Hiroshi Bogéa On line

Desvio de recursos públicos leva PF à Abaetetuba

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (20), em parceria com o Ministério da Transparência, Controladoria-Geral da União (CGU) e a Receita Federal, a Operação Hospitator, no município de Abaetetuba.

Ao todo estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão temporária em órgão públicos, empresas, escritórios de contabilidade e residências dos envolvidos.

A operação teve o objetivo de investigar o desvio de recursos públicos federais destinados as áreas de educação, saúde e assistência social realizado através de fraudes em processos licitatórios realizados pela Prefeitura Municipal de Abaetetuba, no período de 2009 a 2016.

As investigações tiveram início com a apuração de desvio de verbas federais por duas empresas que tinham convênio e contratos com a prefeitura municipal. Após diligências, constatou-se que existia uma rede de empresas e escritórios de contabilidade que atuavam, com anuência de servidores públicos, para vencer ilicitamente licitações.

Aproximadamente 25 empresas estão envolvidas no esquema criminoso, várias ligadas à família da ex-gestora municipal, que receberam aproximadamente R$70 milhões da Prefeitura de Abaetetuba/PA, durante os seus mandatos.

Os presos serão ouvidos na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal no Pará e ficarão à disposição da Justiça Federal. Todo o material apreendido será analisado e periciado na busca de provas e evidências que confirmem os crimes contra a Administração Pública e de Lavagem de Dinheiro no município de Abaetetuba.

*“Hospitator” é uma expressão que em latim significa hospedeiro, fazendo referência à atuação prologada do grupo criminoso na administração do município.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *