Hiroshi Bogéa On line

CPI do HSBC: Paulo Rocha pede garantias para acessar documentação de Hervé Falciani

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o escândalo de evasão de divisas por meio de contas secretas abertas por brasileiros no HSBC da Suíça – CPI do HSBC, senador Paulo Rocha (PT-PA), e os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Ricardo Ferraço (PMDB-ES), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Ciro Nogueira (PP-PI), pediram ao procurador-geral da Republica, Rodrigo Janot, para o compartilhamento dos dados encaminhados pelo governo da França à PGR e Receita Federal.

Durante reunião com Janot, os parlamentares resaltaram que tais dados vão ser importantes para a continuidade das investigações na Comissão.

O responsável pela denuncia da fraude fiscal bancária que favoreceu mais de 8 mil correntistas brasileiros na filial suíça do HSBC, engenheiro de sistemas de informática, Hervé Falciani, garantiu em audiência publica, que fornecerá toda documentação para CPI do senado.

O impedimento é que, antes, o compartilhamento precisa ser autorizado pelo governo francês, de acordo com o que estabelece a legislação daquele país.

O procurador-geral se mostrou muito receptivo ao pleito dos parlamentares e disse que reforçará o pedido formal à França para que possa compartilhar os dados com a CPI do HSBC, e vai mais uma vez, explicar que no Brasil as comissões de inquérito no Congresso têm poderes judiciais.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *