado da sessão
Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *