Hiroshi Bogéa On line

Mais um projeto se anuncia para Marabá: agora é uma usina de sinterização do manganês

O secretário Adnan Demachki (2º da esq/dir), e a diretora de Mineração e Transformação Mineral da Sedeme, Marily Germano (1º da esq/dir),e o Diretor da Mineração Buritirama, Endrigo Perteffi (3º da esq/dir),. (Foto Ascom Sedeme)

Vivendo de expectativas em relação a projetos que fomentem emprego e renda, o município de Marabá tem nova “promessa” à vista.

Trata-se de uma planta de sinterização do manganês, anunciada pela Mineração Buritirama, empresa com sede em São Paulo e que possui uma mina na localidade da Vila União, em Marabá, projetada para implantação ao lado da atual mina, localizada a 140 km da sede do município.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, e a diretora de Mineração e Transformação Mineral da Sedeme, Marily Germano, receberam nesta terça feira, 12,

O Diretor da Mineração Buritirama, Endrigo Perteffi, oficializou o projeto em audiência com o  secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, e a diretora de Mineração e Transformação Mineral da Sedeme, Marily Germano, nesta terça-feira, 12, solicitando apoio do Estado pra viabilizar o empreendimento.

Adnan Demachki disse que o Governo do Estado tem interesse em apoiar os empreendimentos que busquem a verticalização e a criação de empregos no Pará.

“O Estado vai sim apoiar a empresa, em especial a qualificação de mão de obra da região, para que a mão de obra local seja contratada. Vamos trabalhar também na orientação e apoiamento da empresa para a obtenção das licenças ambientais”, afirmou Adnan Demachki.

O projeto prevê a criação de 400 empregos diretos, fora os empregos indiretos na prestação de serviços. A expectativa é que a implantação dure 16 meses.

A Buritirama comercializa seus produtos nos mercados nacional e internacional, que tem em seu processo de beneficiamento mineral a utilização apenas de água como agente para a concentração dos minérios de manganês.

A Buritirama produz anualmente 150 mil toneladas de manganês e prevê a duplicação da produção, para 300 mil toneladas/ano. A sinterização é um processo no qual o minério compactado é submetido a temperaturas elevadas, criando uma alteração na estrutura microscópica do elemento base. Sua finalidade é obter uma peça sólida coerente.

Autor 

1 Comentário

  1. DONNER

    14 de setembro de 2017 - 11:08
    Reply

    Mais uma promessa pré eleitoral, e a vida de gado continua, povo marcado êh, povo feliz.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *