Hiroshi Bogéa On line

O tamanho da dignidade

 

A dimensão de um homem

 

                     – Eduardo Guimarães, do Blog Cidadania

 

Luiz Inácio Lula da Silva não é um santo. Tampouco é um demônio. É só um homem como eu ou você. Mortal. Falível. Imperfeito. E assim, como qualquer ser humano, atravessa a vida lutando contra o lado obscuro da alma – infestado por ódio, cobiça, medo, rancor, ciúme e tantos outros sentimentos vis.

Todavia, um homem é o que faz de si. Escolhemos o que seremos e nos tornamos prisioneiros ou detentores dessa escolha. Lula decidiu ser detentor de suas escolhas de vida. E quando nossas escolhas nos permitem realizar obras, colhemos os frutos. E quem os dá a nós são os outros, de uma forma ou de outra.

Um comerciante bem sucedido é conhecido por honrar dívidas, praticar preço justo e oferecer produto que valha o preço que cobra. Um bom médico atrai a confiança e o respeito de pacientes e da comunidade científica. Com um político não é diferente.

Lula entregou o que prometeu. Quando chegou ao poder, o Brasil era muito pior do que é hoje. Poucos cometeriam o desatino de negá-lo. O máximo que conseguem é atribuir os êxitos da era Lula a outro que não ao próprio, ainda que os fracassos lhe sejam integralmente atribuídos.

Mas um homem que opta por trilhar o caminho do bom comerciante ou do bom médico, que é também o do bom político, vai deixando amigos, respeito e afeição pelo caminho. É o caso de Lula.

Há dois ou três dias, nas primeiras páginas de todos os jornais estava sendo tratado como criminoso condenado. Reapareceu na França, sorridente, sendo homenageado por toda a Europa, discutindo questões globais de igual para igual com líderes das maiores potências.

Ao mesmo tempo, levantou-se, na sociedade, um clamor de protesto contra a forma como está sendo tratado um homem que, diante do mundo, conserva a dimensão de um estadista, sendo alvo dos ataques apenas de políticos fracassados e empresários de mídia amigos deles.

Até o carrasco de correligionários de Lula, o ministro Joaquim Barbosa, declarou seu respeito por ele. Entre o povo brasileiro, Lula ainda é o mesmo que deixou o Palácio do Planalto em seus braços em 1º de janeiro de 2011, aos oitenta por cento de aprovação.

Mas até isso seus inimigos negam. Colunistas da grande mídia falam sobre a desmoralização que estaria sofrendo ao ser acusado por um criminoso condenado em um processo em que até tentaram envolvê-lo, mas que já termina sem que nada tenha sido apurado contra si.

Assim, inimigos assumidos e enrustidos querem outro processo contra Lula. E, imprudentemente confiantes, reconhecem – em colunas, editoriais e até em reportagens – que a finalidade é impedir que ele chegue a 2014 em condições de disputar qualquer cargo ou de influir em favor de qualquer candidato.

Se pesquisas que a direita midiática fará mais adiante apontarem qualquer êxito do massacre acusatório – o que ela espera que aconteça assim que a marionete que comanda a Procuradoria Geral da República cumprir seu script e acusar Lula –, aí será a vez de Dilma.

Contudo, só o que se enxerga, até aqui, é que o conjunto de forças que está se erguendo em favor do ex-presidente comprova como é sábio a gente semear o bem, a verdade e a justiça.

Em algum momento da vida todos precisaremos de solidariedade. Ninguém consegue receber tanta solidariedade quanto Lula está recebendo se for um canalha. E quando um canalha se enfraquece, todos lhe viram as costas. A dimensão de Lula foi ele quem construiu, e agora a estamos vendo. E aprendendo.

Post de 

6 Comentários

  1. Luiz Agostinho de Paula da Luz

    17 de dezembro de 2012 - 18:46 - 18:46
    Reply

    Com todo o respeito, não me surpreendo com essa defesa deslavada porque considero também que toda unanimidade é deveras burra. Sempre existirão os prós e os contras. Particularmente não tenho nada contra Luis Inácio, só não tenho nada a favor. Não votei nele e me considero livre dessa culpa. Afinal, estamos em um país livre é todas as opiniões devem ser divulgadas. Quanto aos políticos fracassados que detestam Lula, acredito que Lula fracassou muitas vezes antes de conseguir enganar todo mundo. Quanto ao respeito do Ministro Joaquim Barbosa pelo dito cujo, observem que se deve simplesmente pelo fato de ambos ter emergido de adversidades e da pobreza. Porem o Ministro conseguiu tornar-se um cidadão probo, estudioso, trabalhador e determinado. Fato esse que Lula só conseguiu ser o ultimo. No seu governo, foi vítima da invasão de correligionários desonestos, inclusive de seu próprio filho um mero funcionário de zoológico que hoje responde por uma das maiores fortunas do país, adquirida da noite para o dia.
    Apenas não me considero um brasileiro comum, uma pessoa qualquer que na primeira oportunidade passa a roubar, enganar e corromper, como se essa fosse à prerrogativa de quem afinal conseguir chegar ao poder. Se o autor do texto desconhece, saiba que honestidade ainda existe. Coisa rara e incompreensível para pessoas como Luta, mas ainda existe. Para finalizar é interessante o fato de que a mãe sempre ama o filho delinquente, ladrão, viciado e estuprador. Amor de mãe não corresponde a nenhuma lógica, tão quanto o amor comum que praticamente todos já exercitaram. Portanto não me foge a sensação de que o ex-presidente é sim o ator principal de uma ópera bufa e somos suas vítimas queiramos ou não. Nosso baiano cabeçudo Rui Barbosa, sem qualquer pretensão de ser Nostradamus, já havia previsto isso. Um dia teríamos vergonha de sermos honestos. Acredito que quem defende Luta não terá nem de longe esse sintoma.
    Guto de Paula

  2. Hilton

    15 de dezembro de 2012 - 11:42 - 11:42
    Reply

    Vixi, mexeu com os petralhas as viuvas se exaltam.Adoram defender propineiros , vão falar com a Rose 2a Dama da Nação e pecam pra ela lhes contar as tramóias do molusco.

  3. anonimo

    14 de dezembro de 2012 - 21:16 - 21:16
    Reply

    Hilton procure se olhar no espelho antes de atingir o nosso presidente Lula.
    Acredito que voce não vera nada de bom.

  4. marcos aurelio

    14 de dezembro de 2012 - 20:27 - 20:27
    Reply

    ao amigo hilton deveria lavar sua boca cheia de cáries antes de falar do LULA.

  5. Bom senso

    14 de dezembro de 2012 - 16:37 - 16:37
    Reply

    hiroshi acredito na honestidade do Lula, apenas sinto que seu governo foi invadido de parasitas atrapalhando seus objetivos de radicalizar a mizeria as injusticas. por ele ser um homem de instruncao menos favorecidos achei que o mesmo conseguiu o que muitos de instrucao superior nem aproximou, a exemplo de FHC que se ficasse mais na presidencia tinha privatizado o brasil inteiro. tantos creditos o presidente Lula viabilizou mais parasitas estavam la pra se apossar indevidamente, quantos sem terras ganhou seu pedacinho de terra e ja vendeu pra invadir outra fazenda, quantos sem tetos venderam suas casas pra invadir uma propriedade, e tantas outras coisas que so Deus da conta. Por falar em Deus somente Ele da jeito na Humanidade por que nem Jesus agradou a todos.

  6. Hilton

    14 de dezembro de 2012 - 15:00 - 15:00
    Reply

    Defender o safado do lula missão difícil e pouco nobre amigo hiroshi

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *