Hiroshi Bogéa On line

Ibama libera EIA-Rima da derrocagem do “Lourenção”

O Ibama, finalmente, liberou o EIA-Rima (Estudo e o Relatório de Impacto Ambiental)  das obras de derrocagem do pedral do Lourenção, no rio Tocantins.

O documento já foi entregue à DTA Engenharia, construtora responsável pelo empreendimento, que consiste em desgastar os pedrais que impedem a navegação de embarcações com cargas durante os meses de setembro a novembro, período em que o rio fica mais raso.

A partir da segunda quinzena de fevereiro, serão realizadas audiências públicas nos municípios de Itupiranga, Nova Ipixuna e Marabá

Após vencer essas etapas, os serviços serão iniciados, logicamente depois do período invernoso.

A navegação permanente na hidrovia Tocantins-Araguaia vai acelerar o desenvolvimento regional para a implantação de um novo conceito logístico que integrará a hidrovia aos modais rodoviário e ferroviário e garantindo o escoamento da produção dos  estados do Pará, Maranhão, Tocantins, Goiás e Mato Grosso.

A rota possui uma capacidade operacional estimada em 20 milhões de toneladas para o ano de 2025 e a posição do porto auxilia na negociação com o mercado europeu e norte-americano.

Como deverá ficar o canal, depois da derrocagem do Lourenção.
Post de 

1 Comentário

  1. Apinajé

    16 de janeiro de 2019 - 14:43 - 14:43
    Reply

    Estou de olho.
    Será?Continuo duvidando da execução desse projeto.
    Outras pedras surgirão pelo caminho.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *