Hiroshi Bogéa On line

Jader desmente boatos de ataque cardíaco

 

 

Poucos instantes atrás, o próprio senador Jader Barbalho (PMDB) falou, pelo telefone, com o deputado federal Asdrubal Bentes (PMDB), desmentindo que tivesse sido  internado, às pressas, com problemas cardíacos.

– “Ainda terei vida longa, Asdrubal” – disse Jader, ao rir da informação de rumores dando conta da suposta internação numa clínica do coração, em Belém.

Por toda a manhã desta sexta-feira, 22,  boataria colocava o senador peemedebista em situação de risco, vítima de ataque cardíaco.

Portanto, Jader encontra-se muito bem de saúde.

Post de 

10 Comentários

  1. anonimo

    25 de março de 2013 - 08:13 - 8:13
    Reply

    Bom senso levantar suspeitas sobre pessoas ou entidades sem indicios e imoral e covarde.Quanto eu estar envolvido posso lhe adiantar que não sou barnabe e nem preciso de favores de nenhum.

  2. bom senso

    23 de março de 2013 - 11:19 - 11:19
    Reply

    Eu poderia te responder da maneira que tu merece o anônimo. porém não vou descer a teu nível, no entanto posso te afirmar que não sou polícia pra apresentar provas do que citei neste espaço, pois se vc usar sua pouca inteligência veras que não apontei pessoa é sim fatos que presenciei e fui convidado a participar e não compactuei. investigar e constatar e por parte das autoridades competente toma cuidado pra tu na ta envolvido nisso.

  3. anonimo

    23 de março de 2013 - 07:31 - 7:31
    Reply

    De Bom Senso voce não tem nada pois acusa sem apresentar provas ou testemunhas. Se manca ô cara.

  4. Bom senso

    22 de março de 2013 - 20:37 - 20:37
    Reply

    Caro Gilsim nao tenho duvidas do seu interesse em desarticular essas e outras bandalheiras existentes em meio as administracoes, mais infelismente nao posso fazer muito alem de citar o que se ver em especifico n’aquele orgao, que deveria ser um lugar sagrado por ser procurado para o que eu considero honrado que a procura de emprego. mais posso afirmar que nao e dificil dar flagrante e so saber investigar colocar pessoas comprometidas com a verdade infiltradas para apurar.
    Fico feliz em se declarar em publico contra esses oportunistas!

  5. anonimo

    22 de março de 2013 - 19:10 - 19:10
    Reply

    Lembrei de uma musica que tinha o seguinte refrão:Qui pena,qui pena e completava voce ja não e a minha pequena. Qui pena.

  6. GIlsim Silva

    22 de março de 2013 - 17:40 - 17:40
    Reply

    BOM SENSO, coloco-me a sua disposição como Vereador, (Gab . 19 da CMM de 9:00 as 14:00 hs de Seg. A Sext.) para apurarmos essa denuncia do SINE, concordo com vc e Inresponsavel além do mais desumana e criminosa. Caso confirmado não tenho duvidas que o Prefeito será o primeiro a punir administrativamente os possíveis involvidos.Obrigado Hiroshi, pela oportunidade.Abs

  7. Jorge Antony F. Siqueira

    22 de março de 2013 - 16:33 - 16:33
    Reply

    Caro Hiroshi, infelizmente, para o Pará, é mentira. Por não gostar de Jáder, pelos motivos que todos sabemos, ssim que se confirmou a compra do CT(Jornal) pelo grupo do senador, simplesmente parei de compra-lo. Sei que essa atitude em nada muda o cenario atual. Mas, estarei de bem comigo mesmo, entende ? De mais a mais, embora a aguia velha já esteja rumo à extinção, ela já deu cria(Helder) que por aquí está e anda. E isso, é tambem preocupante, pois sabemos quem é seu professor. É o meu pequeno protesto. 22.03.13, Mba.-PA.

  8. Jesiel Nascimento

    22 de março de 2013 - 15:15 - 15:15
    Reply

    Prezado Bogéa. Sou da ADEPARÁ, trabalho em um posto de fiscalização agropecuária Rio Tocantins e veja só: por não aceitar nenhum tipo de propina, fazer vários autos de infração, condenar carne bovina estragada etc., fazer denúncias contra maus servidores de VÁRIOS ÓRGÃOS que trabalham próximos a nós e outros mais; como punição, os diretores da ADEPARÁ me removeram para um posto na transamazônica sem ao menos me dizerem o porquê; baseados, segundo eles, por alguém que também não me disseram. Do ponto de vista Legal, estão corretos; contudo do ponto de vista MORAL e ÉTICO foram extremamente arbitrários. Estou com as fotografias, gravações, cópias e pensando seriamente em ir (o mais breve possível) ao MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARÁ. Ao fazerem este ato insano, os diretores da ADEPARÁ manifestaram claramente aos DESONESTOS e CORRUPTOS que o “CERTO É FAZER O ERRADO”, uma vez que quem trabalha de forma correta e de acordo com a lei tem que ser penalizado e isolado; removeram-me para um posto de fiscalização agropecuária no meio da Rodovia transamazônica (Itaituba/Rurópolis – Posto BR 163), posto este sem suporte e sem segurança efetiva e absoluta. Sinceramente é, no mínimo, condena-me a morte, uma vez que não aceitaria em hipótese alguma me corromper e nem deixaria de executar a legislação agropecuária que frequentemente vai contra os interesses de políticos e pessoas ricas que pouco se importam com a qualidade dos alimentos (produtos e subprodutos de origem animal e vegetal). O estado do Pará está prestes a conseguir o status de área livre para febre aftosa e um comportamento desse tipo é no mínimo insano, irresponsável e perigoso. Estou triste, magoado, decepcionado e indignado, mas consciente do que eu sou e do eu faço; estou disposto a solicitar que os meus sigilos bancário, fiscal e telefônico e outros mais sejam quebrados. Também estou disposto a recorrer ao Judiciário parauara para ter meus direitos constitucionais garantidos. Acredito, ainda, em um Pará melhor. Acredito no MP paraense e no Judiciário. Acredito em pessoas honestas como vossa excelência. Acredito na blogosfera paraense. Acredito na participação popular. Acredito em um Brasil livre de corruptos e sanguessugas.

  9. Bom senso

    22 de março de 2013 - 14:38 - 14:38
    Reply

    Hiroshi ta havendo uma especie de panelinha nas contratacoes da empresa prestadora de servico pra VALE, envolvendo ate mesmo o “SINE” R$20 e o valor de um cadastro no sine com direito a prioridades nas chamadas de curriculos, pois os servidores infratores se valem de influencia com encarregados de obras e ate mesmo engenheiros, quanto a encarregados ousam a cobrar entre R$ 500 a 800 dependendo do cargo para garantir sua admissao, na empresa “Mendes Junior” pessoas que se deu o trabalho de estar em frente ao sine as 04:00 da manha estao sendo prejudicados com essa irresponsabilidades.

  10. João dos Prazeres da Costa

    22 de março de 2013 - 14:23 - 14:23
    Reply

    Isso deve ser coisa do ínclito Mario Couto, o Catão de Cuiarana.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *