Hiroshi Bogéa On line

Almir sobe de novo no caixote

 

 

O ex-governador Almir Gabriel resiste à idéia de descer do caixote.

A entrevista dele no jornal O Liberal, desse domingo, expôs outra vez o ex-líder tucano com algumas declarações polêmicas, e, contraditórias.

Ao mesmo tempo em que se diz contrário a divisão do Pará, Gabriel divulgou um formato de mapa geográfico retalhando o Estado em três partes, duas sugeridas como Territórios Federais.

Desnecessário especular sobre o teor de sua fala.

O velho político tocou o mesmo disco arranhado de sempre, sentando ripadas em Simão Jatene, ex-amigo – agora desafeto.

De novidade, a revelação que ele faz da suspeita da inclusão do nome do desembargador Milton Nobre, como alguma reserva técnica de Simão Jatene para disputas políticas futuras.

Post de 

2 Comentários

  1. Edson Morais

    30 de agosto de 2011 - 08:14 - 8:14
    Reply

    Para esse vou usar uma frase que usaram no Senador GAGA SUPLYCI,(deu caimbra cerebra), e brincadeira uma pessoa que não foi homen para assumir que mandou desobstruir a curva do “S”, e por isernaso deu legitimidade ao MST (Podem obervar que foi depois disso que o MST ficou forte), e agora vem falar mau do atua governador, e louco esse ou está GAGA.

  2. Almir

    29 de agosto de 2011 - 14:15 - 14:15
    Reply

    Mano, o galego Almir largou o pau no ex-taletoso auxiliar. Duas páginas, espelho de caderno, contado detalhes da política paraense. Teve até queimação de lançamento de candidatura, do desembargador Milton Nobre. Pena que o repórter “comeu bronha” e não deu seguimento na dica do Almir. Alí escondia outros recados e fofocas para explorar. Pena.. Mágoa pura. Ódio puro, que nem orquídeas arrefecem. O repórter falou de quase tudo. Podia ter tocado no Massacre da Curva do S, só pra Almir perder o controle da entrevista. Ele odeia o assunto. Mas não, passou ao largo. Outra dica de Almir, posando de camiseta regata, pra mostrar que está com tudo em cima.Que está de mulher nova, e tal.. Ele mesmo tocou no assunto, será que ele queria que o repórter fosse em frente? Já dizia Luis Gonzaga, “pra cavalo velho nada como capim novo”.
    Esse Almir!!!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *