Hiroshi Bogéa On line

A tara de quem diz pregar o Evangelho

 

 

Padre tarado

Desde quando estourou o escândalo, está todo mundo careca de saber que  padre Emilson Soares Corrêa, indiciado por estupro de uma menina de sete anos, papava quem entrasse em sua paróquia, lá em Niterói.

O  religioso tarado estuprava meninas que iam rezar, de 7 a 17 anos.

Não levando em consideração a natureza pedófila do pároco, já que esse tema está a cargo da polícia, não dá para engolir também que todas as meninas teriam sido forçadas a ficar com o taradão.

Observem o tamanho dessa moçoila da foto, menina de 15 anos que se diz também vítima de Edmilson, saindo da delegacia onde foi depor.

Ela tem tamanho suficiente para administrar ou  não suas idas à  Igreja Nossa Senhora do Amparo – transformada em cabaré pelo religioso  –  durante mais de ano?

Esse é o tempo que a moça diz ter se relacionado com o padre.

Período suficiente para a mesma recusar suas idas à igreja, não necessariamente para “rezar”.

O certo mesmo, todavia, é que está cada dia mais arriscado entrar numa igreja católica. Ou  evangélica.

Padres e pastores  tarados estão à espreita.

Post de 

15 Comentários

  1. André Figueiredo

    14 de abril de 2013 - 22:10 - 22:10
    Reply

    É uma burrice generalizar dessa forma, como também seria uma birrice dizer que todo blog é uma mentira. As vezes o Hiiroshi parece ser um cara inteligente, mas as vezes faz comentários tão sem noção como é o caso dos das igrejas. Seja mais sabio em suas colocações meu amigo.

  2. Jorge Antony F. Siqueira

    2 de março de 2013 - 15:43 - 15:43
    Reply

    Sr. Lucileno, blá, blá, blá…. A função, hoje, do teleevangelismo(tv`s das igrejas) são meios usados para tentar legitimar a “mercantilização(negocio) da fé e dos serviços religiosos” . As ditas “igrejas”, são autênticas “holdings” empresariais(empresario busca o quê ? Lucro.) com perfil religioso. Hoje, não há melhor nem mais lucrativo negocio. Não por acaso se vê, Pastores/Bispos/Bispas e mais o que quiserem, com carrões e mansões de mais de RS 100 mil reais, sendo que a grande maioria não trabalha – não precisam – os fiéis “doam” somas em dinheiro. Para citar sòmente alguns, Edir Macedo e Waldemiro Santiago. As igrejas deles tiveram suas finalidades desvirtuadas. As demais são exceção ? Acredite quem quiser… Te dizer… 02.03.13, Mba.-PA.

  3. Lucileno Cardoso Cavalcante

    1 de março de 2013 - 12:03 - 12:03
    Reply

    Sr. Teologo, bom dia.

    Realmente nós como pais devemos ter toda prudência e cuidado com os locais onde nossos filhos frequentam, igreja, clube, escola, etc…, pois as pessoas que cometem tais atos como esse religioso, geralmente são pessoas de confiança da família. Daí a necessidade de termos todo o cuidado ao escolhermos a escola onde nossos filhos vão estudar, a igreja onde vão congregar, enfim, hoje em temos de ter esta preocupação sim.

    Por esta razão, deve-se ter o cuidado de observar bem a conduta dos obreiros, das atividades da igreja, analisar o histórico da denominação que você vai congregar.

    Portanto, teólogo, você tem toda razão em ter esta preocupação, porem tanto nossos filhos, quanto nós mesmos temos a necessidade de buscar ao Senhor, e escolher uma igreja séria para adorar a Deus, em comunidade.

    Que Deus possa iluminar sua vida para continuar conduzindo seus filhos com sabedoria, de acordo com a vontade de Deus.

    Que a graça e a paz do Senhor seja sobre sua vida e família.

  4. Lucileno Cardoso Cavalcante

    1 de março de 2013 - 10:23 - 10:23
    Reply

    Prezado Jorge Antony F. Siqueira, infelizmente com suas observações o sr. só confirma o que tenho dito, por causa do preconceito que se tem a respeito dos pastores e do povo evangélico, pois com total ignorância sobre o funcionamento interno de nossa igreja o sr. afirma ser mentira (Potoca) a transparência na gestão dos recursos e bens da instituição. Se baseando apenas no que vem sendo “divulgado na mídia”, como se os casos que são divulgados representassem “a realidade” do caráter de todos os pastores evangélicos, isto sim é generalizar maldosamente.

    O sr. fala ainda de “política” e “fiéis” tem sua “cabeça feita” e suas vontades políticas (voto) direcionados para determinado candidato,”.

    Mais uma vez expressa o (pre)conceito que se tem do povo evangélico, ou seja, que são um povo manipulável e sem discernimento político. O problema na verdade é que a manifestação política da igreja incomoda a grupos que outrora detinham o domínio político através da violência e do poder economico. Agora meu amigo, os evangélicos não são mais massa de manobra, estão sim sendo orientados segundo os padrões de nossos valores morais e espirituais.

    No entanto, cada membro de nossas igrejas sabe que o voto é livre, e que deve exercê-lo com responsabilidade e de acordo com sua consciência.

    Com isso, não quero parecer ingenuo, sabemos existem muitos obreiros fraudulentos ou mesmo criminosos que se dizem evangélicos, mas que definitivamente não representam a prática comum no meio dos pastores e do povo evangélico.

    Que o Senhor te abençoe!

  5. Plinio Pinheiro Neto

    1 de março de 2013 - 09:28 - 9:28
    Reply

    Amado amigo Hiroshy Bogea.

    Não é porque um, dois, três, cem pastores agem de maneira errada, que vamos execrar todos os outros, conheço gente que procura viver retamente e procura não decepcionar ao SENHOR, seguindo, fielmente, os Seus preceitos, estatutos e mandamentos.Cada um é responsável pelos seus atos diante de DEUS e no momento oportuno e fatal esta conduta retilinea será cobrada e aí daqueles que não tiverem sido o “sal da terra e a luz do mundo.”No Velho Testamento, no Livro do Profeta Jeremias, 23.1,2 temos: “Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto! Diz o SENHOR. Portanto, assim diz o SENHOR, Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas e as afugentastes e delas não cuidastes; mas eu cuidarei em vos castigar a maldade das vossas ações, diz o SENHOR.” Eis aí o SENHOR falando aos pastores e do que virá sobre eles por suas transgressões.Não cabe a nós julgá-los, pois o compromisso deles não é conosco, mas sim com o SENHOR. No entanto, existem dois julgamentos e duas condenações, sendo necessário que a Justiça humana cumpra o seu papel, punindo, aqui, os praticantes destes atos condenáveis, pois a Justiça de DEUS se fará em um momento e de uma forma em que não haverá mais oportunidade de arrependimento, pois será para toda a eternidade.

  6. Teólogo

    1 de março de 2013 - 08:53 - 8:53
    Reply

    Pastor, como evitar a desconfiança ou o medo, quando se entra num templo em que não sabemos que tipo de sacerdote lá está? Se é pastor de ovelhas ou lobo, isto não está escrito na testa, nem seus superiores se incubem de lá retirá-lo a tempo. Então é para sentir-se ameaçado sim! Tenho filhas meninas e adolescentes, prezado senhor, e com essa realidade que tomamos conhecimento, considero as igrejas locais tão arriscados quanto escolas, cinemas etc. Só vão se acompanhadas comigo ou a mãe, e quando por motivo de cataquese teem ordens de nada de ficar só com quem quer que seja, nem aceitar caronas, presentinhos, bebidas e doces. Essa é a dura realidade vivida hoje pelas igrejas e não adianta tapar o sol com a peneira, pois as vítimas estão aí à luz do dia.

  7. Jorge Antony F. Siqueira

    1 de março de 2013 - 06:47 - 6:47
    Reply

    Sr. Lucileno essa resposta ensaiada ao Luis Sergio é potoca/conversa prá boi dormir. Que o senhor se faça de desentendido é uma coisa, outra bem diferente é o que vemos volta e meia ser divulgado na mídia : Bispos/Pastores etc.. de ” evangélicas ” se dando bem com rápida ascensão finaceira(não estou acusando V.Sa.). “Conselho fiscal/transparencia”, internamente ? Ora, vamos e convenhamos.. Além da manipulação financeira ainda existe a “política”. Ou tambem V.Sa. desconhece ? Os “fiéis” tem sua “cabeça feita” e suas vontades políticas (voto) direcionados para determinado candidato, principalmente se ele(candidato) for evangélico tambem. Que tem a ver a “igreja”(evangélica ou outra qualquer) com política ?. Atitudes essas, tomadas/formalizadas em acordos intra gabinetes e proprias igrejas, às vezes, visando ainda, cargo prá sí ou outros. Tudo, fruto colhido pelo pouco discernimento/esclarecimento que não possui a grande maioria do povo Não falo mal de pastores ou quem quer que seja, é a realidade. “Pior cego é aquele que não quer enxergar”. Passar bem. 01.03.13, Mba.-PA.

  8. Lucileno Cardoso Cavalcante

    1 de março de 2013 - 01:05 - 1:05
    Reply

    Prezado teólogo, “Hiroshi Bogea não cometeu qualquer ofensa”?, quando afirma que aquele que entra em uma igreja está cada dia mais ameaçado, está sim generalizando.

    Concordo com você que as igrejas e demais instituições religiosas devem tomar suas devidas precauções para impedir que tais criminosos venham se infiltrarem em seu meio. E ainda que em casos onde haja suspeita de ocorrência destes crimes seja devidamente apurado e denunciado.

    Em nossa fé cremos que nossa conduta deve ser pautada pela Palavra de Deus (a Bíblia), e na Escritura em nenhum momento Deus encobre os pecados de seus líderes, mas trata com cada um segundo sua reta justiça. Na igreja nos preocupamos em seguir este exemplo, para buscarmos agradar ao Senhor.

    Portanto, nas igrejas (pelo menos onde conheço e frequento) você Teologo e o nobre Hiroshi podem ir sem medo nenhum, pois temos grandes homens e mulheres de Deus a disposição para ajudarem aqueles que precisam.

    Um abraço, fique na Paz do Senhor.

  9. Teólogo

    28 de fevereiro de 2013 - 19:13 - 19:13
    Reply

    Hiroshi Bogea não cometeu qualquer ofensa, pastor Lucileno. A citação não envolveu padres e pastores de forma generalizada, mas apenas aqueles que praticam atos próprios de tarados, visto que o adjetivo usado pelo jornalista assim os qualifica. Ninguém aqui é ingênuo suficiente para negar que tais pessoas existem e praticam seus atos criminosos sob o teto dos templos religiosos, sem que seus superiores suspeitem, vejam e deem providências preventivas, entregando-os às autoridades. Portanto cabe sim as igrejas, antes da polícia, vigiarem, denunciarem e expurgarem de seus quadros essas ervas daninhas. O senhor tem algum testemunho a dar sobre isso?

  10. Lucileno Cardoso Cavalcante

    28 de fevereiro de 2013 - 16:45 - 16:45
    Reply

    Prezado Luis Sergio Anders Cavalcante, não tenho problema nenhum em tratar sobre “doações”, ofertas e dízimos, pois a estes mesmos membros que cooperam financeiramente é lhes dado o direito de acompanhar a aplicação destes recursos pela liderança da igreja, bem como dispomos de conselho fiscal que torna a administração dos bens da igreja bastante transparente. Pelo menos é assim que funciona na igreja em que sirvo como pastor auxiliar, e nas demais instituições sérias que existem em Marabá.

    No entanto, considerando a sua observação com tom pejorativo devo concluir que isso não lhe interessa, pois o que importa é falar mal de pastores.

  11. ze

    28 de fevereiro de 2013 - 14:24 - 14:24
    Reply

    Existe tarado blogueiro. Em agencias de publicidade. Em jornais… nao generaliza hiroshi

  12. Luis Sergio Anders Cavalcante

    28 de fevereiro de 2013 - 14:04 - 14:04
    Reply

    “Meu caro Hiroshi, quero informar ao senhor que nas igrejas evangélicas nossa preocupação é que os fieis alcancem a paz para suas vidas em meio a este mundo de horror que vivemos”. O pastor evangélico esqueceu de citar que os fieis deverão continuar com suas “doações”, principalmente em espécie. Em 28.02.13, Marabá-PA.

  13. Francisco Pereira da Silva

    28 de fevereiro de 2013 - 13:44 - 13:44
    Reply

    Eu concordo com os comentários dos Srs. Aguinair e Lucileno, não podemos generalizar pois eles expõe que existe pessoas boas e más em todos os seguimentos da sociedade.

  14. Lucileno Cardoso Cavalcante

    28 de fevereiro de 2013 - 11:08 - 11:08
    Reply

    Até que gostava de ler seus post’s, porém cada vez mais tenho me decepcionado com suas observações e opiniões preconceituosas. É lógico que existem religiosos criminosos e pedófilos, os quais devem ser expostos e julgados sim.

    No entanto, você foi infeliz ao afirmar:
    “…está cada dia mais arriscado entrar numa igreja católica. Ou evangélica.”
    “Padres e pastores tarados estão à espreita.”

    Eu como pastor evangélico, lamento que você pense desta forma, sem o conhecimento dos serviços que a igreja evangélica presta em prol das famílias, através das família que são restauradas, das pessoas que são libertas das drogas, da criminalidade, ou seja um serviço social incalculável para nossa sociedade.

    E este trabalho é feito por homens e mulheres (pastores e pastoras) sérios, que nada tem haver com atitudes como a desse religioso/criminoso relatado no post. Sabemos que pessoas dessa espécie existem na Igreja Católica, Evangélica, no Espiritismo, Budismo, Hinduísmo, são padres, pastores, jornalistas, advogados, professores, enfim, criminosos como este estão em todas as áreas da sociedade.

    Mas não é porque existem professores que assediam e praticam pedofilia com suas alunas que vamos generalizar.

    Meu caro Hiroshi, quero informar ao senhor que nas Igrejas evangélicas nossa preocupação é que os fiéis alcancem a paz para suas vidas, em meio a este mundo de horror que vivemos.

    Que Deus o abençoe.

  15. AGUINAIR

    28 de fevereiro de 2013 - 10:43 - 10:43
    Reply

    Opa! Hiroshi não generalize, sabemos que existe muitos que agem dessa forma, mas não podemos dizer que “estar arriscado entrar numa igreja”, as igrejas estão cheias de pessoas maravilhosas, pastores, padres…, porém não podemos afirmar com tanta veemência, eu diria que é mais arriscado ir a lugares profanos, pois você vai mais num sabe se volta. Lembro que em todo segmento da sociedade existem pessoas que não prestam, a igreja tem desempenhado seu papel de forma exemplar, embora existam elementos como esse cidadão ai, não podemos confundir, pois o que as igrejas fazem hoje nenhuma outra instituição faz…Tira das drogas, visita familias, aconselha…social…Alias convido você pra estar conosco dia 10/03 na Vila são José pra ver o que a igreja faz…Verás a grande ação social que iremos fazer sem um centavo do estado, ou seja, ai da nação brasileira se não fosse – o povo de Deus- Antes de tecer qualquer comentário tenha muito cuidado…. Um forte abraço, fique na paz!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *