Hiroshi Bogéa On line

PMDB x PT: Questão de tempo

O PT de Redenção tem chance zero de apoiar a reeleição do desastrado JPC (PMDB). Em Conceição do Araguaia, o PMDB tem chance reduzidíssima de seguir com o opaco prefeito Álvaro Brito (PT). Em Xinguara, o new-petista à casa regressada Davi Passos não descarta a possibilidade de fechar aliança com os peemedebistas locais visando sua tranqüila reeleição. O mesmo não pode dizer Josenilton Ribita, em Canaã dos Carajás, onde o PT está desgastado e o PMDB acha furado entrar no barco da reeleição.
Em Nova Ipixuna, a cassação do prefeito Zezão e seu péssimo desempenho administrativo no inconcluso segundo mandato pode levar por água abaixo o sonho do PT local eleger prefeito ano que vem. As forças de oposição conservadoras se uniram num projeto de colocar qualquer um na prefeitura, menos petistas. Ali ninguém sabe como ficarão PT e PMDB na hora de decidir candidaturas.
O Jeso anunciou em seu blog existirem fortes possibilidades dos dois partidos caminharem juntos em Santarém. Uma aliança pela reeleição de Maria do Carmo giraria em torno das secretarias a serem negociadas.
Em Marabá, que deverá chegar outubro de 2008 com mais de 120 mil eleitores, o PMDB não abre mão da candidatura de Asdrúbal Bentes. O PT oferece os nomes da deputada Bernadete Caten ou de Luiz Carlos, seu marido. Nenhuma das legendas admite abrir mão do direito de disputar o pleito na cabeça de chapa.
Diante das probabilidades descritas, dificilmente PMDB e PT caminharão muito tempo juntos na coalizão formada em torno de Ana Julia. Se a chaleira de água quente não entornar muito antes da eleição, depois desta nem milagre salva essa frágil união.

Post de 

8 Comentários

  1. RONALDO GIUSTI

    4 de junho de 2007 - 18:50 - 18:50
    Reply

    Com efeito, em Marabá, o PT deve ter candidato próprio a Prefeito de Marabá. Para mim, o melhor nome é Bernadete. Nada impede que o PMDB indique o vice. Afinal, em 2004, o Partido indicou o vice e Asdrúbal.

  2. hiroshi

    30 de maio de 2007 - 12:21 - 12:21
    Reply

    João, a coluna publicará seu esclarecimento. Abs.

  3. hiroshi

    30 de maio de 2007 - 12:19 - 12:19
    Reply

    anonimo 06:45 – Realmente no post não citei o caso Parauapebas a merecer um post exclusivo, que já estou preparando. Suas colocações procedem.
    abs

  4. Anonymous

    30 de maio de 2007 - 03:31 - 3:31
    Reply

    Enquanto isso na Camara: Ferreirinha, Mamoré e Até Julia Rosa ensaiam uma oposição fortissima ao Prefeito Tião “Praça”.

    Maurino, habilidoso come por baixo e mete lenha longe dos holofotes, por exemplo ( do lado de lá)…

  5. Anonymous

    30 de maio de 2007 - 03:24 - 3:24
    Reply

    depois das denucias contra a Bernadete,a governadora está pensando apoiar o Asdrubal ou lançar o seu companheiro da DS, Ademir Martins pra disputar a prefeitura

  6. João Salame

    30 de maio de 2007 - 02:55 - 2:55
    Reply

    Meu caro Hiroshy

    Li na sua coluna do Diário do Pará desta terça-feira informação de que minha pré-candidatura a prefeito de Marabá teria sido lançada pelo ex-deputado Evaldo Bichara, na presença do suplente de senador Demétrius Ribeiro, numa reunião no Hotel Itacaiúnas, semana retrasada. Não foi bem assim.
    Era uma reunião de prestação de contas de meu mandato para lideranças que me apoiaram. Fiquei orgulhoso porque várias delas, e não apenas o Evaldo, defenderam a tese de que eu deva ser candidato a prefeito. Nada de pré-lançamento. É uma honra ser lembrado para o mais alto posto do município onde nasci.
    Mas, na minha fala, desautorizei o lançamenmto ou pré-lançamento. Porque a reunião não tinha esse objetivo e porque não estou convencido de que deva ser candidato a prefeito.
    Gosto de fazer política coletivamente. E qualquer decisão nesse sentido só tomarei ouvindo um número bastante amplo de lideranças. Que decidirão comigo. Começei agora na vida de homem público com mandato. Quero ser um bom deputado. O futuro, a Deus pertence. 2008, para mim, ainda está muito distante. E aprendi que a briga de segunda não se briga no domingo. Portanto, paciência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Gostaria, portanto, que você retificasse a notícia em sua muito lida coluna do Diário.
    Abraços do amigo,

    João Salame

  7. Anonymous

    29 de maio de 2007 - 21:45 - 21:45
    Reply

    Nesta postagem não foi citado o prefeito de Parauapebas, DL, que, como todos são sabedores, naquele município o PT e PMDB não se cheiram, possivelmente, também haverá uma grande disputa para levar a próxima eleição, levando em consideração que o Darci está bem desgasatado e com difícil chance de se reeleger. Isso quem informa é a imprensa daquele município, apontado pela população.

  8. Anonymous

    29 de maio de 2007 - 20:47 - 20:47
    Reply

    É… depois que o Tião Miranda descobriu o vereador Maurino Magalhães por traz de toda a mobilização dos servidores públicos de Masrabá , inclusive financiando faixas e tudo mais, pode ter se convencido a apoiar Asdrubal ou um nome novo como diz querer. Entre quatro paredes, o que ele expressa é que o plano 1 é lançar um nome novo com chance em potencial de crescimento. O plano 2 é Asdrubal Bentes , caso entenda ser o única alternativa capaz de derrotar o pópulista Maurino.Tem muita água pra rolar em baixo da ponte.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *