Hiroshi Bogéa On line

Morte desgovernada no trânsito louco de Marabá

 

 

Em seu segundo artigo encaminhado ao blog, a Bacharel em Direito  Lívia Rodrigues Mesquita aborda a violência no trânsito – dedicando parte de suas preocupações ao trânsito de Marabá.

Apegada a exemplos de mortes recentes ocorridos nas ruas da cidade e aos dados estatísticos que mostram a transformação das vias públicas em verdadeira arena de morticínios, Lívia revela que, em dez anos, o índice de acidentes fatais envolvendo jovens cresceu 30%.

Alarmante, sob qualquer leitura, a perda de tantos jovens. “A vida perde seu valor, e, números inexatos de famílias mudam para sempre suas histórias”, registra, emocionada, num dos parágrafos da matéria, que será publicada em duas partes.

Nesta segunda-feira, 23, o blog publica “A morte pede passagem no trânsito louco de Marabá” , de Lívia Mesquita.

Post de 

7 Comentários

  1. Marcelo Alves

    1 de fevereiro de 2012 - 13:15 - 13:15
    Reply

    BOM TEMA ABORDADO PELA NOSSA SEMPRE INTELIGENTICIMA LIVIA MESQUITA, VC SEMPRE ACERTANDO COMPANHEIRA NAS SUAS POSTAGENS POR QUE AGORA PARECE QUE A BRUXA ESTA SOLTA NO TRANZITO DE MARABÁ TODO DIA TEM ACIDENTES E PASSOU TER VITIMAS FATAIS ESPERAMOS QUE AS AUTORIDADE TOMEM PROVIDENCIAS E VAMOS ESTA COBRANDO AQUI PELO BLOG ! BJUS
    ATE A PROXIMA POSTAGEM COMPANHEIRA

  2. Jorge Taiguara

    22 de janeiro de 2012 - 14:34 - 14:34
    Reply

    As aberrações no trânsito verificadas nas ruas de nossas cidades, fazem parte da nossa fraca educação, o povo mal educado reflete seu despreparo por onde quer que passe, aliado a isso some-se a desestrutura da fiscalização. O brasileiro ja se habituou a respeitar as leis pela coerção, infelizmente só ha respeito quando são aplicadas medidas coercitivas pesadas, isso é uma caracteristica do nosso povo. Nem a propósito, hoje as principais manchetes dos jornais trazem a detenção de uma delegada de policia do Rio de Janeiro que parada numa blitz se recusara a fazer exame de bafometro, ao ser solicitado os documentos, dela e do veículo foi constatado que sua carteira estava vencida a um ano e o licenciamento do veiculo desde 2009. Quando um agente da lei, um agente de proteção social de onde se espera comportamento exemplar, agi dessa maneira, imagine-se os demais.
    Detalhe, segundo a noticia ela apresentava sintomas de embriaguez.
    Educação com qualidade já!

  3. Isabela

    22 de janeiro de 2012 - 11:35 - 11:35
    Reply

    Livia gostamos de ler o que voce escreve. Sou sua fã.

  4. Eu também gosto de férias

    21 de janeiro de 2012 - 22:06 - 22:06
    Reply

    Ainda de férias aqui em Fortaleza fico feliz saber que a Livia vai continuar escrevendo no blog. Ela é a nossa amiga que muito amamos e torcemos pela presença dela constante no blog.

  5. Cantídio

    21 de janeiro de 2012 - 20:20 - 20:20
    Reply

    Esperamos segunda feira para ler o novo artigo da “Musa do Sim” que eu particularmente sou fã e admiro sua coragem e determinação.

  6. anonimo

    21 de janeiro de 2012 - 20:10 - 20:10
    Reply

    Os loucos do transito de Maraba pregam que o DMTU não deve multar e sim orientar estes irresponsaveis.Quanto as pessoas responsaveis pensam ao contrario achando que o DMTU deve multar mesmo pois a parte mais sensivel do homem e o bolso pois a orientação de como se portar no transito se aprende na auto escola e se por acaso não aprederam pois compraram as carteiras,coisa muito comum aqui em Maraba basta que estes irresponsaveis procurem estudar o codigo de transito.
    Quanto a rodovia Transamazonica deveriam instalar araras e multar para que pare a mortandade possivelmente acontecera.

  7. AM

    21 de janeiro de 2012 - 19:51 - 19:51
    Reply

    Amiga estava ansiosa esperando você voltar a escrever no blog do hiroshi depois daquele texto lindo que voce conta a sua luta para tratar do câncer. Vou aguardar chegar segunda feira. Gosto muito de você, amiga. AM

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *