Hiroshi Bogéa On line

Lobão visita projetos minerários em Curionópolis

 

Mais de quinze mil garimpeiros recepcionaram o prefeito Wenderson Chamon  (PMDB) e o ministro Edison Lobão, das Minas e Energia, em Serra Pelada, neste domingo, 27,  durante solenidade de entrega do termo de Emissão de Posse da área de cem hectares onde se encontra a mina de ouro a ser explorada pelo sistema  mecanizado.

O dia foi de festa no distrito.

Antes, no teatro municipal de Curionópolis, a comitiva de Edison Lobão participou da abertura do seminário “Mineração e Geologia no Sul do Pará”, organizado pela prefeitura municipal, sob coordenação do secretário de Geologia Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Cláudio Scliar.

Além de Lobão e Wenderson Chamon, participaram do evento os deputados Wandenkolk Gonçalves (PSDB), Parsifal Pontes (PMDB),  representantes da Vale, mineradora Vertical (Grupo Leolar),  representantes de garimpeiros e populares – que ocuparam todas as dependências do teatro.

Após a assembleia ocorrida á céu aberto em Serra Pelada, prefeito de Curionópolis, Edison Lobão e os deputados convidados sobrevoaram os projetos Serra Leste (Vale)  e Vertical (Grupo Leolar).

A programação da visita do ministro ao município encerrou na residência do prefeito Chamon, onde foi oferecido almoço à comitiva.

A empresa Colossus informou que investirá, até final de 2011, cerca de U$ 120 milhões na mecanização do garimpo, quando deverá iniciar a produção de ouro.

Post de 

3 Comentários

  1. Anônimo

    19 de dezembro de 2011 - 21:19 - 21:19
    Reply

    Que um dia pensou quando o Chamon era prefeito, que o seu filho Chamonzinho seria prefeito dessa cidade e que transformaria esta cidade em lugar melhor para viver ?

  2. Rita de Cássia Lemos

    28 de março de 2011 - 09:29 - 9:29
    Reply

    Depois que o Chamonzinho assumiu a prefeitura aqui em Curionópolis nós nos sentimos mais protegida e satisfeita com o prefeito que temos. O Chamon é uma pessoa que estava faltando em Curionópolis para a cidade se desenvolver.

    • Flávio Costa

      28 de março de 2016 - 18:18 - 18:18
      Reply

      E agora, como se sente?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *