Hiroshi Bogéa On line

Marabá abre o Fórum Nacional Permanente em Defesa da Amazônia

O Fórum Nacional Permanente em Defesa da Amazônia realiza nesta quinta-feira (17), em Marabá,   o Ato Nacional em Defesa do Meio Ambiente e dos Povos da Amazônia.

Dezenas  dirigentes nacionais e regionais de entidades acadêmico-científicas e ambientais, de movimentos sociais e sindicais, além de parlamentares federais e estaduais de vários partidos e representantes do governo estadual e municipal – estão participando do evento,.

O cacique indígena Raoni Metuktire, conhecido internacionalmente por sua luta pela preservação da Amazônia, está presente.

A abertura do Ato ocorreu  às  9h30 com discursos de representantes de entidades que compõem o Fórum, lideranças partidárias e parlamentares, e seguirá com uma mesa de debate com o tema: “O que está por trás dos ataques à Amazônia e quais os desafios da floresta, dos rios, da cultura e dos territórios de seus povos”.

O Ato Nacional ainda promoverá uma Caminhada pelo Meio Ambiente no final da tarde, e um Ato Político e Cultural à noite para encerrar a atividade na cidade de Marabá.

O fórum está sendo realizado  no Ginásio Poliesportivo da Folha 16, e o Ato Político-Cultural na Praça da Folha 16, no bairro Nova Marabá.

Criado em 28 de agosto na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), o Fórum surgiu como uma resposta à política antiambiental e antiindigenista do governo Bolsonaro.

Além de parlamentares do campo da oposição e partidos, reúne mais de 30 entidades dos movimentos sociais e organizações de classe.

Confira a programação:

 

Dia 17 de outubro, a partir das 9h – Marabá, Pará;

– 9h às 12h30, Ginásio Poliesportivo da Folha 16: Mesa de abertura e escuta dos movimentos sociais;

– 14h às 17, Ginásio Poliesportivo da Folha 16: Debate “O que está por trás dos ataques à Amazônia e quais os desafios da floresta, dos rios, da cultura e dos territórios de seus povos”;

– 17h às 18h30, itinerário a ser definido: Caminhada pelo Meio Ambiente;

– 18h30 às 22h, Praça da Folha 16: Ato político-cultural – encerramento.

Post de 

1 Comentário

  1. A.S.A (Apinajé)

    17 de outubro de 2019 - 15:56 - 15:56
    Reply

    Esse fórum deveria ser realizado,nos grandes centros urbanos onde a população não tem contato próximo com os ditos índios,nós aí da região sabemos que hoje em dia os indígenas de grande parte da Amazônia são muito mais militantes de pautas dos brancos do que suas próprias causas.
    Índio comemora aniversário cantando happy birthday to you,come bolo de cenoura com cobertura de chocolate,toma coca cola,destilados(e de outros também).
    O que eu quero dizer com isso?Não passam de massa de manobra,estão interessados em tudo que a civilização tem de bom,mas querem permanecer tutelados escondidos atrás da “razão”de outros,brigam entre si fracionando aldeias por causas de dinheiro,enfim,podem encantar outros,eu não entro nessa.
    Um indício que eu tô no caminho certo,é a circunferência com que se apresentam nas fotografias.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *