Hiroshi Bogéa On line

Jatene anuncia obras de infraestrutura em Marabá

 

 

O governador Simão Jatene anuncia nesta terça-feira (30) as obras de ampliação do Hospital Regional de Marabá, a construção do centro de convenções da cidade e a expansão do sistema de abastecimento e tratamento de água e esgoto da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) na região. A programação faz parte do Governo Itinerante, que transferiu a sede administrativa paraense para o município do sudeste do Estado.

Simão Jatene desembarca às 9 horas em Marabá. Em seguida, visita as obras de expansão do sistema da Cosanpa. Logo depois, o governador vai visitar o hospital regional, onde verificará as instalações do prédio e o serviço prestado aos pacientes. Lá, Jatene também vai anunciar o projeto de ampliação do hospital, que ganhará mais infraestrutura.

O chefe do Executivo Estadual também vai visitar o local onde será construído o centro de convenções da cidade. À tarde, o governador se reúne com o prefeito de Marabá, Maurino Magalhães, e com deputados estaduais.

Em julho deste ano, a Cosanpa deu início às obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário de Marabá, com a construção de uma estação de tratamento, que vai atender o núcleo Cidade Nova. Estima-se que 14 mil domicílios receberão o serviço de coleta de esgoto pelas estações elevatórias e de tratamento dos efluentes. O investimento é de R$ 86 milhões.

O Governo Itinerante em Marabá continua até quinta-feira (1º de setembro). Ao longo desses dias, o governador Simão Jatene irá despachar da cidade e acompanhará diversas ações e obras que estão sendo desenvolvidas na região. Ele também participará de audiências públicas e aprovará recursos.

Esta é a segunda experiência de governo itinerante neste mandato do governador Simão Jatene. Ele deve transferir a sede administrativa do Estado, ainda este ano, para outros polos, a fim de descentralizar a gestão, vivenciar as questões mais urgentes de cada região e valorizar as populações desses locais.

Thiago Melo – Secom

Post de 

7 Comentários

  1. João Marabá

    31 de agosto de 2011 - 18:25 - 18:25
    Reply

    Que João marabá és tú, irmão? Ou tú tbm és spam kkkkkkkkkkkkk como a Karlinha Maués kkkkkkkkkkk…Mas tú tens razão, eu digo que ela sai lá da casa civil, “o antro do tal deputado federal do baixíssimo clero”. Mas olha, eu sou o João Marabá de sempre, rapá…kkkkkkkk!

  2. João Marabá

    31 de agosto de 2011 - 11:45 - 11:45
    Reply

    Não é armação, não João. A Spam foi programada mesmo, outro dia saiu no Hiroshi o nome do brasileiro especialista em rede social que a identificou como SPAM do Não. Basta ver que suas notas não seguem uma linha de pensamento padrão. Ela entende de tudo e e tudo se mete e diz que é contra a criação dos estados. Duvido que ela tenha a coragem de aparecer numa palestra de Célio Costa, se identificar e fazer uma interferência. Duvido.

  3. Flavio

    31 de agosto de 2011 - 10:37 - 10:37
    Reply

    A universidade do Sul e Sudeste foi obra da Govervnadora Ana Júlia, bem como Alpa e eclusas. Todo o desenvolvimento dessa região, deve-se exclusivamente ao Governo passado. Por ser de outra região, limite-se quando emitir opinião alheia ao seu conhecimento. O jatene nunca trouxe nada para cá. Deixe de fanatismo, Karla Maues.

  4. Lucileno

    31 de agosto de 2011 - 09:19 - 9:19
    Reply

    Toda essa presença do Governo, Universidade Federal, etc… tudo isso já estava previsto ou é assédio eleitoral pelo NÃO a criação de Carajás?????

  5. João Marabá

    30 de agosto de 2011 - 22:47 - 22:47
    Reply

    Pelo visto vai voar muita pena dessa briga rsrsrsrsrs Karla Maués, Karla Spam isso é tudo armação…GALINHAS VIRTUAIS!!!

  6. Karla, A Spam

    30 de agosto de 2011 - 20:40 - 20:40
    Reply

    Mas não é possível. Programada para dar piteco em todas as notas? Nós ganharemos, Spam. Não voce que segundo um analista de rede social, é programada para destilar pseudo contexto em todo espaço que trata da criação de Carajás. Crie um blog, vai.

  7. Karla Muaés

    30 de agosto de 2011 - 16:56 - 16:56
    Reply

    Espero que os srs. reconheçam o grande esforço que este nobre Governador está fazendo, a fim de pôr a termo estas obras, mesmo com a herança maldita do governo passado e com o misero aporte de verbas de que dispõe.
    Não vão desmerecer como fizeram com a criação da Universidade Federal do Sul do Pará, façam-me o favor!
    Se cada um fizer a sua parte , todos nós ganharemos!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *