Hiroshi Bogéa On line

HMM realizou mais de 300 mil atendimentos em 2019: 30% dos pacientes são de municípios vizinhos

Um levantamento feito pelo Departamento de Controle, Avaliação e Auditoria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirma que o Hospital Municipal de Marabá (HMM) é a principal referência em atendimento hospitalar no sudeste do Pará.

Até novembro de 2019, a casa de saúde de urgência e emergência realizou só em procedimentos ambulatoriais, 301.790 mil atendimentos. Entre eles, a radiografia é o com maior índice registrado, com 98.788 radiografias realizadas, a maioria de tórax (12.318) e de perna (6.583), destaque também para as radiografias de pé e dedo, joelho e crânio, com mais de seis mil casos, cada.

Outros procedimentos que entram na lista dos mais realizados pelo HMM estão os exames de biópsia, mamografia e ultrassonografia. No caso das urgências em atenção especializada foram mais de 63 mil atendimentos. E as consultas médicas somaram 12.605.

O levantamento revelou ainda que até setembro de 2019, o hospital registrou 3.806 internações, destas 1.181, ou seja, 31,03%, foram de pacientes oriundos de outros municípios.

O gestor clínico do HMM, Ednaldo Pereira Araújo, observa que existem pacientes que chegam à casa de saúde sem a regulação, e isso reflete na demanda.

“Isso acarreta um aumento na despesa do município com saúde porque se tem um número a mais de pacientes para serem regulados, eles acabam aumentando o número de cirurgias e internações. Mas o hospital vem lidando com isso da melhor forma possível”, destaca o médico.

Seu Osvaldo Pereira dos Santos, 60 anos, está internado no HMM com quadro de pneumonia. O lavrador do município de São Domingos do Araguaia veio para Marabá, trazido pela irmã, por acreditar que teria boa assistência.

“Até agora eu não tenho do que reclamar. Tô sendo bem atendido”, comentou.

A irmã de seu Osvaldo, Ana Maria Tavares explica que o HMM já é uma referência para a família, até pela proximidade de casa.

“É onde a gente encontrou uma solução. Ele estava muito mal, pneumonia muito forte, o pulmão todo tomado de líquido, não estava comendo. Aqui nunca faltou a medicação, tomou soro, foi feito raio-x, exames de sangue, dreno, e de lá pra cá ele só melhora”, ressaltou a costureira.

Por falar em pacientes de cidades vizinhas, no ranking dos 20 municípios com maiores registros de pacientes no Hospital Municipal de Marabá estão:

 

1º lugar – Itupiranga
2º lugar – São Domingos do Araguaia
3º lugar – Nova Ipixuna
4º lugar – São João do Araguaia
5º lugar – Rondon do Pará
6º lugar – São Geraldo do Araguaia
7º lugar – Dom Eliseu
8º lugar – Eldorado dos Carajás
9º lugar – Parauapebas
10º lugar – Bom Jesus do Tocantins
11º lugar – Curionópolis
12º lugar – Abel Figueiredo
13º lugar – Palestina do Pará
14º lugar – Jacundá
15º lugar – Novo Repartimento
16º lugar – Brejo Grande do Araguaia
17º lugar – Piçarra
18º lugar – Canaã dos Carajás
19º lugar – Goianésia do Pará
20º lugar – São Félix do Xingu

 

Outras cidades de estados vizinhos também aparecem na lista de pacientes. É o caso de Imperatriz e São Pedro da Água Branca, ambas do Maranhão, Araguaína, Araguatins e Augustinópolis, todas do Tocantins.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *