Hiroshi Bogéa On line

Ministro da Saúde diz que Hospital Oncológico Infantil “é um bom exemplo a ser referenciado para o Brasil”

Ladeado do governador Simão Jatene, durante sua permanência em Belém, o ministro da Saúde, Ricardo Barros,  pode conhecer a estrutura de atendimento do Oncológico Infantil e o trabalho de qualidade na gestão e humanização do atendimento desenvolvidos pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, que gerencia o hospital sob contrato de gestão com Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Ao final da visita, presenteado com cartas de agradecimento escritas por crianças em tratamento no Oncológico Infantil, o ministro falou sobre a qualidade no atendimento que deve ser exemplo para o país. “Esse é um hospital oncológico de referência que tem um serviço de alta qualidade e pessoas comprometidas com a missão de manter a qualidade e acesso das pessoas. Um bom exemplo de gestão que nós podemos referenciar para todo o Brasil”, disse o ministro Ricardo Barros.

Além do ministro da Saúde, do governador Simão Jatene e do representante da OPAS, acompanharam a visita ao hospital o senador Flexa Ribeiro, o deputado federal Beto Salame, o presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira, e o presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Pará (Cosems-PA), Charles Tocantins.

Paulo Czrnhak, diretor operacional da Pró-Saúde no Pará, falou sobre o quanto o Hospital Oncológico Infantil se diferencia pelo jeito de acolher as famílias e não apenas o paciente. ‘Este é um hospital público em que saúde é humanizada e, por isso, é fundamental que as nossas autoridades o visitem e, assim, possam ouvir dos próprios usuários e seus familiares como eles se sentem aqui. Estamos muito honrados com esta oportunidade de darmos transparência a este trabalho’, comentou o diretor.

Referência

Inaugurado em 2015, Hospital Oncológico Infantil foi o primeiro na região Norte dedicado exclusivamente ao diagnóstico e tratamento especializado do câncer infantojuvenil e, hoje, é referência no Norte e Nordeste do País. Com atendimento gratuito vinculado ao Sistema Único de Saúde, a unidade realizou mais de 274 mil atendimentos em 2017, com 97% de aprovação de seus usuários.

Para Alba Muniz, diretora geral do Oncológico Infantil, receber o ministro da Saúde e poder falar sobre a unidade, reforça um trabalho que vem sendo feito de forma diferenciada desde o início. “Visitas como essas são importantes para nós porque trazem um reconhecimento pelo que estamos fazendo. Poder ser referência nesse atendimento diferenciado e receber as pessoas para falar sobre isso é uma forma de atingir um dos nossos grandes objetivos, que é mudar o cenário da oncopediatria no país”, finalizou a diretora. (Foto Antonio Silva – AgênciaPará)

Autor 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *