Hiroshi Bogéa On line

Leitor contesta suspeitas de irregularidades na eleição da Uepa

 

Osvando Alves, em caixa de comentário do post “Eleição na Uepa sob suspeita de fraude”, envia mensagem refutando as suspeitas de irregularidades no processo eleitoral da Uepa. Na íntegra, a posição do leitor:

 

Caro Bogea,
Os resultados finais foram apurados na noite de 06 de abril, dando vitória da Chapa 20 de forma incontestável: 59,7% dos votos, contra 26% da chapa 80 e 13,7 da chapa 10, a impetrante do recurso na justiça. As alegações do pedido de liminar foram risíveis, tanto que não conseguiram a liminar, mas uma consulta do juiz à UEPA e um prazo de 30 dias para a resposta. A chapa 10 entrou contra Juarez Quaresma, o que lhe rendeu o primeiro desgaste: o juiz mandou retificar o pedido de liminar excluindo o atual reitor que não era candidato. Feita a correção, a uepa já apresentou as devidas explicações e logo o juiz desqualificará este leviano pedido de liminar. As urnas foram claras: a comunidade quer Rubens Cardoso como reitor, já que o mesmo ganhou nas três categorias. Se houvesse fraude ou alguma manipulação, Rubens ganharia só entre os técnicos. A chapa 20 obteve: 482 votos dos 817 docentes presentes; 582 votos dos 857 técnicos presentes e 1779 votos dos 4020 estudantes. As diferenças foram muito gritantes para se dizer que houve “fraude”. Trata-se de jus esperniandis.

Autor 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *