Hiroshi Bogéa On line

Polícia resgata criança em Tucumã

Passava das 23 horas de ontem, 22, quando o Diretor de Polícia do Interior, Miguel Cunha, recebeu telefonema do deputado João Salame (PPS) comunicando o sequestro de uma criança de sete anos, em Tucumã, ao mesmo tempo em que pedia apoio para tentar resgatá-la.

Por volta das 13h30 desta quarta-feira, o setor de inteligência da Polícia Civil, com apoio de policiais lotados em Tucumã, conseguiu localizar e prender dois sequestradores, em determinado ponto da zona rural daquele município, resgatando em segurança a garota, que já se encontra na casa dos familiares.

Os bandidos exigiam do pai, próspero comerciante de Tucumã, R$ 60 mil para devolver a filha.

Post de 

7 Comentários

  1. Anonymous

    24 de setembro de 2009 - 20:52 - 20:52
    Reply

    Sei que o crime está banalizado e desenfreado. Mas é interessante notar que em vésperas de eleições a incidência de alguns crimes e assaltos envolvendo vultosas somas em dinheiro são frequentes, principalmente a bancos.

    Será muita coincidência ou será que essa é uma maneira de se "levantar" dinheiro para se gastar na campanha?

  2. João Salame

    24 de setembro de 2009 - 20:10 - 20:10
    Reply

    Meu caro João Bernardo

    Obrigado pelos esclarecimentos. Com certeza a categoria pode contar comigo. Aliás, já estou atuando em defesa dos servidores da Sefa que passam pelo mesmo problema. Salário base mínimo. Não é fácil corrigir distorções acumuladas ao longo dos anos. Mas é preciso agir e não apenas ficar condenando o passado. Senão seremos o "roto" falando do "esfarrapado".

    João Salame

  3. Anonymous

    24 de setembro de 2009 - 18:19 - 18:19
    Reply

    Não Deputado, além da PEC 300, existe na sepov uma mensagem que está para chegar na alepa, nela, o executivo propõe a manutenção de 511 cargos de DAS na Polícia Civil e tenta dar aos policiais civis 50 % de gratificação de insalubridade, mas é 50 % em cima de ínfimo salário-base, não resolve o problema. Hoje, nós temos de "vantagens" 332 % em cima do básico, como o básico é muito pequeno, em termos gerais, um Delegado de Polícia em início de carreira hoje, não recebe 4.000,00 reais líquidos, um absurdo. O que a classe quer Deputado é Um salário-base digno e apenas 100 % de vantagens, como acontece na Defensoria Pública, no qual um defensor recebe em início de carreira, 10.200,00 pelo menos. Não adianta o governo dar 50 %,disso ou daquilo, somente se cria mais um pinduricalhos e nada resolve nossa situação. Contaremos com Vossa Excelência. E, obrigado Bogéa pela oportunidade.

    João bernardo

  4. Anonymous

    23 de setembro de 2009 - 22:57 - 22:57
    Reply

    Calma gente, isso é pirotecnia eleitoral… esqueceram do que acontecerá em 2010?… esse surto é passageiro.

    Será que haveria a mesma celeridade se fosse no pós-campanha?

    Não esqueçam que os políticos em vésperas de eleições procuram qualquer coisa para ficarem em evidência… faz parte do planejamento eleitoral dos mesmos.

  5. João Salame

    23 de setembro de 2009 - 22:23 - 22:23
    Reply

    Meu caro anônimo das 2:55. Sem problemas em elogiar quando é o caso. E nesse caso o elogio vale. Da mesma forma, quando é necessário criticar, criticamos. Estava em Marituba participando das comemorações do aniversário da cidade ao lado do amigo Bertoldo Couto, prefeito do município, quando recebi um telefonema do vereador Júnior Bezerra, de Tucumã, comunicando do sequestro e pedindo ajuda. Imediatamente falei com o delegado Benassuli, o delegado Miguel Cunha e o comandante da PM, coronel Dário. Tratei de comunicar também ao chefe da Casa Civil, Cláudio Puty. A polícia agiu de imediato por determinação da governadora Ana Júlia. O caso teve final feliz. Felizmente. Hoje, consegui junto ao Miguel Cunha uma viatura nova para a polícia civil de Ourilândia do Norte. Aliás, registre-se o belo trabalho que vem sendo feito pelo Miguel, sempre atento e presente no interior do Estado. Um orgulho para nós marabaenses, pois ele é filho da terra, nascido no nosso popular Cabelo Seco.
    No que se refere à remuneração dos policiais estamos apoiando a aprovação da PEC 300, que iguala a remuneração dos policiais militares de todo o País à remuneração dos policiais de Brasília. No próximo dia 5, provavelmente, a Assembléia Legislativa realiza uma Sessão Especial em apoio a PEC proposta por mim e pelo deputado Deley Santos (PV). É uma luta que abraçamos com entusiasmo. Sem condições dignas de trabalho não há como fazer um bom trabalho na área de segurança.

    João Salame

  6. Anonymous

    23 de setembro de 2009 - 18:43 - 18:43
    Reply

    Espero que o Deputado ajude a melhorar a remuneração dos Policiais, a mensagem está chegando, falta pouco, está na sepov.

  7. Anonymous

    23 de setembro de 2009 - 17:55 - 17:55
    Reply

    Agora só nos resta esperar que o Salame use a tribuna da Assembléia e as páginas do seu jornal para parabenizar a Polícia, que quase sempre só recebe críticas.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *