Hiroshi Bogéa On line

Greve já é realidade na Polícia Militar

 

 

No 4o Batalhão de Polícia Militar, em Marabá, por mais alguns esclareçam não haver nenhuma manifestação de paralisação das atividades da tropa, o clima é de boicote ao trabalho. Pelo menos foi isso o que uma fonte acaba de repassar ao blog, pelo celular, comentando a disposição dos militares permanecerem aquartelados.

Em Belém, não há “clima” de greve. A paralisação já é explícita, pelo menos dentro de alguns quartéis.

As negociações do governo com representantes da PM prosseguem por todo o dia de hoje.

O governo chegou a oferecer, em algumas situações, reajuste salarial de até 20%, escalonado.

A classe rejeitou.

Post de 

5 Comentários

  1. joao victo holanda

    19 de janeiro de 2012 - 21:57 - 21:57
    Reply

    Se os militares do estado tirarem a segurança do governador, rapidamente ele seria obrigado a negociar com os grevistas. Este governo tem pernas de barro e não sabe o que diz, os militares sabem disso. O povo que paga não pode pagar por incompetência adiministrativa.

  2. Marabaense assustado

    19 de janeiro de 2012 - 15:39 - 15:39
    Reply

    Hiroshi,

    A PM em Marabá já está em greve, aqui na Nova Marabá, próximo à Big ben alguns policiais estão fechando a rua e badernando.

  3. anonimo

    19 de janeiro de 2012 - 15:34 - 15:34
    Reply

    A tendencia do Estado do Para e a insolvencia pois não houve dinheiro para pagar os professores,não existe dinheiro para resolver nem o problema das favelas de Belem que tirando o centro o restante e uma grande favela,a policia militar e civil da ate pena de ver o contracheque dos mesmos onde um sargento tira menos que 1.500 reais,na saude o unico remedio para quem precisa e pegar um onibus ou avião e ir para Terezina, Araguaina,Rio ou São Paulo. E tiveram a capacidade de dizer NINGUEM DIVIDE O PARA.

  4. Franca

    19 de janeiro de 2012 - 13:51 - 13:51
    Reply

    So para ser ter uma ideia:Dinheiro a ser gasto em propaganda em 2012 -> mais de 40 milhoes,Dinheiro a ser gasto pela sespa em salgadinhos em 2012 -> 14 milhoes,Dinheiro desviado pela Alepa -> mais de 200 milhoes,Dinheiro a ser gasto em aluguel de viaturas pela Segup em 2012 -> + de 20 milhoes,Sem falar nos Milhoes para contratar temporarios, que é inconstitucional, e nomeacao de DASE tem cara de pau que vem dizer q nao tem dinheiro….

  5. George Hamilton Maranhão Alves

    19 de janeiro de 2012 - 13:17 - 13:17
    Reply

    Há que se fazer bom senso entre o que se quer e o que se pode pagar. O governo do Estado tem de mostrar às claras, até onde pode reajustar salários, sem os entraves de ordem econômica e jurídica.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *