Hiroshi Bogéa On line

Matador de Dorothy Stang é condenado a mais 97 anos de prisão

Após 15 hora de julgamento, Rayfran das Neves Sales – um dos maiores matadores de aluguel do Estado do Pará – foi condenado a 97 anos e oito meses de reclusão pelas execuções de Luana de Cássia Silva, Leandro Kestring de Várias, Evaldo Fagundes da Silva, e Joseane Noronha Santos

Além do Rayfran, foram condenados Luiz Carlos  do Carmo Lopes (33 anos e 8 meses) e Raimundo Ferreira Monteiro (86 anos ). A sessão começou na manhã de ontem, em Belém.

A sessão começou com um requerimento apresentado pelo advogado de defesa do réu Luiz Carlos do Carmo Lopes.

O juiz decidiu acatar a atuação do advogado mas indeferiu o pedido do desmembramento com o consequente adiamento do júri, dando seguimento a sessão.

No caso de Rayfran, é difícil não relacionar a nova condenação a um caso que chocou o mundo – o assassinato da missionária Dorothy Stang, missionária católica que apoiava pequenos produtores de terra e atraiu a inimizade de grandes fazendeiros da região e grileiros de terra da União.

A área, localizada no município de Anapu, foi transformada em projeto de extrativismo sustentável, abrigando várias famílias de pequenos agricultores.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *