Hiroshi Bogéa On line

Colunista social de Belém destila ódio contra pobres

Destilando fel no Instagram
Destilando fel no Instagram

Ainda repercute nas redes sociais  post da colunista social do jornal O Liberal, Yáskara Cavalcante,  desejando aos  eleitores que reelegeram a presidente Dilma Rousseff (PT)  “tudo de ruim pra essa gente pobre e ignorante”.

Em outro parágrafo da nota, a “colunista”  se diz aliviada pelo fato “da minha filha mais velha estará deixando esse país de ratos e porcos em alguns meses”, e que a “mais nova vai em alguns anos”.

A moçoila-mãe deveria aproveitar  o embalo para ir juntas, se possível, carregando, também, a tiracolo, o cantor Lobão.

Esse tipo de “jornalista”, o Brasil abre mão, porque  só contribuiu com mazelas  ao atiçar  o fofoquismo das madames em  beira de piscinas.

Na eleição que reelegeu Dilma, houve violência para todos os gostos.

Os gays foram achincalhados porque… são gays.

Mulheres sofreram  violência porque… são mulheres.

Nordestinos  chamados de paraíbas quase como um elogio carinhoso, ou como símbolos de sinais preocupantes de perda de seiva de um partido.

Agora, a colunista de O Liberal escancarou o ódio aos pobres – porque a maioria do povo brasileiro reconduziu o PT para mais um mandato presidencial.

Se a direção do jornal O Liberal não compartilha   com esse tipo de intolerância e preconceito,  registrado no texto da moça nas redes sociais,  o demitiria na hora.

Um veículo de comunicação de massa não pode ter entre seus quadros a extensão do reacionarismo demonstrada por essa mulher.

Na tese da cordialidade do brasileiro (eternizada pelo historiador Sérgio Buarque de Hollanda nos anos 1930), seríamos o país da generosidade, da civilidade, da hospitalidade gratuita – a terra do coração. Negando a violência, a capacidade de manifestar nosso ódio, nosso racismo, nosso ressentimento social, agiríamos pelo coração, passionalmente. Inclusive quando odiamos.

Sérgio Buarque, lá de cima, deve estar bastante decepcionado com as mudanças ocorridas no país, nos últimos doze anos – depois que seguidos governos dos trabalhadores  tiraram cerca de 40 milhões de gente da miséria absoluta, formando nova Classe C.

Aqueles que continuam a ganhar muito – ou se exibem como assim o fossem, não sendo capaz – ao fundo – de honrar nem o aluguel do prédio onde moram –  não suportam ver tanta gente feliz, protegidos por governos populares.

Yáskara faz parte dessa elite desapontada com o riso largo no rosto da empregada doméstica, depois de ter conquistado  seus direitos trabalhistas, patrocinados pelo governo que ela tanto odeia.

O  desconforto é tanto, no lar desses almofadinhas de quinta categoria que eles nem mais conseguem ocultar passagens memoráveis do ódio, do preconceito e de seus  ressentimentos sociais.

Veja  prints das postagens de Yáskara Cavalcante, tanto no Facebook quanto no Instagram.

Yask

Yask 2

Yask 3Yask 4

 

 

Post de 

26 Comentários

  1. Yasmim Pessoa

    25 de janeiro de 2016 - 15:26 - 15:26
    Reply

    Essa pessoa é conhecida por canos em loja e empregadas domésticas, em funcionários de sua “empresa”, ordinária em ponto maior pois já ouvi milhões de conversas da própria se gabando de ter conseguido anunciantes depois de ter dado algo em troca. O tal marido segue a mesma linha pois quem se junta aos porcos… Nunca foi jornalista além de um diploma. Ganha público puxando saco da sociedade Paraense e enganando quem se deixa. Não morra, não vá embora, fique aqui e colha os frutos podres que plantou. Se todas as esposas ” amigas” souberem o que você oferece aos maridos seria linchada em praça pública.

  2. isabel

    27 de dezembro de 2015 - 23:07 - 23:07
    Reply

    Feia e má

  3. SOUZA AGUIAR

    3 de novembro de 2014 - 20:24 - 20:24
    Reply

    GENTE , CONHEÇO ESSA FIGURA HÁ TEMPOS , MORA NUM PRÉDIO MULAMBO NA MARAMBAIA E ANDA EM UM FORD KA USADO , E ATÉ POUCO TEMPO ATRÁS ERA DE BUSÃO , VOCES APENAS ESTÃO DANDO IBOPE PRA ELA , ISTO VIVE ARGOLADA EM DIVIDAS , ASSIM COMO O MARIDO DELA , ELA REALMENTE ACREDITOU QUE É RICA , MAS É MAIS LISA QUE QUALQUER UM AQUI !!!!!

  4. Andressa

    31 de outubro de 2014 - 22:33 - 22:33
    Reply

    É tão rica, mas esquece que mora em um condomínio de prédios super simples, que não tem nem elevador. Muito pobre de opinião essa colunista!

  5. Karla Brito

    31 de outubro de 2014 - 15:19 - 15:19
    Reply

    Quem diria sua mãe sempre lutou trabalhando pra te sustentar e ser alguém na vida mas acho que não foi isso que ela pretendia que vc fosse talvez invés de arrotar grandeza vc deveria tirar ela lá do corvão de São Brás que foi onde vc teve sua infância morando na casa de parentes e ela agora em mora em um QUITINET essa é a realidade de sua família de sua mãe.

  6. Ailton Teixeira

    31 de outubro de 2014 - 15:07 - 15:07
    Reply

    Caro Hiroshi, será que a mesma também poderia está revoltada com o resultado da eleição aqui no Pará? Já que a moça lutava por mudança qual a mudança lhe interessava? Quero ver qual atitude dos Amarelos (ORM) vão tomar sobre as declarações desta boquirroto.

  7. Ana Paula Macedo

    30 de outubro de 2014 - 19:01 - 19:01
    Reply

    Por favor.
    Não diga palavras de que se pode arrepender.
    Desejar o mal a quem não compartilha das suas ideias, não é muito inteligente de sua parte.
    As palavras têm muita força.
    Pobre de quem as usa sem medida.
    Eu, pessoalmente, também não gostei do resultado da eleição. Mas desejar que “o Brasil se exploda” como já li em outro comentário…estamos todos no mesmo barco. Não esqueça disso.
    Também tenho um filho no exterior já há trés anos, mas tenho outro no Brasil. De maneira nenhuma quero que tudo dê errado. Quero que o meu filho, minha nora e os meus netos, se desejam ficar neste País, sejam felizes e possam viver de maneira decente.
    Só nos resta continuar lutando, cada um à sua maneira, para ajudar que tudo se resolva para o bem de todos.
    De uma Mãe que se preocupa (também), mas sabe, pela vida, que o melhor que há a fazer é não se deixar abater.

  8. Patrícia

    30 de outubro de 2014 - 17:48 - 17:48
    Reply

    Penso que esta moça ou senhora, é invejosa, mal amada, metida a rica e não é, pois se fosse agiria como tal, teria tido uma boa educação, não estaria no Brasil trabalhando em um jornal local, e não falaria os absurdos que disse no facebook para milhares de pessoas. Dizem que os pobres são mal ducados por falta de oportunidade, mas e essa jornalista ? Por que é grosseira, irritada, perdeu a cabeça e publicou um discurso, desabafo preconceituoso? já que teve oportunidade de estudar, se graduar e jornalismo, frequenta bons lugares, se diz a cara da riqueza. Sinceramente essa pessoa é alguém que melhorou um pouco de vida e esqueceu suas raízes brasileiras, e não consegue ver uma MULHER chegar ao poder neste país pela 2ª vez, a qual é a sua presidente, isso é fato !!! e não vai mudar !!!! Portanto vá embora de Belém, do calor desta terra, vá e sinta falta do açaí com peixe frito (filhote) e farinha, Suma do Brasil !!!!!! Aproveite e leve o cantor Lobão.

  9. Sarah

    30 de outubro de 2014 - 14:02 - 14:02
    Reply

    Meu Deus gente,lamentável isso. Liberdade de expressao é uma coisa,mas isso é uma pessoa vomitando tudo de mais ruim que tem dentro dela. Ou seja ela está especificamente poooodre,no sentido literal da palavra. A questao nao está na opcao que ela escolheu para votar e sim na forma como ela trata os seus semelhantes. Precisando de Deus e amor no coracao hein minha cara. Eu acho que vc deveria sim ir embora do Brasil junto com sua prole para sentir na pele o que vc está fazendo com os outros brasileiros. Fora do nosso país o buraco é mais embaixo viu querida.

  10. Augusto

    30 de outubro de 2014 - 13:53 - 13:53
    Reply

    Coitada da mãe dessa moça: durante 9 meses carregou em sua barriga tanta inutilidade…

  11. Camilla Martins

    30 de outubro de 2014 - 11:51 - 11:51
    Reply

    Jornalista de fato essa pessoa não é. Vive de fachada, pede desconto em tudo que é loja, come sardinha e arrota caviar. Edita um suplemento pífio – pobres crianças!! Tenho pena das filhas dela, que devem crescer num universo de preconceitos. Espero que no exterior descubram o que é o mundo real – já que a mãe blinda por aqui.
    Liberdade de expressão existe. Agressão e preconceito também.
    E essa zinha diz que pede desculpas pelo que falou. Deveria era sentir vergonha do que pensa!

  12. Franklyn Mastop

    30 de outubro de 2014 - 08:37 - 8:37
    Reply

    Parei de lê os comentários dela quando vi o excesso de reticências. Vai, minha filha, vai embora. Não precisamos de jornalistas como você por aqui.

  13. Tati

    30 de outubro de 2014 - 08:06 - 8:06
    Reply

    Como é triste a decadencia do ser Humano!
    Longe de mim dá licão de moral… Mas se essa “jornalista” eh tãooooooooooooo auto de si assim… A vida dela não vai mudar em nada.. Entrando governo saindo governo nao vai mudar nada… Já que ela pode mandar as filhas p ter Uma vida “melhor” fora do Brasil. Que o faça.. Já esta indo tarde demais.. Talvez a filha a ensine o significado da palavra prconceito na Pratica.. Atraves das suas significativas experiencias… Boa sorte Maskara! Eh isso que vc Põe diariamente p enfrentar o povão que te paga teu salário… Jornalista de Merda!

  14. Ana Castro

    30 de outubro de 2014 - 06:47 - 6:47
    Reply

    O que foi que ela escreveu diferente do que milhares disseram? O bom é que TODOS irão , já estão , pagar a conta igualmente. Ah! E não adianta dizer que votou no PT. Eles não estão nem aí. Querem o nosso dinheiro, isso sim! Quem não puder usar o ar refrigerado que use ventilador. A conta de luz vai subir. Ui! Se nem puder pagar pelo uso do ventilador que sinta muiiiiito calor mesmo

  15. Roberta Bastos

    30 de outubro de 2014 - 02:26 - 2:26
    Reply

    cada um com a sua opinião, mas também foi demais! espero que a mesma mude de pais com a sua família inteira, para assim ser feliz e todos ganhamos! Pois pessoas assim não nos representam em lugar algum. só lamento, lamento mais ainda pela empresa ter uma pessoa como ela, fazendo parte de seu quadro de funcionários.

  16. Yuri WIllkens

    29 de outubro de 2014 - 22:56 - 22:56
    Reply

    Com um nome desses eu também ficaria revoltado com a humanidade.

  17. Alberto Cunha

    29 de outubro de 2014 - 20:43 - 20:43
    Reply

    E a moça ainda eh editora do Liberalzinho…
    Pobres das nossas crianças.

  18. Alcione Nascimento

    29 de outubro de 2014 - 20:28 - 20:28
    Reply

    Uma pessoa que não é formada em jornalismo. Prática a profissão no faz de conta de uma coluna falida social, so podia dar nisso. Não merece meu respeito. Preconceituosa.

    • Hiroshi Bogéa

      29 de outubro de 2014 - 20:39 - 20:39
      Reply

      George Hamilton Maranhão Ales, a moça é casada, razão principal de não aprovação do seu comentário. Sds

  19. Anderson Du Valle

    29 de outubro de 2014 - 20:19 - 20:19
    Reply

    já deu esse papo, essa ‘figura ridícula” não deveria se pronunciar desta forma, afinal é uma “jornalista” e como tal uma formadora de opinião. Não devemos alimentar mais ainda essa coisa rancorosa e pós traumática que é o dia seguinte de uma das eleições de nível mais baixo que eu já presenciei. Desde o após o término da votação, não existem mais eleitores de Dilma ou do Aécio, a partir de então somos brasileiros e essas diferenças de opinião devem passar para o campo das ideias ou vamos transformar nosso país numa eterna rinha de disputas, alfinetadas e embates, palavras dura e preconceituosas que não levarão a nada, não podemos torcer para que as coisas deem errado apenas pelo prazer de dizer: “não te avisei”! O povo brasileiro nas urnas disse o seguinte: “Ande na ponta dos pés, esse país tem dono e o dono somos nós, estaremos te dando mais uma oportunidade de nos representar, mas a linha é tênue e a paciência talvez não resista aos seus próximos quatro anos!” Por outro lado: “…seja feliz em suas decisões e não precisaremos nos acotovelar entre denuncias e xingamentos para manter no próximo pleito o que de bom ainda pode vir a ser realizado. Estamos juntos outra vez por um Brasil soberano e justo.” Boa Sorte Presidente Dilma! Abraço!

  20. Diógenes Silva Brandão

    29 de outubro de 2014 - 19:58 - 19:58
    Reply

    Confesso que não tinha visto esses comentários grotescos e que só servem para nos mostrar o quanto os reacionários estão vivos e atuantes.

    Darei ampla divulgação em sua publicação para que esse jovem de mentalidade vil, possa um dia se envergonhar do que disse.

  21. Ana

    29 de outubro de 2014 - 19:31 - 19:31
    Reply

    Deprimente. Tristes e envergonhados estamos nós, jornalistas paraenses.

  22. Flávia soares

    29 de outubro de 2014 - 19:28 - 19:28
    Reply

    E liberdade de expressão ? Não existe somente pobre de dinheiro existe pobre de inteligência faço das palavras delas as minhas

    • Djalma Guerra

      29 de outubro de 2014 - 21:53 - 21:53
      Reply

      Aproveita e pega o mesmo avião e se manda pois o Brasil não está precisando de gentinha que pense assim.

    • Maira

      29 de outubro de 2014 - 23:33 - 23:33
      Reply

      Sra. Flavia Soares, a Sra me deixa sem palavras. Quase perdendo a fe raça humana. Desejo-lhe um belo chibe com charque.

  23. Zé do Norte

    29 de outubro de 2014 - 17:42 - 17:42
    Reply

    Ainda dizem que a vergonha do Pará é o Clube do Remo. Perto de gente que faz isso, o Clube do Remo dá orgulho. Pelo menos o clube sofredor de futebol só faz vergonha no gramado, enquanto tem jornalista que parece se alimentar de capim.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *