Hiroshi Bogéa On line

Marabaenses se despedem de “seu” Edézio, um dos construtores do Cine Marrocos

Em vida, ele exerceu diversas profissões.
Foi carpinteiro, encarregado de castanhais, garimpeiro…
Em cada atividade exercida, deixou a marca da dignidade, exemplo de pai de família que trabalhou intensamente para educar seus nove filhos que teve com a esposa, dona Deolinda dos Reis Martins.
Nesta madrugada, a uma hora, Marabá perdeu um de seus mais ilustres filhos – Edézio Martins de Souza, 97 anos.
“Seu” Edézio tinha como um de seus orgulhos contar detalhes sobre a construção do Cine Marrocos – ele que trabalhou na edificação do marcante prédio do cinema que os marabaenses frequentaram durante mais de 50 anos.
Desde a metade da madrugada, através de redes sociais, conterrâneos se despedem do honrado filho, registrando valores e ações que marcaram a sua trajetória quase centenário.
Além dos nove filhos, Dos Reis Martins deixa também 14 netos e  5 bisnetos.
Amante de futebol, “seu” Edézio era torcedor apaixonado do Flamengo, time para o qual levava religiosamente seu incentivo  vestido no manto sagrado.
O flamengo fica desfalcado de um torcedor fiel.
Marabá amanhece a quinta-feira sem mais um de seus filhos honrados.
O ex-vereador Ademir Martins, filho de Edézio, acaba de assinar Comunicado de Falecimento, falando em nome de toda a família.
A seguir:
Comunicado de falecimento
Lamento informar profundamente o falecimento de meu pai, Edézio Martins de Souza, 97, ocorrido na madrugada desta quinta-feira, 4 de janeiro. Seu corpo está sendo velado em sua residência, Trav. Lauro Sodré, 268, Marabá pioneira.
O cortejo conduzindo seu corpo, sairá do local referido, às 17 h de hoje, para o sepultamento no cemitério da saudade, Nova Marabá.
                  Meu pai, descanse em paz!
                   Ademir Martins
Post de 

6 Comentários

  1. Domicio Jorge Brasil Soares

    10 de Janeiro de 2018 - 08:46 - 8:46
    Reply

    Condolências a esposa Dona Deolinda e filhos.

  2. Hamilton Bezerra

    5 de Janeiro de 2018 - 15:33 - 15:33
    Reply

    Meu amigos queridos… Li a notícia e estou ainda em choque. Mas aceitemos a vontade de Deus.
    Seu Edézio cumpriu com sua missão entre nós. Resta-nos dedicar a ele muitas orações.
    Ao dileto amigo Ademir Martins a quem quero expressar em nome de nossa família , as nossas condolências pelo falecimento de seu querido pai. Transmita às suas irmãs e em especial à matriarca D. Deolinda, o nosso mais sentido e carinhoso abraço .

  3. Servidora

    4 de Janeiro de 2018 - 20:46 - 20:46
    Reply

    Meus sentimentos a familia Reis martins, rogo a sra. de Fatima e ao nosso Deus, Para que conforte a todos . Familia Loyola Carvalho.

  4. Otávio Barbosa de Sousa

    4 de Janeiro de 2018 - 13:34 - 13:34
    Reply

    Meus pêsames aos familiares, que neste momento de perda é muito grande a dor. Mas o orgulho dessa família por ter um genitor do quilate do seu Edezio conforta a todos neste momento de dor. Conheço seu Edezio desde criança, hoje já na casa dos cinquenta eu nunca ouvir falarem mau desse Homem, só ouço palavra que os dignificam e, tenho como exemplo a criação que deu aos seus filhos. Um grande abraço aos familiares.

  5. Luciana Moreira dos Reis

    4 de Janeiro de 2018 - 10:08 - 10:08
    Reply

    Agradeço o carinho e peço a Deus que receba a alma do meu avô, grande homem, guerreiro e de fibra.
    E que Deus conforte cada um de nós, familiares e amigos.
    Abraços,
    Luciana Moreira dos Reis

  6. Plinio Pinheiro Neto

    4 de Janeiro de 2018 - 09:08 - 9:08
    Reply

    Amados (as) amigos (as) da honrada família Martins, recebam minha total solidariedade neste momento de profunda dor, em que o esteio mais antigo da família parte desta vida para o Seio de Abraão. O senhor Edezio foi um cidadão que marcou a sua passagem pela vida com serenidade, honradez, profícuo e permanente trabalho e absoluta dedicação à sua família. Respeitou a todos e soube se fazer respeitado de forma sempre tranquila e educada. Plantou árvores, gerou filho e filhas exemplares e escreveu o livro de sua vida com douradas letras. Deixa um vazio imenso em nosso meio e no meio desse mundo cada vez mais carente de homens sérios, honrados e dedicados ao labor honesto. A lembrança dele será imorredoura para aqueles que admiram os construtores do bem e ficará gravada para sempre no coração de quantos, afortunadamente, tiveram a divina graça de com ele conviver sob o mesmo teto familiar. Com certeza fez-se festa no céu e os Portais da Gloria abriram de par em par para recebê-lo sob o toque das trombetas dos anjos do SENHOR!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *