Hiroshi Bogéa On line

Novo prefeito demite e faz fusões

 

 

Prefeito recém empossado Nagib Mutran já promoveu algumas demissões,  na prefeitura de Marabá.

Exonerou Nilson Piedade da Secretaria Municipal de Saúde, nomeando em seu lugar o farmacêutico/bioquímico Paulo Geraldo de Souza;  Demitiu o David Aguiar, então  Secretário de Gestão Fazendária, retornando a titularidade ao economista Karam El Hajjar, que também continua administrando o Ipasemar – Instituo de Previdência dos Servidores Municipais de Marabá.

Nagib anunciou, ainda, a fusão das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, exonerando os respectivos secretários interinos (Maria do Carmo Silva e Antônio Karth), e,  ato contínuo, substituindo-os por Dacivan Ramos, então chefe de Gabinete da Prefeitura de Marabá.

Acerca da folha de pagamento e outros benefícios do servidor público municipal, Mutran  anunciou priorizar a remuneração prestes a vencer, o Vale Transporte, encargos sociais em atraso com o Governo Federal e o 13º salário, integral, considerando que a Prefeitura não antecipou, este ano, metade do benefício como de costume.

Também com objetivo de conter despesas, o atual gestor ainda referiu-se à fusão de outras secretarias, considerando a afinidade de tarefas por elas executadas na área social.

—————————

 

Atualização às 15:57

 

162 demissões  de cargos comissionados – os famosos DAS  -, foram assinadas, até agora, pelo novo prefeito.

Agora à tarde, chegou ao gabinete do prefeito uma lista com mais 500 nomes de pessoas ocupando cargos de assessoria. Pelos levantamento iniciais, é provável que os cargos comissionados ultrapassem 800 pessoas beneficiadas com nomeações do gabinete e de outros órgãos.

Foi anunciada outra leva de demissões de secretários:

Lúcia Mendes, da secretaria de Assuntos Comunitários);  Luana Bastos (Sine); Vera Cruz (DMTU); Vanusa Barbosa (Turismo); Débora Alves de Andrade ( Secretaria de Segurança); Disney (Adjunto da Sec. Educação), além de sete pessoas que ocupavam  cargos numa denominada Secretaria Executiva de Brasília, todas residentes na capital federal.

Gerentes de bancos que operam contas da Prefeitura de Marabá confirmaram ao blog a suspensão de  pagamento de qualquer cheque do poder público, conforme ofícios assinados por  Nagib Mutran.

Na secretaria de Finanças, nenhuma operação está sendo feita.

O fechamento temporário do órgão continuará até a conclusão de levantamentos contábeis que estão sendo feitos desde o início da manhã desta quarta-feira, 31.

Post de 

30 Comentários

  1. silva

    7 de novembro de 2012 - 13:22 - 13:22
    Reply

    Caro amigo Hiroshi sou marabaense e amo muito minha cidade,desejo muito que minha cidade seja administrada por pessoas honestas pra que deixe a cidade pra que todo marabaense possa dizer”minha cidade é maravilhosa”,mas nos ultimos anos só vemos corruptos tanto vereadores como prefeito e seus alidos,gostaira muito que a população marabaense se interessasse pelo andamento politico de nossa cidade e se manifestasse a cada situação como esta que estamos passando,vamos cortar o mal pela raiz se manifestando nas ruas de nossa cidade.Acorda marabaense o dinheiro que ta sendo gasto é seu,pra depois não reclamar mos pela decisão que fizemos em votar em pessoas corruptas.Se fizer mos isto nossa cidade vai mudar,se for necessário vamos radicalizar pra que nossa cidade,nosso dinheiro e nosso futuros sejam roubados.

  2. silva

    7 de novembro de 2012 - 12:57 - 12:57
    Reply

    Gostaria caro hiroshi que todas as mensagens que lhe fossem enviada para seu blog fossem divulgadas para que todos pudessem ler e ver a indignação do povo de Marabá quantos aos politicos e outras situações de corrupção,não quero entender meu caro que vc queira esconder algo pra população.

    • Hiroshi Bogéa

      7 de novembro de 2012 - 13:06 - 13:06
      Reply

      Silva, não é bem assim você querer que todas as mensagens sejam publicadas. O blog tem regras e também não foi criado como espaço para o manuseio de interesses de terceiros, com citação de nomes de forma pejorativa. Bem entendido?

  3. silva

    6 de novembro de 2012 - 14:26 - 14:26
    Reply

    Eí curioso também quero ver essa lista se não vai ser uma fachada,vc lembra quando o nagib foi prefeito o mesmo foi cassado pelo os mesmo motivo que o atual foi,saimos da boca do lobo pra cair na boca do jacaré é por isso que marabá não vai pra frente com gente dessa especie,Hiroshi sou um grande admirador seu em deixar que muitas pessoas divulguem suas opniões e vc continuem assim.

  4. Curioso

    5 de novembro de 2012 - 17:01 - 17:01
    Reply

    Eu quero ver é essa lista de exonerações pra depois poder conferir se esses que estão sendo demitidos agora não vão ser admitidos pouco tempo depois como o maurino fez no ano passado, quando exonerou 300 e depois recontratou quase todo mundo.

  5. por verdade

    5 de novembro de 2012 - 11:20 - 11:20
    Reply

    Acho que todas essas medidas fazem parte de uma grande combinação. A maioria dssas pessoas foram contratadas pelo muncipio a pedido de vereadores, muitos dos quais se reelegeram com a colaboração dos memos, por causa do efeito “multiplicador”. Mas esses vereadores bonzinhos que ajudam dando “emprego” sabiam que depois das eleições teriam que ser tomadas medidas para diminuição de gastos do municipio. Medidas estas que nao poderiam ser tomadas pelo prefeito tendo em vista que isso desgastaria mais ainda a sua imagem. Assim o presidente da camara assume a prefeitura, toma as medidas que tem que ser tomadas (demissoes…), preserva a imagem do prefeito e ainda sai como corajoso salvador da patria. Quem sabe é até eleito para prefeito nas proximas eleiçoes. Enredinho para gente acefala!

  6. fran

    4 de novembro de 2012 - 22:56 - 22:56
    Reply

    Gilsim, acompanhei sua votação, e pude perceber o quanto e injusta as regras vigente pois, a sua votação em outra legenda partidaria lhe elegeria. Agora, a sua articulação não funcionou, porisso levou mais uma pancada. Voce, não tem mais o direito de errar na proxima, senão vai aconter com vc, o mesmo que aconteceu com um eterno candidato e que nunca chegou, o Sr. João Brasil Filho.

  7. Claudenor Peixoto

    4 de novembro de 2012 - 21:59 - 21:59
    Reply

    Parem com esse papo ai de números de vereadores. O que realmente importa é que se for pra ter 20, 20 ou 30 que fossem pessoas decentes, que compram as pessoas por R$ 50 ou R$ 100,00. Isso sim é uma vergonha pra quem pratica tal ato. Nosso povo precisa é de educação pra aprender a votar e escolher. Que se fora pra ter 21 que sejam 21 vereadores decentes que queiram somar, ajudar e fazer uma Marabá melhor. Agora se for ter 21 que querem tirar o dinheiro investido na compra do voto meu amigo, ai fica dificil. Mas o povo tem o que merece. Ainda vai demorar muito a transformação de nossa gente.

  8. GIlsim Silva

    4 de novembro de 2012 - 14:22 - 14:22
    Reply

    Caro Fran, agradeço deferimento referente a uma vaga na Câmara de Vereadores, para representar de direito nosso povo, quanto ao numero de vezes para disputar a vaga, teria fundamento o controle, no caso da canpanha ser custeada pela Justiça Eleitoral, ou no caso do candidato ter votação inexpressival, que configuraria a rejeição popular. Você concorda ? Veja bem, nossa votação vem crescendo a cada eleição , nessa tivemos 1.433 Votos, sendo mais bem votado que 12 Vereadores eleitos, isso nos estimula a continuar firme no nosso propósito. Fran, fica meu abraço e até a próxima.

  9. Eu

    4 de novembro de 2012 - 14:01 - 14:01
    Reply

    Suplente de vereador Gilsim, voce não entendeu minha pergunta, ou se fez
    de desinformado( que alias não tens nada). O que me preocupa nobre Suplente, são alguns pontos criticos criados em decorrência do numero abusivo de Edis aqui em Marabá, e que, 1º não prevaleceu o bonsenso dos atuais legisladores, em não reconhecer a sangria aos cofres públicos” pela lógica eles estavam com a razão, pois, aumentaram suas chaces de retornarem, o que exatamente aconteceu com 08 dos 13 Edis ” a sua maioria”, só que o bolo, ou seja o duodecimo que é dividido pelos atuais que são 13, não sofrerá aumento, e terá que ser dividido pelos 21 que vão tomar posse,só fazendo uma continha rápida aqui cheguei ao seguinte resultado: se cada vereador (dos 13) que compões a camara recebem hoje 6.000, vezes 13 é igual a 78.000,00. Pois, são exatamente esses 78.000,00 que seram dividos pelos 21 Edis, cabendo a cada um a importancia de 3.714,00. Fica, mais uma pergunta ao suplente! Voce, vai deixar teus negocios, pra ganhar essa mereca amigo?? Aí, meu caro vai acontecer exatamente o previsto, e que um dia tem que acabar os senhores vereadores, sem querer generalizar é claro, vão usar os seus mandatos para extorquir ou tentarem extorquir o futuro e nossa esperança o Prefeito eleito João Salame. Meu caro, estou careca de vê isto, mesmo antes desse” abusivo” aumento de cadeiras. É fato, e contra tal não há argumentos, esperamos apenas, e tão somente que o Ministério Público, e esse Magistrado Juiz Dr. Cesar, nos protejam. Agora, Suplente Gilsim, que isso é uma vergonha, como diz Boris Casoy, Eu não tenho nenhuma dúvida.

  10. GIlsim Silva

    3 de novembro de 2012 - 23:51 - 23:51
    Reply

    Caro “EU”, com referencia a seu comentário das 20:44, entendo que o critério usado em todo o Brasil para aumento do número de Vereadores, é diante do crescimento populacional que requer representação proporcional . Porém vale ressaltar que seria importante o voto distrital para que o povo tiivesse retorno satisfatório do eleito pelo bairro . Um abraço

  11. Fran

    3 de novembro de 2012 - 15:06 - 15:06
    Reply

    Isso é uma injustiça, acho que uma das vagas de vereador deveria ser do
    Gilsim: Eta povinho ingrato esse! A minha preocupação, e se nessa mesma
    lei que vai permitir apenas dois mandatos, eles proibam de se recandidatarem nomes que tenham disputado mais de duas eleições, e não tenham se elegido. Aí, vou lamentar porque o Gilsim coitado não
    vai mais ser candidato.

  12. EU

    2 de novembro de 2012 - 21:05 - 21:05
    Reply

    Há, esquecí de um detalhe: os três Edís, vão agora para o sétimo mandato cada um( 28 anos), somando juntos no final de 2016,( 84 anos de mandatos ).Me desculpem nobres pares, mais, pensem nisso!

  13. EU

    2 de novembro de 2012 - 20:58 - 20:58
    Reply

    Pelo fim de reeleição, concordo com voce e acho que devem serem tomadas medidas POPULARES, nesse sentido. O exemplo, não está so em Marabá, mais, em todo o Brasil e em especial nas regiões mais pobres. Sem desmerecer os seus valores, mais, alguns Edís daqui, já fizeram do mandado de Vereador uma profissão e não uma missão a ser cumprida em
    nome do POVO: Porisso, vejo como cidadão que pago os meus impostos, com bons olhos o instituto de apenas dois mandados consecutivos. Aqui, mesmo em Marabá, e que não tenham esse comentário como ofensa, nos temos 03 (tres) nobres Vereadores que juntos somam 72 anos de mandados, pois, desde 1988 estão no legislativo, cada um tem 06 mandatos ou 24 anos de Camara. Uma coisa, Eu, tenho certeza, que eles devem colocar a cabecinha no travesseiro e agradecer ao povo, e irem cuidar de outra atividade.

  14. EU

    2 de novembro de 2012 - 20:44 - 20:44
    Reply

    Suplente de Ver. Gilsim Silva,
    O que voce acha do numero de vereadores em Marabá 21 ??? Não seria interessante também se rever isto? Haja, duodécimo pra pagar essa cambada!! Abs

  15. GIlsim Silva

    2 de novembro de 2012 - 17:59 - 17:59
    Reply

    Caro Hiroshi, satisfação em cumprimenta-lo. Com referencia ao comentário das 11.15 hs. do dia 01 de Nov. (Pelo fim da reeleição dos Vereadores), o comentário merece elogio pela visão de cidadão que tem direito de cobrar e fiscalizar como esta sendo Aplicado o dinheiro publico . Realmente também concordo que o Vereador tenha no máximo 2 mandatos.O cargo de Vereador, não deve ser vitalício e nem profissão.meu Abraço.

  16. Jonas

    1 de novembro de 2012 - 16:37 - 16:37
    Reply

    Engraçado e que so agora faltando 02 meses e que a Camara Municipal vai abrir uma CPI, será o q foi que foi que aconteceu? A culpa disso tudo e dos eleitores que continuam elegendo esses vereadores por anos e anos. Será que o povo ainda não percebeu que Marabá só vai melhorar quando pararmos de eleger esses vereadores que estão ai!

  17. Jone junior

    1 de novembro de 2012 - 13:05 - 13:05
    Reply

    – obrigado nagib , essa sua postura mostra o quanto você ama marabá , que a justiça tarda mais não falha !

  18. Pelo fim da reeleição de vereadores

    1 de novembro de 2012 - 11:15 - 11:15
    Reply

    Caros amigos leitores do blog do bogéa, assim com foi com a lei a ficha limpa, podemos recolher assinaturas para uma nova lei, como por exemplo sugerir ao congresso nacional uma lei que impeça o vereador de se reeleger por mais de dois mandatos, pois enquanto continuar a compra de votos sempre seremos governados pelos mesmos políticos.

  19. Hiroshi Bogéa

    1 de novembro de 2012 - 09:41 - 9:41
    Reply

    Anonimo X, agora você reforça seu comentário com novos ingredientes que merecem, sim, melhor investigação. E quando retornar a cidade, conversarei com atores das entidades citadas. Bom feriado, querido.

  20. Hiroshi Bogéa

    1 de novembro de 2012 - 09:07 - 9:07
    Reply

    Anonimo X, as suposições levantadas por você bem que mereceriam algum crédito caso viessem acompanhadas de comprovação. Seu comentário, com citação de nome de pessoa a qual está sendo acusada, não merece nem o benefício da dúvida. Abs

  21. Anônimo

    1 de novembro de 2012 - 00:59 - 0:59
    Reply

    Esse Blog é um dos Blogs mais respeitados que já tive a oportunidade de ler e por muitas vezes contribuir com algo…
    Tenho acompanhado e vivenciado o caos na Administração Pública de Marabá.
    Mas precisamente na saúde… É lamentável ver onde as coisas chegaram… No mais fundo que alguém possa imaginar!
    Uma cidade como Marabá não pode mais ser gerida por amadores e pessoas sem qualquer compromisso e respeito tanto pela população em geral como pelos profissionais que fazem parte dessa empresa que é a Prefeitura.
    É necessário que as pessoas e/ou população possa começar mesmo que tarde a analisar suas decisões em se tratando do poder público. Fico indignada quando vejo as pessoas vendendo seus votos por míseros trocados. Mal sabendo ele que mas tarde quando seu filho ou um parente ou um conhecido precisar de atendimento num hospital, uma escola de qualidade, estradas sinalizadas e asfaltadas etc… Vendeu tudo isso por trocados… Sofro todos os dias quando estou trabalhando e vejo as pessoas saindo de Unidades de Saúde sem perspectivas se vão ser atendidas, se tem materiais, se tem medicamentos, se tem profissionais, se tem exames para fazer etc…
    Se eu for falar realmente de tudo teria que fazer um artigo somente sobre o assunto…
    Mas quero aqui somente deixar minha completa indignação com tantos desmandos e falta de respeito com os profissionais da prefeitura e em especial da saúde deste Município… Condições de trabalho ZERO… Salários pra QUE profissionais do HMI,HMM e SAMU? Visa Vale pra QUE? Desmotivação total!!! Já estava difícil por conta das condições de trabalho que nesses quase 4 anos não existiram e agora pra completar sem receber a remuneração e o mais grave ainda é ver uma porção de puxa-saco e fiscais ganhando salários altos só pra delatar os profissionais que falam mal da administração… E que mais uma coisa grave uma turma da secretaria de saúde que vive somente para derrubar, perseguir (demissões e afastamentos) e processar os profissionais… Isso é porque estamos em pleno século XXI. Liberdade de expressão???? Mas quando?! Fica aí essa analise para todos os leitores desse blog.

  22. anônimo

    31 de outubro de 2012 - 21:20 - 21:20
    Reply

    Falta o Nagib dá canetada tb em outros órgãos, como Progem e Comunicação. na comunicação, precisa tirar urgente aquela Hercília, que nem jornalista é, e fica perseguindo os servidores,a achando que vai permencer no cargo para sempre. Ela é uma das testas de ferro do Gilson Magalhães, ormão do maumau, que dilapidou todo o orçamento da Comunicação, no esquema que precisa ser investigado, envolvendo um tal de Jeferson, Abimael e uma gráfica. É só investigar. Nesse governo, que finda, para onde apontar, tem mira.

  23. Thiago Heráclito de Aquino Melo

    31 de outubro de 2012 - 20:26 - 20:26
    Reply

    Nao tem orçamento que feche com tantas pessoas “trabalhando” para uma prefeitura cujo essas pessoas e seus dependentes parece representar perto de 30% da população da cidade. Na verdade, são essas pessoas que ficam engajadas em períodos políticos que após seu término esperam por um cargo comissionado que a competência para exercer tal passa muito longe. E nós aqui? Temos que ralar por um curso superior durante 6 anos, especialização, MBA, mestrados ou doutorados em busca de conhecimento para haver competência.

  24. Mutum

    31 de outubro de 2012 - 20:14 - 20:14
    Reply

    Eu ainda nao entendi a volta do Karam. Sinceramente, tem coisas que sao surpresas para nós municipies de marabá. O cara está ha tanto tempo por lá quanto o lucidio ou “didio” para os mais intimos.
    Acho que vereador deveria ser reeleito somente uma vez e prefeito nenhuma.
    A Cama de Marabá é um canide de empregos para estes profissionais que nao fazem nada pelo municpio. NADA.
    Precisou um cara vir da paraiba, juiz, excelencia, amigo do rei, mandar o Maurino embora, pra que, me diga?
    Pra deixar tudo como antes. Dizem que o Coronel Araujo vai assumir o DMTU. Este orgao tem de ter profissionais, tecnicos da area e nao politicos. Estao fazendo com o orgao de transito o mesmo que fazem com a saude.
    Será que estes caras ainda nao entenderam o que o povo quer?
    Queremos gente nova e nao esta velharada.
    Queremos renovação na CMM, na Prefeitura, no Secretariado, nos Medicos Fazendeiros, Mais engenheiros e arquitetos para pensarem em desenvolvimento de Marabá, em Projetos. Nao adianta querer fazer, tem de ser viavel. Isto só engenheiro sabe.
    Nao adianta pagar plantoes carissimos se estes nao tem material para trabalhar, seja médico ou enfermeiro.
    Nao adianta gastar mais se nao temos um Financeiro recheado de bons contadores ou contabilistas. 1 + 1 = 2. Nao existe magica financeira.
    Precisamos ir a rua e dizer nao a esta velharada que nao tem compromisso com Marabá. Nós dissemos NAO ao Tiao, NAO a Jatene e daqui a 2 anos temos a oportunidade de reformular o estado. Somos umpeso grande na balança.
    Pense bem. Ninguem destes politicos ta fazendo favor a nossa comunidade e sim obrigação.

    • Hiroshi Bogéa

      31 de outubro de 2012 - 20:50 - 20:50
      Reply

      Mutum, o Karan é uma pessoa séria, nunca foi flagrado envolvido em bandalheiras. O Ipasemar só não quebrou ainda porque ele tem conseguido segurar a barra, mesmo com a péssima gestão financeira da prefeitura. É um homem do bem,

  25. Anônimo

    31 de outubro de 2012 - 19:28 - 19:28
    Reply

    Lana, qual era o cargo que voce ocupava mesmo? Afinal de contas, pra que esse monte de secretarias e um bando de sangue sugas que naõ trabalham? Afinal de contas, quem é que tá pagando o pato junto com a população? É o servidor publico que está a seis meses sem receber o vale alimentação por culpa do empreguismo de gente que naõ faz porr… nenhuma nessas secretatias ficticias.

  26. Voz do povo.

    31 de outubro de 2012 - 17:24 - 17:24
    Reply

    Lana você foi categórica em suas palavras, é exatamente isso.

  27. Lana

    31 de outubro de 2012 - 16:38 - 16:38
    Reply

    Acima de tudo, isto é uma guerra por dinheiro e poder. Não existe nenhuma preocupação com a população de Marabá, o que existe é vontade de ser e de ter, essa é a verdadeira motivação.

  28. Lana

    31 de outubro de 2012 - 16:34 - 16:34
    Reply

    O pior é que um grupo de servidores municipais (em geral concursados e não nomeados para ocupar cargos em comissão), que trabalhou com honestidade e compromisso para que os serviços públicos fossem ofertados com a qualidade que a população merece, porque, entre outras coisas, paga-se tributos demais neste país, tem que sofrer as conseqüências desagradáveis dos desmandos de uns que só sabem é travar guerras por poder e dinheiro.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *