Hiroshi Bogéa On line

Governo entrega mais uma ponte no Estado

ponte

Depois de inaugurar a ponte sobre o rio Igarapé-Miri, Simão Jatene inaugurou uma das obras mais aguardadas do oeste paraense – a ponte  sobre o Rio Curuá, na PA-254, garantindo não apenas a mobilidade das oito mil famílias que moram próximas a este trecho da rodovia, mas a união entre Alenquer e os principais municípios da Calha Norte, desde Prainha até a cidade de Oriximiná.f

A ponte “José Rafael Valente”, com extensão de 370 metros de extensão, foi inaugurada na manhã deste sábado (26), com a presença do governador Simão Jatene, secretários, deputados, prefeitos e uma multidão de moradores do município de Alenquer.

Com o investimento de quase R$ 14 milhões, a obra já traz melhorias imediatas para as comunidades que moram próximas a ponte. Entre o período em que antiga ponte de madeira desabou e a inauguração da nova estrutura, a população sofreu com a travessia irregular dos balseiros. Em seu discurso, Simão Jatene ressaltou a importância para os moradores que esperaram quase quarenta anos pela obra definitiva da ponte, que garante a união das comunidades e municípios das duas margens do Rio Curuá.

“Eu acho que isso aqui é mais do que uma ponte, este é o resgate e o reconhecimento de uma gente trabalhadora, que não se cansa de lutar e acreditar que pode até demorar, mas vai vencer sempre. Eu quero agradecer cada paraense, pois temos aqui um pedacinho do seu imposto nessa ponte. Para mim, essa é a coisa mais importante. Na verdade, ninguém constrói uma ponte dessa sozinho, então é preciso do esforço de muitos”, disse o governador.

Esta é a terceira ponte de grande porte inaugurada em pouco mais de um ano pelo Governo do Estado. Há duas semanas o governador Simão Jatene entregou a Ponte Igarapé-Miri, no Baixo Tocantins. E, em 2014, a vida de milhares de pessoas do nordeste paraense mudou com a inauguração da ponte sobre o rio Capim, que fica no município de Aurora do Pará, entre Mãe do Rio e Concórdia do Pará.

Jatene também agradeceu aos os trabalhadores que se empenharam para a conclusão da obra. “Quero agradecer aos trabalhadores, a todos que contribuíram, que passaram por aqui dando um pouco do seu suor para que esse sonho se tornasse realidade. Por isso, quem deve agradecer aqui sou eu a cada um e a todos pela participação, pela presença e pelo carinho que nos impulsiona e nos dá força”, declarou Jatene.

Antes da ponte, os moradores de comunidades próximas e de outros municípios dependiam das balsas para fazer a travessia. O transporte ocorria de maneira ineficaz para as necessidades dos moradores e prejudicava a mobilidade entre as vilas, o comércio, além do transporte de bovinos, hortaliças, frutas e demais produtos da agricultura familiar, que chegavam com dificuldade ao centro da cidade de Alenquer. Com a nova ponte, essa realidade mudou e os produtores comemoram a possibilidade de escoar a sua produção sem transtornos. (Fotos de Antonio Silva)

Ponte 2

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *