Hiroshi Bogéa On line

Pedro Correa articula com demais vereadores execução do Hino de Marabá na abertura das sessões

Taí uma sacada mais do que elogiável.

O presidente da Câmara de Marabá, Pedro Corrêa (foto), defende a instituição da execução do Hino do Município de  Marabá, antes das sessões do poder legislativo.

Na visão de Pedro, “Marabá vive um momento de reencontro com sua auto-estima, a cidade respirando Esperança  de dias melhores, então é importante a gente valorizar nossas próprias raízes, e o Hino de uma cidade, do Estado e de um País representa tudo isso”.

Pedro Correa entende que a decisão do Legislativo instituir a medida precisa passar pela avaliação de todos os colegas da Casa, “razão maior de ainda não ter proposto  a apresentação de um Projeto de  Resolução oficializando a obrigatoriedade de  execução do Hino Municipal”, diz.

O presidente da Câmara explica  explana ainda sobre a  importância dos símbolos da cidade, “reforçando valores de cidadania na formação de crianças e jovens, além de ser elemento fundamental na expressão do sentimento patriótico de cada cidadão”.

Pedro Correa lembra também que “o Hino de Marabá é um dos mais bem construídos musicalmente falando, conforme informações que recebi de quem entendem do assunto, composto por duas pessoas que amavam ardorosamente nossa terra:  Pedro Valle, letrista; e o professor Moisés da Providência Araújo, que musicalizou os belos versos e foi um dos músicos mais ligados com o Município, formador de muitos talentos musicais e inspirador de nossa  Escola de Música da Casa da Cultura”.

O presidente da Câmara Municipal, que tem uma ligação muito forte com a música já que foi dono de uma banda musical de muito sucesso da região,  faz questão de defender sua proposta lembrando que “o hino de um Município é também símbolo da Pátria, representa o povo e valorizá-lo nada mais é do que a obrigação de pessoas que têm responsabilidade com o futuro de nossos jovens e da nossa comunidade”.

Outra observação de Pedro Correa,caso os vereadores venham aprovar Projeto de Resolução instituindo a execução do Hino do Município de Marabá, é que essa medida “incentiva a comunidade a  entender a letra do nosso Hino e a sua  importância como  símbolo da História municipal, facilitando, com o passar do tempo, o entendimento de sua  interpretação e conscientização acerca de nossos valores”.

Pedro Correa diz que nos próximos dias terá reuniões importantes com os colegas parlamentares para definir de vez a proposta.

—————-

Nota do Blog: abaixo, a letra do Hino de Marabá. Amanhã, o blog publicará a música.

 

I

Deslumbrante é o marulhar do Tocantins
No soberbo e majestoso curso de beleza
Que as vistas cobiçosas do mundo desconhecem
Pois Deus o fez assim disfarçado em singeleza.

És cidade relicária graciosa
Imponente na história que palpita
Nos corações de teus filhos
Que cantam sem cessar
MARABÁ! MARABÁ! Terra Bendita.

II

Deu-nos berço de bonança e de alegria
Por ter vivido aqui os nossos velhos ancestrais
Deu enfim ao seu povo a terra hospitaleira
Com os lauréis da glória – os vastos castanhais

III

Como precioso presente imerso ao leito
Várias blendas como prêmio deu a natureza
Deu-lhe o Ouro, o Cristal, em profusão o Diamante
Na mais pura e vicejante seara de riqueza.

 

 

Post de 

1 Comentário

  1. João Dias

    17 de maio de 2019 - 11:13 - 11:13
    Reply

    CANTAR O HINO NATURAL, HASTEAR A BANDEIRA.

    Louvável a iniciativa.
    Estreita, fortalece laços com o berço. É uma espécia de retrato dos valores e riquezas ambientais. Expressa tradições e virtudes do povo, dignifica a identidade dos naturais.

    Em cada verso, PEDRO VALE, é um de nós.

    “…Que as vistas cobiçosas do mundo desconhecem
    Pois Deus o fez assim disfarçado em singeleza…”

    João Dias
    (Natural de Marabá, Cabelo Seco).

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *