Hiroshi Bogéa On line

Chega a 21 casos suspeitos de Sarampo em Marabá

Os casos de sarampo em Marabá chegaram a 21 registros.

Em menos de 10 dias.

Casos suspeitos da doença saltaram de 11 para 21 na cidade, registrados em bairros da zona urbana e na zona rural.

Segundo a Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal, apenas dois casos estão confirmados na cidade: uma criança de um ano e um adulto, ocorrências verificadas na Vila Santa Fé e no Bairro Liberdade.

O diagnóstico do sarampo no município é demorado e depende de envio de amostras dos pacientes para a capital do estado, Belém

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. A transmissão da doença ocorre quando a pessoa doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é através da vacinação.

Os sintomas do sarampo são: febre acompanhada de tosse; irritação nos olhos; nariz escorrendo ou entupido; mal-estar intenso. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.

Não existe tratamento específico para o sarampo. Os medicamentos são utilizados para reduzir o desconforto ocasionado pelos sintomas da doença.

As pessoas já diagnosticadas são orientadas a permanecerem em casa, em repouso. Marabá é o primeiro município da região a confirmar caso da doença.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *