Hiroshi Bogéa On line

Hospital de referência

Há algo diferente no interior do Estado, na área de saúde.
Imagem é do novo Hospital Municipal de Curionópolis, cujas dependências foram percorridas pelo pôster.

Antes da ampliação e reforma completa do prédio, o hospital de Curionópolis era um pardieiro, funil por onde todo tipo de doença infectava seus freqüentadores.

Agora, não! Vai ser referencia de saúde no Pará – pelo menos no interior.

Nem Marabá possui hospital com a estrutura montada em Curionópolis.

A novidade deverá deverá ser entregue à comunidade no início de junho.

Por isso, Wenderson Chamon é o mais bem avaliado prefeito do Pará, com 82% de aceitação da comunidade pobre de Curionópolis.

Jardim de inverno humaniza a convivência dos doentes.
Quase todos os equipamentos sugeridos pelo Ministério da Saúde já foram adquiridos pela prefeitura, que prepara grande festa de inauguração do hospital.
Post de 

3 Comentários

  1. Adriano

    10 de setembro de 2011 - 13:42 - 13:42
    Reply

    Gostaria de saber qual é a ideia destas duas pessoas ‘’médicos’’ que comentaram sobre este hospital citado acima um dizendo que é um recém medico recém-formado e o outro dizendo que é um medico cirurgião plástico experiente, será?
    O importante é que alguém no senário politico esta fazendo o seu trabalho, o que foi comentado por estes dois prováveis medico não é relevante o que é relevante é que a população de Curionópolis-PA vai ganhar muito com este hospital, e profissionais da saúde(médico, farmacêuticos, enfermeiro ,fisioterapeutas e outros ) não está sendo mais impossível contratar bons profissionais que queiram trabalhar no interior, porque o pais esta mudando e consequentemente os profissionais também, ou seja, nos os verdadeiros profissionais da saúde que estamos fazendo o pais mudar para melhor, pela atitude de ir trabalhar e ajudar no desenvolvimento politico, social e econômica de cidades como CURIONÓPOLIS do interior do Para que futuramente será uma cidade do novo estado de ‘’Carajás’’. A região só tera a ganhar em todos os aspectos com esta divisão.
    Eu sou um farmacêutico formado pela Universidade de Uberaba-MG, empresário e futuro medico e fiquei curioso para conhecer a região de CURIONÓPOLIS uma cidade que provavelmente irei conhecer.

  2. Anonymous

    25 de maio de 2010 - 15:33 - 15:33
    Reply

    Caro Hiroshi,

    Algumas colocações do anônimo acima, que parece ser médico, são bastante infelizes.
    Como um médico morar em Curionópolis com sua família? Como toda a população da cidade mora. Médico é parte do proletariado, precisa descer desse pedestal de achar que é melhor que os outros. Correm feito loucos nas capitais com 6, 7 empreguinhos de 1.200,00 por mês e se acham o máximo, bons demais para viverem em Curionópolis, Marabá ou qualquer outro interior.
    Outra é dizer que precisa haver no mínimo TC (tomografia Computadorizada)no Hospital de Curionópolis, como se esse fosse um exame rotineiro. Uma cidade do porte de Curionópolis não tem demanda para um aparelho de TC. O que precisa-se, na verdade, são médicos melhor preparados, que saibam ou se disponham a fazer, no mínimo, uma anamnese bem feita e não fazer uma lista enorme de exames para "se livrar" do paciente.
    Os médicos precisam sim, "cair na real" e viver a vida proletária que se avista para a maioria. Uma pequena minoria, como em todas as profissões como cantor ou jogador de futebol, se dará bem nas capitais. Os demais (milhares) vão ficar amassando barro o resto da vida, fazendo planilhas para pagar as contas no final do mês, fazendo planejamento financeiro para trocar o carro 1.0 por um melhor em 03 anos e aguardar a aposentadoria pelo INSS. Essa é a Realidade que os espera e não o posto de Deus e superiores à população que atendem nas comunidades do interior do Brasil.
    Visitei recentemente todas as instalações do Hospital de Curionópolis e tudo foi feito com esmero e com os equipamentos realmente necessários à demanda da cidade. Parabéns ao Prefeito.
    Detalhe: sou médico, cirurgião plástico, com 25 anos de profissão e naõ poderia deixar de me manifestar para baixar a bola desses recém-formados iludidos.

  3. Anonymous

    25 de maio de 2010 - 11:16 - 11:16
    Reply

    Seria interessante,não fotos de fachada e jardim do hospital,mas, fotos das enfermarias,bloco cirúrgico,salas de obstetrícia(Parto),posto de enfermagem,instalações admnistrativas,sala de espera,salas de atendimento de urgencia e emergencia,etc O pior para Curionópolis não é construir e manter um bom hospital,a questão é: como fazer um médico morar em uma cidade daquelas com sua esposa e filhos,aí complica. Um bom salário nem sempre segura o profissional,trabalhar sem um excelente laboratório,RX,pelo menos TC,além de contar com o suporte de outras especialidades para o bom desempenho da prática médica(cito: Cardiologia,Neurologia e Traumatologia)uma vez que as básicas(Clinica Médica,Ginecologia/Obstetrícia,Cirugia Geral e Pediatria)com certeza já existem no município.Mas,tem que haver um começo,e tudo deve dar certo.Boa sorte.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *