Hiroshi Bogéa On line

Círio de Nazaré: nem a Covid-19 sensibiliza a elite da capital paraense

Leio em publicações da capital que  o  arcebispo metropolitano de Belém, dom Alberto Taveira Corrêa, ainda tem dúvidas sobre a realização do Círio em 2020.

Em plena pandemia, o chefe da Igreja Católica  no Pará só decidirá o futuro do evento religioso depois  de consultar a  Diretoria da Festa de Nazaré (DFN), dirigentes e técnicos do Governo do Estado e prefeituras municipais, instituições, entidades e órgãos de saúde e segurança pública.

Ou seja, dentro da igreja a indecisão diante de uma quadro de saúde pública grave para saber se haverá ou não a famosa procissão católica que leva ara as ruas de Belém mais de dois milhões de pessoas.

A indecisão é tanta que há opção do Círio ser adiado para dezembro.

A elite da capital tá se lixando se dois milhões de pessoas reunidas de uma só vez levarão mortes para todo o Estado,  e para o restante do país, considerando o grande número de turistas que se avexam em participar da festa religiosa.

Ó, raça!

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *