Hiroshi Bogéa On line

Missa do Domingo de Ramos encerra Páscoa Jovem

 

 

 
A Comunidade Católica Casa da Juventude (Caju) iniciou a Semana Santa colhendo os frutos de mais uma Páscoa Jovem, encontro de preparação para a Páscoa de Jesus. O retiro, realizado no Cenóbio da Transfiguração, em Castanhal, no Pará, começou na última sexta-feira, 22 de março, e terminou no domingo, 24, com uma missa do Domingo de Ramos, no ginásio da UEPA, presidida pelo bispo auxiliar de Belém, Dom Teodoro Mendes.
Todos os anos a Caju realiza o encontro com o objetivo de inspirar nos participantes o verdadeiro sentido da Páscoa, convidando-os a vivenciar profundamente a Semana Santa. Com o tema “Nem a morte pode te vencer”, em 2013 os organizadores da Páscoa Jovem buscaram celebrar o carisma da comunidade, ou seja, a sua identidade dentro da Igreja Católica: a Alegria da Ressurreição.
De acordo com a coordenadora de Encontros da Caju, Kelini Lemos: “A Páscoa Jovem confirmou nos nossos corações que a gente precisa manter essa missão. É fantástico destacar que o objetivo deste ano, que era mostrar a alegria do Cristo que ressuscitou, foi alcançado. Então hoje, Domingo de Ramos, a gente consegue anunciar para 140 jovens que existe um Cristo alegre que nos acolhe, que nos ama e que sempre está perto da gente”, afirma.
Para a congressista, Fabiane Ferreira, de 14 anos, o encontro foi muito marcante: “Tiveram vários momentos que emocionaram, que mexeram bem com o nosso emocional, para pensar o que fizemos ou não de errado, para percebermos o amor de Deus, ver que Ele ama a gente. Antes, para mim era: Páscoa, ressurreição de Jesus… Hoje não: eu vejo que Ele morreu por mim, e ressuscitou por todos nós”, destaca.
Celebrado como o Dia Mundial da Juventude desde o pontificado de João Paulo II, o Domingo de Ramos lembra a entrada de Jesus em Jerusalém, quando a multidão alegre O exaltou como rei. A alegria e a juventude, temas destacados pelo Papa Francisco em sua homilia na missa do Vaticano, também foram lembradas por Dom Teodoro, que falou sobre a alegria de ser cristão: “Quem está com Cristo, que o conhece, deve testemunhar essa alegria”.
Todos os congressistas que celebraram juntos a missa tinham no rosto uma coisa em comum: a alegria. Como declarou o congressista, Luís Magalhães, em seu testemunho durante a missa, a alegria que a Caju celebra é contagiante. “Não é uma alegria que depende de bebida alcoólica, por exemplo, mas que provém do Espírito Santo”, frisou.
Post de 

1 Comentário

  1. Jesiel Nascimento

    27 de março de 2013 - 12:32 - 12:32
    Reply

    Prezado Hiroshi. Venho aqui porque me sinto no DEVER de relatar o que foi acordado entre mim e a diretoria da ADEPARÁ. Depois das denúncias que fiz na blogosfera paraense, foi marcada uma reunião com um dos diretores desta autarquia neste dia. Primeiramente gostaria de informar que TUDO que foi relatado por mim é verdade e que sustento onde for preciso; por isso fiquei indignado com a publicação da portaria que tratava da minha remoção. A cidade de Marabá, cotidianamente (infelizmente) aparece na mídia como se fosse uma das piores cidades do Brasil; cabe a nós que residimos ou trabalhamos neste município mudar estas realidades. Esse é um dos motivos das inúmeras denúncias que tenho feito sobre funcionários corruptos de vários Órgãos entre eles SEFA, PMPA, ADEPARÁ, Prefeitura de Marabá para as autoridades competentes (entenda-se auditorias, corregedorias, etc) e tornado PÚBLICO (NA INTERNET) o que, a meu ver, TODO CIDADÃO deve fazer. Tenho a obrigação de ressaltar que não recebi nenhuma benesse do Órgão (DAS, DIÁRIAS, CARGO COMISSIONADO, DINHEIRO, LICENÇAS ILEGAIS, OUTROS) e que não fui intimidado. Faço isso porque, como este jornalista, acredito que uma sociedade unida e esclarecida pode dar um FIM A CORRUPÇÃO. Senhores (as), não sou marabaense, mas acredito que desta forma tenho contribuído para o bem desta cidade e do estado do Pará. Segundo a diretoria da ADEPARÁ (ainda não foi publicado do Diário Oficial do Estado – DOE) haverá, em breve, modificações nos Postos de Fiscalização Agropecuária como forma de combater funcionários corruptos que deveriam estar presos e não nestes lugares manchando o nome da Instituição (espero que a SEFA e os outros Órgãos Públicos sigam o mesmo exemplo). Contudo chamo atenção que só depois de publicado no DOE é que teremos certeza que o que dizem é ou não verdade. Finalizando quero publicizar que fico orgulhoso de ter chamado a SOCIEDADE para o debate (esta denúncia foi publicada nos BLOGS mais visitados do Pará – OBRIGADO SENHORES PELO PRESTÍGIO); para mim a coisa pública tem que ser feita de forma o mais transparente possível. Acreditem a BLOGOSFERA é o canal mais íntegro que a sociedade dispõe, não deve favores e relatar a verdade nua e crua. Muito obrigado. Estou a postos para futuras denúncias. Fiquem com Deus. Abraços fraternos a todos.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *