Hiroshi Bogéa On line

Medidas saneadoras na Saúde geram insatisfação entre servidores

O prefeito de Marabá, Tião Miranda, continua tentando dar um rumo satisfatório à gestão da saúde pública, mas está encontrando dificuldades que partem de todos os cantos.

Há informações de insatisfações dos servidores  com a medidas adotadas pelo atual secretário Luciano Dias.

Medidas, aliás, voltadas para a organização do setor e fechamento de torneiras que vinhas facilitando  práticas de irregularidades no órgão.

Fala-se até em pressão, do corporativismo, pela demissão de Luciano, pessoa da mais restrita confiança do prefeito.

No início da semana, cresceram rumores de que os servidores ensaiam a convocação de um movimento reivindicatório, sem no entanto tornar pública a pauta.

Enquanto isso,  o prefeito continua despachando, praticamente, todo dia, de uma sala da Secretaria de Saúde, adotando novas  medidas e avaliando a dimensão da ações já adotadas.

 

 

Post de 

2 Comentários

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    19 de maio de 2019 - 07:31 - 7:31
    Reply

    Não defendo A ou B, porém, o alcaide atual tem gabinete dentro da Secretaria de Saude e acompanha/fiscaliza in loco o dia a dia da Secretaria. Esquemas montados em varias Secretarias vêm desde outros governos. Contrariar esses interesses excusos é até perigoso, diria eu. Em 19.05.19, Mba.-PA.

  2. OBSERVADOR

    12 de maio de 2019 - 10:03 - 10:03
    Reply

    Tem q combater são as irregularidades os desvios e n cortar benefícios de quem realmente trabalha e já ganha pouco.
    A máfia dos plantões foi descoberta e até agora n se tem notícias de alguém q tenha punido,mas se fosse um servidor pobre q já ganha uma miséria já tava era preso.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *