Hiroshi Bogéa On line

Coordenador da carreata barrada pela PM em Belém tinha o licenciamento do veículo vencido desde 2015

Além de insensato, burro.

É assim que pode ser descrito o condutor do veículo que tentou puxar uma carreata neste doningo, 29, em Belém.

O veículo que puxava a carreata era uma caminhonete cabine dupla e estava com o licenciamento vencido desde o ano de 2015.

O valor devido só em multas, totaliza R$ 22.322,36.

O carro foi encaminhado para o pátio de retenção do Departamento de Trânsito do Pará e só será liberado mediante pagamento das pendências.

Os dados dos demais veículos foram levantados e irão passar por verificação.

De acordo com Marcelo Guedes, diretor geral do Detran do Pará, o veículo só será liberado quando todas as dívidas forem pagas.

“Esse carro só sairá do parque de retenção se o proprietário pagar esse valor. Foi acordado também que o valor dessas multas será revertido, integralmente, para as ações de combate ao novo coronavírus”, explicou Marcelo Guedes.

Com o valor das multas é possível comprar cerca de 550 caixas de luvas cirúrgicas (com 10 unidades cada) e cerca de 280 caixas de máscaras cirúrgicas (com 10 unidades cada), que auxiliarão nas ações de combate ao novo coronavírus no Pará.

Post de 

1 Comentário

  1. Joao

    29 de março de 2020 - 23:18 - 23:18
    Reply

    O direito de livre liberdade de expressão não pode ser tímido. Quanto a pessoa com licenciamento do veículo atrasado este deve sofrer as penalidade previstas na legislação vigente.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *