Hiroshi Bogéa On line

Cargos do interior saindo a conta gotas

 

Saiu a nomeação do novo gerente do Detran de Marabá.

Trata-se de Ivan Simões, indicado pelo deputado estadual Sebastião Miranda, que passa a controlar dois cargos importantes do governo do Estado na região.

Além do Detran, o ex-prefeito de Marabá encaixou na Sespa regional seu ex-secretário de Saúde no município, Pedro Correa.

No jogo político, o poder está com quem tem voto.

Sebastião Miranda (PTB)  abocanhou 34 mil votos na eleição para deputado estadual, soma superior a todos os outros candidatos da Marabá votados no município para o mesmo cargo.

Post de 

4 Comentários

  1. Rodigo Flores

    2 de abril de 2011 - 22:56 - 22:56
    Reply

    Há mal cheiro nessas nomeações, principalmente exalado quando se pronuncia o nome de Gilson Dias, enrolado em outras paradas, quando era apadrinhado de Elza Miranda. O homem quase foi preso.

  2. Carlos Saraiva

    1 de abril de 2011 - 18:10 - 18:10
    Reply

    A geografia do poder é mais ampla. Tião se acertou com o deputado João Salame, que indicou o diretor administrativo-financeiro da Sespa (Gilson Dias) e o diretor regional do Detran (Pedro Lima). Salame também já emplacou o diretor da 4a. URE, Pedro Souza, e o diretor do IML (Marcelo Yaghi). Novas nomações estão a caminho para confirmar essa dobradinha que está se afinando para 2012. É esperar pra ver!

  3. Anonimo.

    1 de abril de 2011 - 14:25 - 14:25
    Reply

    Hirosche faço minhas a sua resposta, de quem mostrou que tem VOTO em Maraba.

  4. Geraldo Abicail

    31 de março de 2011 - 18:37 - 18:37
    Reply

    A superintendente regional do Incra em Marabá (SR-27), Rosinete Lima da Silva está desde fevereiro de licença maternidade. Mas será exonerada tão logo apareça na instituição. Seu substituto é Luis Bonetti, porém, segundo fontes internas, quem manda mesmo no pedaço é Luis Carlos Pies, nomeado chefe de gabinete de Bonetti.Pies, vale recordar, é marido da deputada estadual Bernadete ten Caten, já condenada por improbidade administrativa por problemas justamente à frente da SR-27.A situação, hoje, na “administração Carlos Pies” no Incra, ainda segundo fonte interna, vai de mal a pior. A superintendência está sem contrato de combustível e manutenção de viaturas (neste caso, devendo vários meses). Inclusive, tem carro do instituto que deu prego no meio da rua e teve de ser empurrado pelo próprio servidor que o utilizava em serviço.Digitadores contratados por empresa terceirizada estão sendo demitidos por Luis Carlos e substituídos por seus apaniguados.- Luis Pies anda frustrado, dizem as fontes. Queria, juntamente com Bernadete e Zé Geraldo, que o presidente nacional do instituto fosse Cássio Pereira, ex-secretário de governo da Ana Júlia, o que lhes daria cacife político na superintendência regional. Dilma Rousseff preferiu o ex-diretor do Incra Celso Lisboa, do Paraná, nomeado dia 25 de março, e seus sonhos de grandeza foram-se com a enchente.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *