Greve de professores deixa mais de 50 mil sem aula

Cerca de 54 mil estudantes de Marabá devem ficar sem aula durante as próximas semanas.

A greve dos professores formalizada pelo Sintepp pretende deixar as escolas fechadas por tempo indeterminado.

Educadores iniciaram o movimento paredista exigindo a manutenção do antigo PCCR  (Plano de Cargos e Carreira), que foi cortado pelos vereadores do município .

A sessão que retirou o direito dos professores foi realizada na semana passada e causou confusão na Câmara de Marabá.

Com faixas e cartazes, a categoria invadiu a sessão e tentou obstruir a sessão. A Polícia Militar foi acionada para controlar a confusão.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Marabá disse que o diálogo está aberto com a categoria.