Hiroshi Bogéa On line

Companheiros hostis

Em função da instabilidade na diretoria mais importante da Sema (Planejamento Ambiental), entre outras questões de caráter administrativo, é que se acumulam no ímã da burocracia os processos de licenciamento de importantes projetos de atividades produtivas do Estado. Para dizer não à morosidade do órgão, a Fetraf (Federação dos Trabalhadores na Agricultura familiar) decidiu parar o Sul do Estado, conforme registra a coluna do Diário.
Na tarde de ontem, o pôster conversou demoradamente com o diretor de Políticas de Meio Ambiente da Fetraf, no Pará, Antonio Lopes Neto, recolhendo a impressão de que o bom relacionamento da entidade com o governo tem o seu marco regulatório. “É inadmissível uma secretaria de Estado emperrar a vida de tanta gente como vem ocorrendo”, disse Antonio.
As estradas a serem bloqueadas pela Fetraf não foram reveladas. Nem a data do movimento que tem tudo para transformar-se na primeira grande manifestação de protesto de trabalhadores rurais contra o governo do PT.

Post de 

2 Comentários

  1. Anonymous

    30 de outubro de 2007 - 16:19 - 16:19
    Reply

    Já tava na hora do Sul do Pará começar a cobrar do Estado um Posicionamento mais proximo da realidade. O GOverno ta travando tudo, sem avaliar os problemas sociais e politicos gerados, além do Economico.
    A Omissão do Governo anterior quanto a questão ambiental, principalmente no que diz respeito ao setor produtivo impactante. Que é possivel construir uma solução racional para a crise, avaliando aqueles que são mais corretos, dos verdadeiramente picaretas. Oportunizando assim uma variavel que pode ser usada na liberação das licenças

  2. Anonymous

    30 de outubro de 2007 - 15:54 - 15:54
    Reply

    É verdade essa nota sua Iroxi. A fetraf está se reunindo desde a semana passada. Novidades pela frente

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *