Hiroshi Bogéa On line

Porque o Nelore Zucatelli é o preferido na busca pelo melhoramento genético dos rebanhos regionais

A produção de  uma marca em base genética preservada é resultado de um trabalho de 30 anos da RR Agropecuária, empresa do Grupo Zucatelli que se consolidou na Região Norte com o melhoramento da raça Nelore.

Atualmente, o chamado Nelore Zucatelli, marca que ganhou denominação de grife pelo potencial do gado colocado no mercado, é procurado não apenas na região Norte, como por criadores de outras regiões do país.

E o Nelore Zucatelli se transformou também no produto que mais atende às necessidades de pequenos, médios e grandes criadores regionais dado  as vantagens  das margens de lucros que reprodutores e  matrizes proporcionam a quem os adquire para melhorar a qualidade do rebanho.

Principalmente depois que cerca de duas dezenas de  criadores deixaram de trabalhar geneticamente o gado regional, restou praticamente apenas a RR Agropecuária investindo em tecnologia para a produção de genética.

Ou seja, o nelore Zucatelli é o mais bem avaliado produto (seja touro ou novilha)  quanto a otimização de recursos por parte de quem adquire.

 

– “Eu já tenho alguns animais da marca Nelore Zucatelli, um tipo de produto que nos dá a garantia de que não estamos fazendo desperdício e nem  aquisição de material genético de baixo nível. Os touros produzidos na RR Agropecuária nos têm ajudado demais a qualificar o nosso rebanho. Sempre que há leilões do Grupo Zucatelli faço todo um esforço para estar presente. Estou muito satisfeito com o resultado do choque genético em meus rebanhos”,  observa o criador Adilson Rocha Santos, proprietário de  fazenda em Abel Figueiredo.

Adilson é um dos criadores da região que passou a adotar a compra dos produtos Nelore Zucatelli objetivando qualificar seu rebanho.

E  não está arrependido.

 

 

– “Eu já comprei reprodutores e matrizes da RR Agropecuária, e posso dizer que foram decisões acertadas, porque estou formando um rebanho altamente qualificado que me dá retorno financeiro em tempo ágil”.

 

A economia globalizada levou a pecuária de corte brasileira a uma situação onde apenas criadores com alta produtividade permaneceriam no competitivo mercado.

Todos aqueles que não atingirem níveis adequados de qualidade e produtividade são  marginalizados do processo produtivo, podendo até ser eliminados do mesmo e sair do ramo.

Na região Sul/Sudeste do Pará os investimentos do Grupo Zucatelli em tecnologia genética ajudaram a mudar esse quadro, graças aos produtos que a RR Agropecuária tem oferecido aos criadores, ajudando a aumentar a produtividade e melhorar a qualidade dos produtos, sempre a custos minimizados.

 

– “Tempos atrás, quando eu ouvia falar de que era necessário mudar a qualidade de meu rebanho, adquirindo reprodutores e matrizes (fêmeas)  geneticamente preparados, achava que era conversa fiada. Hoje, ao observar os resultados econômicos dos produtos que estou gerando, graças  ao gado que eu comprei do Grupo Zucatelli, posso afirmar que a diferença é muito grande em relação a época em que eu não acreditava nisso”, revela  Adonizeth Dias da Silva, proprietário de fazenda na Vila Viana, município de Itupiranga.

 

O que mais impressiona nos depoimentos recolhidos pelo blogueiro é o status econômico dos entrevistados, maioria pequenos e médios criadores que hoje encontram nos produtos da RR Agropecuária geneticamente trabalhados grane parte do sucesso da qualidade de seus rebanhos.

Os depoimentos de elogios  à qualidade do gado adquirido na RR Agropecuária para qualificar  o rebanho das demais fazendas, são a comprovação de que a  seleção de animais feita pelos critérios tradicionais, através da escolha direta de animais mais produtivos, leva a ganhos genéticos muito abaixo daqueles ganhos que seriam obtidos caso os animais fossem selecionados com base nos seus valores genéticos.

E quem descobriu isso, adquirindo os produtos Nelore Zucatelli, foi o fazendeiro Cleude dos Santos Rodrigues, do município de Breu Branco, cliente da produção RR Agropecuária.

“O uso de  touros melhoradores, ou seja, aqueles que melhoram o patrimônio genético dos rebanhos é uma prática da maior importância nesse processo, desde que o criador saiba como identificá-los corretamente. Graças ao Reinaldo Zucatelli (diretor-presidente do Grupo Zucatelli) nós estamos conseguindo adquirir ótimos reprodutores e matrizes que são hoje responsáveis pela qualificação de meu rebanho”, afirma o criador.

Ao ser indagado porque alguns criadores teimam em não se utilizar de animais melhoradores em seus rebanhos, Cleude dos Santos Rodrigues responde na ponta da língua:

 

– “Porque eles não tem informação, ou porque não sabem interpretar a informação”, diz – acrescentando que aprendeu muito sobre a importância do melhoramento genético participando de leilões e de palestras de especialistas oferecidos vez por outra pelo Grupo Zucatelli.

Reinaldo Zucatelli, do alto de sua experiência de mais de 30 anos investindo em genética, explica que “é necessário que todos aqueles envolvidos no agribusiness da pecuária de corte tenham noções bastante precisas de melhoramento genético para que entendam a importância de aplicar recursos na aquisição de produtos geneticamente acabados. Nesse sentido, sempre procuramos convidar nossos amigos criadores ara os Dias de Campo que realizamos na Fazenda Sororó, levando conhecimento e esclarecimentos gerais sobre o tema”, diz Zucatelli.

 

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *