Hiroshi Bogéa On line

Empresário reúne provas contra Maurino

Um suposto caixa dois ameaça tirar a prefeitura das mãos de Maurino Magalhães.

Pedido de cassação do mandato eletivo do prefeito de Marabá foi protocolado hoje, no final da manhã, para despacho do juiz Cristiano Magalhães, que deverá encaminhar a peça para o Ministério Público se manifestar.

Como há resolução do TSE, aprovada em março deste ano, extinguindo o prazo de até 15 dias contados da diplomação, para o pedido de cassação de diplomados, a ação têm tudo para prosperar, conforme garantiu há pouco um advogado de Marabá, dependendo da qualidade das provas inseridas no contexto da ação.

Maurino Magalhães está sendo acusado de prática de caixa dois, durante a campanha eleitoral de 2008, por um grupo de financiadores residentes em Parauapebas, tendo à frente o comerciante Abimael, que teria reunido cópias de cheques assinados por ele, recibos e uma série de outros documentos, totalizando montante de mais de R$ 800 mil, excluídos da prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral pela coligação partidária que elegeu o atual prefeito marabaense.

Ao TRE, Maurino prestou contas dos gastos da campanha eleitoral algo pouco superior a R$ 800 mil, quase o mesmo valor do caixa dois indicado na ação.

O blog continua apurando. Mais detalhes, a qualquer momento.

Post de 

11 Comentários

  1. carmem

    1 de setembro de 2010 - 14:29 - 14:29
    Reply

    bom dia ! hiroshi meu nome e carmem moro no vale itacaiunas em marabá conherço o prefeito a mais de 15 anos tenho a plena certesa de que tudo que falam sobre ele um dia vira a resposta certa, digo mais ainda que quem esta sofrendo com tudo isso e a população somos nós que deixamos de receber os benefícios de que de fato e nosso dever
    quando tudo isso acontece fico triste pois vejo que certos políticos em ves de esta ajudando a população estão ai buscando provas de mentiras pra tenta conquistar aqueles de mente fraca ,aqueles que em vez de buscar a verdade buscam falças verdades,
    quero muito que tudo isso acabem que nos possamos realmente ter aquilo que acreditamos
    o prefeito dos pobres, dos humildes, daqueles que realmente acreditam nele.
    aproveitando o espaço eu deixo a aqui a minha unica queixa do governo. maurino magalhães de lima ;
    " porq ? os funcionários do tiao ainda estao no goveno " porq?
    quando todo fala que ele nao serve pra governar o maurino fala que eles sao amigos. porq?
    mim-ajuda a busca essa resposta.

    eu sou irma da igreja busco a verdade e sei que falam que Você hirshi sempre anda com a verdade.
    então descubra a verdade sobre isso pra mim .

  2. Hiroshi Bogéa

    25 de setembro de 2009 - 17:49 - 17:49
    Reply

    Secult, na hora que o deputado Salame ler teu comentário, ele te responderá a indagação. Costume dele é não deixar ninguém aqui no blog – e em outros -, sem respostas.

  3. Anonymous

    18 de setembro de 2009 - 19:52 - 19:52
    Reply

    Quem é esse Abimael? Será que é aquele do garimpo das pedras que tomou dinheiro emprestado de um outro empresário de parauapebas, que por sua vez tomou emprestado do tal LULA empresário de Brasilia (que não é o presidente)?

  4. Anonymous

    18 de setembro de 2009 - 16:02 - 16:02
    Reply

    Ao anônimo desavisado das 10h58: o TSE, por unanimidade, decidiu em março último que em caso de caixa 2não existe mais prazo pra entrar com pedido de cassação de registro. E as denúncias do tal do Abimael são de caixa 2. Tudo provado, documentado, fotografado. O TSE aprovou a medida mas ainda não encontrou um caso para dar exemplo. Quem sabe o Maurino não vai ser pioneiro nesse caso.

  5. Anonymous

    18 de setembro de 2009 - 15:26 - 15:26
    Reply

    Dize-me com quem andas e te direi quem és;Quem se junta aos porcos, farelo come; Quem cospe no prato que come um dia ainda morre de fome. A maioria esmagadora das pessoas que deram a cara a tapa em favor da eleição do Maurino, depois da eleição foram esquecidas por ele que preferiu se cercar da velha e tradicional banda podre. Eu quero é que ele se ferre.

  6. Anonymous

    18 de setembro de 2009 - 14:37 - 14:37
    Reply

    Hiroshi, existe a participação de uma vereadora de Marabá nessas denuncias contra o prefeito Maurino, inclusive ela anda desde Janeiro insunuando 'algumas coisas' a servidores da Prefeitura, perguntando, especulando, enfim 'mariscando' atos e fatos sobre o prefeito e secretários, principalmente sobre um da área financeira.

  7. Anonymous

    18 de setembro de 2009 - 13:58 - 13:58
    Reply

    Coitadinho deste empresário, Ingressou com processo que nasceu morto porque fora do prazo, e ainda pode pegar uma condenação por litigância de má-fé. Isso aí já deve ser desespero de uns poucos derrotados nas urnas que ainda não superaram 2008, ou já tão com muito medo das eleições de 2010. Vão trabalhar!

  8. Anonymous

    18 de setembro de 2009 - 13:57 - 13:57
    Reply

    Todo mundo anda falandoa a boca miuda que realmente exitiu um caixa dois na campanha do Maurino, vamos ver se às denuncias que foram protocoladas estão com embasamento legal, e se estiverem o Ministério Público irá ter coragem de recomendar a cassação do registro de candidatura do prefeito. O mesmo diz que este Ministerio Público esta lhe perseguindo será verdade? ou é uma forma de se defender contra atacando? para desviar o foco?
    Carajaense

  9. Cabelo Seco

    18 de setembro de 2009 - 13:42 - 13:42
    Reply

    Denuncio pq o Maurino não lhe deu nenhuma secretaria?

    De qualquer forma fez a coisa certa pelos motivos errados

  10. Anonymous

    18 de setembro de 2009 - 12:17 - 12:17
    Reply

    Meu amigo se for procurar caixa 2 na politica brasileira não fica um politico no poder. Todos tem esquema, sem exceção.

    Os empresarios em questão financiaram não só maurino mais varios politicos que tinham grande potencialidade de ganhar visto que foram encomendadas pesquisas de opinião publica por estes empresarios e estes sabiam de acordo com as pesquisas quem tinham maior possibilidade de vencer.

    Há varios empresarios de parauapebas e região nesta máfia.

    Resumindo, chegaram até estes candidatos e fizeram a oferta em troca de grandes beneficios a eles ou empresas de fachadas que eles indicariam. Grandes, muito grandes.

    Para voce ter uma ideia eles nem querem o dinheiro de volta, eles querem é contratos por 4 anos ou até 8 anos dependendo da competencia do gestor. ESPERTINHOS.

    Agora se é uma faca de "dois legumes" tanto o gestor quanto os caras que deram a grana por debaixo do pano vão responder.

    Nenhum empresario de bom senso faz isto, somente algum desesperado que é o caso destes.

    Foi um tiro no proprio pé.

  11. Anonymous

    18 de setembro de 2009 - 01:28 - 1:28
    Reply

    Não só cassar, mas prender e expropiar os bens dos financiados e financiadores.

    A denúncia é uma clara confissão de crime eleitoral e sabe-se lá mais de quais artigos.

    O muro tá baixo em Marabá.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *