Hiroshi Bogéa On line

Garimpos clandestinos são fechados em Itaituba

A operação ‘Amazônia Viva’ deflagrada neste mês para combater a mineração  e a retirada ilegal da floresta ilegal está ocorrendo em quatro pontos do Pará, atingindo exatamente 10 municípios com taxas elevadas de desmatamento. São eles: Uruará, Medicilândia, Brasil Novo, Placas, Itaituba, Trairão, Novo Progresso, Castelo dos Sonhos, São Félix do Xingu e Altamira.

Ontem, as equipes da Força Estadual de Combate ao Desmatamento Ilegal fecharam dois garimpos clandestinos, apreenderam uma retroescavadeira, armamentos, munições e três motosserras, além de motores utilizados na lavra de minério.

A ação, que começou no domingo (21) e foi concluída na manhã desta segunda-feira (22), faz parte da operação ‘Amazônia Viva’.

Quatro pessoas também foram detidas e encaminhadas a delegacia.

No primeiro garimpo foram encontrados e apreendidos duas motosserras, um revólver calibre 38 acompanhado de cinco munições do mesmo calibre, uma espingarda calibre 16 e 03 munições do mesmo calibre.

Nenhum objeto tinha documentação que comprovasse a posse.

No segundo ponto de garimpo ilegal, foram apreendidas duas espingardas, sendo uma de calibre 20 (com 10 munições) e uma calibre 28 (com 03 munições).

Com esta ação, sobe para três o número de garimpos fechados que exploravam ouro clandestinamente na região de Itaituba, em áreas próximas a Unidade de Conservação Floresta Nacional do Crepori.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *