Hiroshi Bogéa On line

Passarela para pedreste é liberada para comunidade

 

 

Já está liberada a passarela para travessia de pedestres, construída pela Vale, no km 729 da Estrada de Ferro Carajás (EFC), área urbana de Marabá,  que vai atender os moradores da comunidade Nossa Senhora Aparecida. A passarela foi erguida em estrutura metálica, toda rampeada, com aproximadamente 8,50 m de altura e projetada dentro das normas de acessibilidade, com largura e inclinação necessárias para atender pessoas com dificuldades de locomoção, inclusive cadeirantes.

Com a liberação da passarela de pedestre, a passagem em nível (PN), localizada no km 729, será desativada e uma nova travessia foi construída, a 400 metros da anterior, liberada para o trânsito de carros, motos e bicicletas.

Para garantir a circulação segura no local, toda a área está sinalizada além de equipes de profissionais da Vale e da empresa contratada estarão disponíveis no local para orientar pedestres e condutores de veículos sobre as mudanças no trânsito. A passarela e o muro de proteção, cuja obra está andamento, fazem parte dos de investimentos da Vale na EFC, que visam garantir a segurança da comunidade e da operação ferrovia para inicio das obras de expansão da ferrovia em Marabá.

Com a liberação da passarela e a instalação de um desvio ao lado da linha férrea principal da EFC, na altura do km 729, que também acontece nesta quarta-feira, não haverá necessidade de interrupção do tráfego dos trens de passageiro e de carga, enquanto são feitas as obras de escavações sob a ferrovia para construção do túnel no km 729. A previsão de conclusão desta obra, prevista para começar na próxima segunda-feira, 23, é de aproximadamente 180 dias.

Em Marabá, além da passarela e do muro de proteção, que está em andamento, estão previstos também dois viadutos a serem construídos no km 722 e km 731 para atender respectivamente as comunidades dos bairros São Félix, KM 7 e Araguaia. Estas obras aguardam a liberação do Órgão ambiental para inicio da sua construção.

 

Com informação de Carmem Oliveira

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *