Hiroshi Bogéa On line

Educadores de Marabá denunciam desvio de função de ônibus escolares

Grupo de educadores contatou o blog para denunciar a secretaria de Educação de Marabá pela cessão de ônibus escolares do município para uso em evento privado.

De acordo com professores, a 1ª Corrida Universitária de Marabá, promovida pela Unopar e Uepa, recebeu apoio logístico da secretaria através da utilização dos ônibus escolares que integram a frota de Marabá do Programa “Caminho da Escola”, criado em 2007 pelo governo federal, e que se destina exclusivamente, conforme regimento que  regulamenta o programa, ao transporte de alunos do ensino Fundamental e  pré-escolar.

“A prefeitura retira direitos dos professores, argumentando a necessidade de cortar gastos do setor, e não se envergonha de jogar nas ruas  ônibus adquiridos com recursos federais, oferecendo apoio logístico a um evento que tem uma universidade privada envolvida em sua organização”, diz um dos denunciantes, questionando  custos com abastecimento dos veículos “e outras ônus financeiros provenientes da movimentação da frota”.

O blog apurou a participação também da prefeitura de Itupiranga na cessão de ônibus escolares, mas a maioria dos veículos estampava  placas de Marabá.

“O transporte escolar, ao ser reconhecido como modo de efetivação do direito à educação, foi erigido à categoria de direito fundamental social. Por isso, o dever de sua prestação pelo poder público deve seguir, irrestritamente, o que rege a legislação, que não faculta a sua liberação para outros fins”, explica um dos professores em contato com o blogueiro.

A 1ª Corrida Universitária foi idealizada pela Unopar e Universidade Estadual do Pará.

O blog está aberto aos esclarecimentos da secretaria de Educação.

 

Nota do blog: fotos foram cedidas pelos próprios denunciantes.

Post de 

2 Comentários

  1. Anônimo

    31 de maio de 2017 - 20:05 - 20:05
    Reply

    Sobre o ônibus de Itupiranga não sei os motivos de estar no evento, mas sobre o microonibus escolar de Marabá, precisamos esclarecer seus motivos no local.
    O microonibus em questão realiza o deslocamento de alunos com deficiência visual do centro de apoio pedagógico para deficientes visuais e no referido evento os alunos estavam participando da corrida, motivo do microonibus no local. A participação dos alunos em diversos eventos que promovam o incentivo ao esporte deve ser apoiado visando a autonomia das pessoas com deficiência e também sua plena participação nos diversos espaços da sociedade. Deste modo, não vejo o fato motivação para denúncia, uma vez, que os servidores estavam a serviço do CAP em atendimento e apoio às pessoas com deficiência visual. Vale frisar, que os alunos em questão tiveram sua inscrição gratuita devido o olhar social dos organizadores.

  2. Maria Caldas

    30 de maio de 2017 - 16:28 - 16:28
    Reply

    Uma vergonha esse governo que se dizia o novo. Em menos de 5 meses já é pródigo emas noticias ruins.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *