Hiroshi Bogéa On line

Estado do Pará teve alta de 1,74% na geração de empregos formais

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA) divulgou levantamento sobre postos de trabalhos no setor formal da construção civil no Pará de janeiro a setembro deste ano.

O estudo mostra crescimento de 1,74% na geração de empregos formais. Foram, feitas no setor, em todo o Pará, 35.608 admissões, contra 34.482 desligamentos, gerando um saldo positivo de 1.126 postos de trabalhos.

O departamento também divulgou balanço sobre o tema especificamente sobre setembro, a partir de dados do Ministério da Economia. Houve crescimento de 1,42% na geração de empregos formais.

Foram feitas, sem setembro, em todo o Estado, 4.261 admissões contra 3.342 desligamentos, gerando um saldo positivo de 919 postos de trabalhos.

No mesmo período do ano passado, o setor no Pará também apresentou saldo positivo superior de empregos formais, com saldo positivo de 1.478 postos de trabalhos.

Em relação aos Estados da região Norte, em setembro de 2019, Dieese aponta que todos apresentaram saldos positivos, com destaque o Estado do Pará em postos de trabalhos:

  • Pará – 919
  • Rondônia – 271
  • Roraima – 260
  • Amazonas – 240
  • Acre – 85
  • Tocantins – 36
  • Amapá – 7

O estudo, além de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged/Ministério da Economia), tem parceria com o governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *