Hiroshi Bogéa On line

Pelo controle da Emater

 

Não é menos intensa a disputa pela ocupação de cargos da Emater, no Sudeste.

Em Marabá, a substituição da extensionista social Maria de Fátima Monteiro Sousa, da coordenação do Escritório Local de Marabá pela agrônoma Lélia Jorge Barbosa, está gerando todo tipo de discussão. Leila Jorge é  indicação pessoal do Diretor Técnico Humberto Balbi Reale Júnior.

Fátima estaria contando com apoio do federal Wandenkolk Gonçalves (PSDB) e do  estadual Tião Miranda (PTB). Muito querida e respeitada pelos agricultores  e técnicos, ela exercia o cargo desde 2004.

Para a UDM (Unidade Didática de Marabá),  Tião Miranda está indicando o paisagista João Ancelmo, enquanto o supervisor Walter Ferreira tenta emplacar o agrônomo Genival Reis.

Para  Supervisor-Adjunto,  Wandenkolk  está indicando o técnico em agropecuária França, proveniente de Itupiranga.

Em  Domingos do Araguaia, a  supervisão regional pediu o cargo do pedagogo Damião Santos, alegando questões de vinculação política com o Partido dos Trabalhadores. Ele seria substituído pelo  agrônomo Roque Flor.

Mas, o vereador Luiz Alves dos Reis “Paixão” está articulando junto ao estadual Tião Miranda (PTB) a permanência de Damião, com apoio do prefeito Jaime Modesto.

 Em São João do Araguaia até o ex-prefeito Marisvaldo Campos faz suas sondagens para tentar emplacar  a técnica em agropecuária Raimunda Maria, em substituição de Paulo César (ligado ao PT), na Emater.

Post de 

19 Comentários

  1. feio

    28 de junho de 2011 - 16:44 - 16:44
    Reply

    é muita coisa errada.

  2. Anônimo / Regional das Ilhas

    3 de maio de 2011 - 13:56 - 13:56
    Reply

    Hiroshi, na verdade a situação é que os extensionistas da EMATER estão sendo envenenados pelos representantes políticos (cabos eleitorais e/ou puxa sacos) da região.
    Na EMATER como em qualquer outro órgão existem excelentes e péssimos técnicos. Acontece que a força da política acabam dando uma imagem boa para o mau funcionário e a ruim para o bom profissional. Só para você ter uma ideia da coisa, ninguém comenta as chefias de escritórios em munícipios com pouca importância para os deputados que estão comandando a EMATER nesse novo governo como, por exemplo: Abel Figueiredo, Bom Jesus, Brejo, Palestina e outros. Lembro que antes nem se falava em São João do Araguaia e Itupiranga. Antes de ser extensionista cheguei a pensar que não havia escritório da EMATER nesses municípios.
    Muitos desses comentários acima são de pessoas que tem o rabo preso e outras podemos dizer que são realmente verdadeiras, mas nada justifica os ataques e uso de nomes sem autorização para postarem comentários. Estou muito triste com a situação que nossa querida EMATER está passando. Cada dia e cada ano a política penetra mais em nossos trabalhos de campo. Acho que temos que dá um basta nessa situação. Sei que parece impossível. Tenho certeza que juntos podemos mudar a situação. Por que todo ano temos que ser regido por um deputado? Já não tá na hora de haver uma seleção interna através de um concurso para assumir nossos regionais e locais? E o estatuto da empresa como fica? Não podemos mudar o estatuto novamente? Por que nomear tantos assessores? Por que nomear técnicos que JÁ foram chefes em outros governos e não produziram nada? Por que os funcionários aposentados continuam na empresa tirando a vaga de novos profissionais que poderiam tá ingressando para melhorar e inovar o trabalho da EMATER? Por que o governo não demite funcionários que usam a empresa para benefícios próprios e da sua família? Não entendo! Não entendo! Não entendo!!!! Meu deus!
    Meus caros amigos ematerianos. O governo passa e a gente fica. Precisamos nos unir para dá um basta nisso. E nem bem o ano começa, o Lira Maia e o Wandenkilk já começam a mandar cartinha para os funcionários, mas lembrem-se esses são os mesmo que persegue certos colegas dentro da empresa usando os seus capatazes. E se vierem outros partidos para o poder a coisa não vai ser diferente.
    Quem concorda pode postar comentários logo abaixo do meu. Esse blog (Hiroshi Bogea) é muito acessado e pode nos ajudar a conquistar a união dos extensionistas da EMATER.
    Muito Obrigado pela atenção.
    Hiroshi, por favor, aceita este comentário. Posso até dizer que é de utilidade pública. Não estou atacando ninguém, só quero a união da minha empresa.

  3. EXTENSIONISTA EMATER - PA

    20 de abril de 2011 - 12:11 - 12:11
    Reply

    Bom dia a todos!

    Prezado hiroshi isso que está acontecendo na emater pará é meio que um processo natural, pois a politica sempre mandou em tudo, vivemos ela, mesmo que não seja partidária. Mais antes de tudo é preciso respeitar as pessoas, dialogar com as mesmas, ou seja ser mais claro, e isso o zuca fazia bem, dialogava e respeitava a hierarquia. Hoje, falando do regional marabá este diálogo não está acontecendo pois algumas portarias estão saindo, e até mesmo o supervisor não tem conhecimento. isto é triste!!! mais é um dia atrás do outro

  4. Nadson Oliveira

    18 de abril de 2011 - 12:54 - 12:54
    Reply

    Olá Hiroshi,
    Gostaria de informar a você e a todos os leitores desse blog, que infelizmente alguém sem coragem e caráter usou o meu nome em um comentário acima, onde menciona a pessoa do Sr. Francisco (França). Quero deixar bem claro que não opinei nada sobre esse assunto que trata da supervisão e do cargo de adjunto na EMATER REGIONAL de Marabá, e também do escritório Local de Marabá. Portanto, como funcionário dessa Empresa também não concordo com nomeações de “técnicos” que respondem por algo que aprontaram em seus postos de trabalhos (esloc). Trabalho nessa Empresa Pública há 5 (cinco) anos, sendo 12 meses no governo anterior do Jatene e o restante no Governo de Ana Júlia e sempre desenvolvi minhas atividades de campo e de escritório com afinco e respeito ao nosso público, que são os agricultores familiares e pescadores artesanais. Todos sabem em Marabá e região que eu fui o profissional mais perseguido dentro dessa empresa e também o que mais desenvolveu trabalhos com sua equipe no Regional de Marabá. Mas tenho certeza, assim como todos os agricultores e políticos daquele município tem, que essa perseguição foi pelo excelente trabalho e amizade que fiz naquela cidade junto com os técnicos (Davi, Wilter, Fabio, Urano, Gesi, Adelino, William e às vezes o próprio Walter) que me ajudaram nessa árdua experiência. Quanto ao Sr. Francisco (França) e a Sra. Fátima (Fatinha) não vou e nem preciso fazer comentários sobre os mesmos: Aí em Marabá e Itupiranga todos conhecem essas peças. Aproveito o embalo para dizer a todos os profissionais de fato da empresa (EMATER MARABÁ) que sinto muita falta dessa região e logo estarei aí para visita-los e desejo sucesso a todos em seus trabalhos de campo. Ao prefeito (Benjamim) e vice-prefeito (Milesi) de Itupiranga que sempre acreditaram e confiaram no meu trabalho, muito obrigado!

  5. Donner

    24 de março de 2011 - 13:29 - 13:29
    Reply

    Caro amigo Hiroshi,
    Venho através deste solicitar a retirada do comentário em que foi publicado usando meu nome. Quero deixar claro que não opinei nada sobre esse assunto. Sei que vivemos em País democrático e que todos tem direito a opinar e ter sua posição respeitada. Porém desaprovo quando pessoas não tem coragem de aparecer usarem de forma ílicita nomes de pessoas na internet para denegrir imagem de quem quer que seja. Por isso, quero pedir desculpa pelo comentário utilizado nesse espaço e dizer a meu amigo França que não fui o autor dessa acusação e nem comungo da idèia de que você vai persegui A ou B pelo fato de serem do Partido A ou B.
    Obs: E da próxima vez escrevam meu nome correto Donner.
    Hiroshi, publique isso por favor e lhe peço se vier comentários em meu nome só aceite se vier através do email que eu enviei. Abraços e obrigado.

  6. Anonimo.

    23 de março de 2011 - 22:23 - 22:23
    Reply

    Leal o Tião gamhou o jogo sem camisa, mais sabemdo tocar a bola. emtre ele , e sua torcida.

  7. leal

    23 de março de 2011 - 20:55 - 20:55
    Reply

    para quem esta pleiteando voltar a prefeitura ta na hora do dep. tiao comecar a mostrar servico ,ou o nobre deputado se elegeu so para brigar por cargos dos apadrinhados, vamos justificar os mas de trinta mil votos que o senhor recebeu o povo esta vigilante .(so camisa nao ganha jogo)leal

  8. Anônimo

    23 de março de 2011 - 20:54 - 20:54
    Reply

    todos esses cometários são lamentáveis. A EMATER é uma empresa pública e com muitas tarefas a realizar. trocas de cargos e disputas fazem parte do processo democrático. A maioria dos profissionais da emater seguem batalhando para atender as famílias e pouco se importam com tantas considerações inúteis. É lamentável que se esponha com tanta indelicadeza e falta de bom senso uma instituição.

  9. afsimões

    23 de março de 2011 - 20:54 - 20:54
    Reply

    parceiro, essa empresa necessita de uma bela auditagem, de uma bela limpeza. muito lixo pra ser varrido, muita sujeira. gente boa, qualificada, misturada com gentinha, réles mesmo…
    hiroshi, o negócio, dizem, fede a beça…
    grande abraço, grande blog…

  10. Antonio Carlos

    23 de março de 2011 - 19:58 - 19:58
    Reply

    Ei Hiroshi, o que mais me impressiona é que parece que todo mundo aí vive no mundo de Alice… Parece que a política só agora (e não sempre) interfere nos órgãos governamentais. Faça chuva ou faça sol, estamos sempre sendo manipulados por eles, os políticos e, quanto menor o município, mais importância eles ganham e mais influência eles destilam…
    Mas tudo bem, tem gente aí que está muito mais preocupada em defender uns e outros do que procurar analisar como as coisas acontecem e aconteceram.
    É muito claro quem tem padrinho vai usá-lo sem dúvida, afinal para que eles servem mesmo, não é pra isso?
    O que realmente me chateia é a falta de consideração e de respeito para com os funcionários mais antigos da Emater e de como as coisas são covardemente feitas… Chego até a pensar que apesar de tudo, o governo do PT foi melhor, por incrível que pareça.
    Acredito que os mais velhos merecem respeito e consideração, além de que deveriam ser tratados com lealdade. Pelo menos foi isso que meus Pais me ensinaram… Agora, se falando isso eu estou errado, problema meu!
    O que importa não é “o que foi feito” e sim “como foi feito”.

  11. Pedro Afonso

    23 de março de 2011 - 18:21 - 18:21
    Reply

    Hiroshi,
    Esse tal de Humberto Reale é forte mesmo hein???
    Pelo jeito, manda mais que um Deputado Federal (Wandenkolk) e um Estadual (Tião) juntos…
    Ou ele manda mesmo muito ou os nossos Deputados não estão mandando é nada…

  12. Hiroshi Bogéa

    23 de março de 2011 - 16:52 - 16:52
    Reply

    Comentarista autodenominado “Vergonha”, favor, redija seu comentário usando letras normais. Não publicamos texto todo em caixa alta (letras maiúsculas). Refaça que será moderado. Agradecemos.

  13. Dana Scully

    23 de março de 2011 - 16:14 - 16:14
    Reply

    É muito triste esse tipo de posicionamento de alguns colegas ematerianos. Nesta nova gestão a opção é: ou trabalha ou pede pra sair.
    Caros colegas com a mudança de governo todos os cargos necessitam ficar a disposição, portanto é necessária a troca de seus coordenadores locais para dar mais agilidade nas atividades, assim como uma cara nova a estes esloc, pois é verídico que na gestão anterior a maioria dos Esloc em sua figura coordenador local de fato não realizavam suas atividades a contento e simplismente não davam satisfação e logo o município estava sendo prejudicado pela ausência de compromisso deste técnico. Quantos REAIS não foram desviados para outras atividades que todos nós sabemos “campanha política ou até mesmo interesses pessoais”, logo o caixa dos esloc sempre estão no vermelho. Portanto meus caros a hora é de trabalho sério e sem politicagem, vamos parar com essa genética petista de só querer o poder e aparecer com pouca produção de trabalho de fato.

  14. nadson

    23 de março de 2011 - 14:53 - 14:53
    Reply

    o frança possui acumulo de cargo publico, excesso de atestados médicos, brigas a socos na rua em itupiranga, perseguições e práticas de humilhação a pessoas, seria péssimo para emater e para os políticos que o indicam, hiroshi faça uma investigação sobre ele e verá que mal carater ele é.

  15. raul

    23 de março de 2011 - 14:47 - 14:47
    Reply

    se é pra botar pra fora os podres ai vai: zuca(ex-presidente) sabendo que viria pra marabá, arrumou uma transferência para esposa que é funcionária da emater para marabá e a mesma não aparece no regional a mais de 2 meses e até hoje não foi mandada embora por abandono e está só recebendo, dizem que zuca teria feito acordo pesoalmente com walter, policia federal neles vamos moralizar o serviço publico

  16. tião

    23 de março de 2011 - 14:42 - 14:42
    Reply

    não entendo na gestão do pt frança vivia de atestado médico alegando que possui sindrome do pânico, agora pra ser chefe ele se curou, ou não queria trabalhar mesmo e fora isso elé é tecnico e não pode assumir além de ser uma pessoa extremamente perseguidora

  17. ribeiro

    23 de março de 2011 - 14:36 - 14:36
    Reply

    hiroshi como podemos solicitar que o ministério publico verifique essa pratica de politicagem, pois o regimento interno da emater prevê que os cargos de chefia deverão ser ocupados por profissionais de nivel superior de preferência agronomos e por politicagem estão sendo nomeados técnicos a torto e direito e com certeza isto é crime.
    quanto a fatima chefia não é pra sempre tava na hora dela largar ela não entende nada de agricultura, o que acontece é que ela está endividada e não quer largar o recurso do esloc

  18. MARCO

    23 de março de 2011 - 14:27 - 14:27
    Reply

    caro fatima é péssima profisional, falsa e fica só passando a mão na cabeça dos outros e não produz nada é o esloc com mais recurso e com menos ação, lélia é mt mais competente, rigorosa e com certeza vai trabalhar mais quanto a damião ele quer ser candidato a vereador em são domingos com apoio de beto faro e milton porém dizem que elé pratica muita pedofilia no municipio. de fato o que vem acontecendo a anos na emater é pratica de política partidária com perseguições desvios de trabalhos e recursos para campanhas políticas e não há valorização dos bons profissionais e ninguém faz nada é melhor a empresa fechar.

  19. Adir Castro

    23 de março de 2011 - 12:17 - 12:17
    Reply

    Se esses senhores brigassem assim por melhorias na saúde, educação, segurança, transporte, estradas nessa região da mesma forma e com o empenho que brigam para alocar seus afilhados, essa região seria um paraíso.

    Temos que refletir bastante no dia em que formos até a urna depositar nosso voto. É para isso e somente isso que esses senhores pedem nosso voto.

    Quando vamos aprender?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *