Hiroshi Bogéa On line

Evangélicos solidarizam-se com promesseiros do Círio

 

 

Está no portal do Diário do Pará:

 

 

Evangélicos prestam serviços no Círio de Nazaré

O clima de amor e fé do Círio de Nazaré, atinge barreiras além das religiões e suas crenças. Com origem católica, o Círio mobiliza também integrantes da Igreja Evangélica.

Membros da Assembléia de Deus, uma das mais tradicionais entre as Evangélicas, participam do Círio de Nazaré ajudando os romeiros que seguem a Berlinda pelas ruas da capital paraense.

Cerca de 150 pessoas se mobilizaram para prestar assistência médica e nutrir os fiéis, com alimentos e fornecimento de água.

A concentração do grupo está localizada na esquina da Dr. Moraes e deve prestar os serviços até o final da procissão.

Apesar de não ser da tradição da Igreja, cultuar imagens, o grupo comandado por um pastor se mobiliza para prestar o amor ao próximo, um dos mandamentos do cristianismo e que está sendo aplicada na maior festa religiosa do mundo.

Post de 

3 Comentários

  1. Claudenor Peixoto

    16 de outubro de 2012 - 01:41 - 1:41
    Reply

    Pobre de você, Marabá terra bendita.
    Na verdade, você precisa aprender mais sobre a nossa fé. Precisa aprender aquilo que professamos. O católico não adora imagens. O católico venera os santos. Existe uma diferença entre adoração e veneração.

    Adorar = Prestar culto a algo ou alguém.
    Venerar = Reverenciar, fazer memória, ter grande respeito…

    A adoração ocorre quando existe um culto no qual é envolvido um sacrifício. Se você pegar o Antigo Testamento, vai encontrar várias passagens bíblicas que mostram que quando os judeus iam adorar, ofereciam algum animal em sacrifício a Deus. Esse tipo de sacrifício é conhecido como “sacrifício cruento”, ou seja, com derramamento de sangue. Ao morrer por nós, na Cruz, Jesus se ofereceu em sacrifício por nós. Ofereceu sua Carne e o seu Sangue. Por isso, o chamamos de Cordeiro de Deus. Na celebração da santa Missa, nós renovamos (tornamos novo) esse sacrifício. Porém, no momento da Celebração Eucarística há o “sacrifício incruento”, ou seja, sem derramamento de sangue.
    Quando adoramos o Santíssimo Sacramento, adoramos o próprio Corpo de Cristo, e o fazemos somente em virtude do santo sacrifício da santa Missa, por meio do qual o pão se transforma no Corpo de Cristo e o Vinho se transforma no Sangue de Nosso Senhor. É por isso que, muitas vezes, ouvimos a Igreja nos dizer que o maior culto de adoração é a santa Missa. Não existe adoração sem sacrifício.

    Já a veneração é semelhante àquilo que os filhos têm para com os pais, quando pedem algo a estes, elogiando-os, agradecendo-os… Fazem isso porque admiram, respeitam e amam os pais.

    Então quando alguém, – que não conhece o real sentido da adoração –, vê um católico venerando um santo, acaba o acusando de fazer algo a uma criatura que, segundo ele, só caberia ao Criador. Isso acontece porque eles não vivem a real dimensão da adoração.

    Adorar: somente a Deus. Prestar culto: somente a Deus.

    Mas venerar? Venere, sem medo, a todos os santos e santas de Deus.

    Não existe pecado nisso.

  2. marabá terra bendita

    15 de outubro de 2012 - 10:45 - 10:45
    Reply

    ora, ora, ora! Venerar é adorar e Deus diz que somente Ele deve ser adorado. Jesus morreu na cruz para nos trazer a salvação e Maria leva as glórias, segundo a concepção dos católicos. Isso é demais! Ela é a mãe do Salvador e as glórias devem ser dadas a Jesus.

    Essa idolatria à Maria já está tão exarcerbada q até a corda do Círio está chegando ao mesmo nível de adoração. Pessoas guardam a corda do Círio como amuleto. Isso é chamado de quê?

  3. Claudenor Peixoto

    14 de outubro de 2012 - 13:16 - 13:16
    Reply

    Hiroshi e caros amigos, Parabens pela reportagem e parabéns a este pastor evangélico que entendeu o sentido do evangelho. Só gostaria de esclarecer que nós católicos não cultuamos imagens como a reportagem está citando. O catolicismo venera a mãe de Jesus por entender que Maria é uma mulher especial. A imagem apenas representa Nossa Senhora em nenhum momento nossa fé fala em cultuar imagens de Santos. Essas imagens são como uma fotografia que vem nos lembrar e recordar de alguém que foi importante pra nos e nossa igreja. Cultuar imagens e pecado e Deus abomina tal prática. CATOLICO VENERA E ADORA SOMENTE A DEUS.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *