Hiroshi Bogéa On line

24 mil filhotes de tartarugas e tracajás povoam Tocantins

 

 

Repovoar o rio Tocantins com exemplares de quelônios.

Foi com esse objetivo que o Movimento Educacional de Preservação da Amazônia (Mepa), com apoio do projeto Aços Laminados do Pará (Alpa), desenvolvido pela Vale, realizou sábado (15) e domingo ( 16) -,  em duas praias dos municípios de Marabá e Itupiranga – a soltura de 24 mil filhotes de tartarugas e tracajás,  devolvidos ao meio ambiente num verdadeiro gesto de luta pela preservação das espécies e processo educativo.

A soltura é resultado das ações de conservação promovidas pela ONG, que em 2012 já apresenta um balanço surpreendente de  milhares de  filhotes lançados nos mananciais do Estado.

O evento contou com a participação de crianças, estudantes, moradores ribeirinhos, ambientalistas e representantes de entidades populares.

Antes da soltura,   Marcos de Oliveira, biólogo do Mepa, explicou a importância daquelas espécies,e ressaltando  o trajeto que é percorrido para que todos sobrevivam aos ataques de seus predadores.

A soltura dos quelônios, visa, primordialmente, além da preservação de seu  habitat natural, ajudá-los a identificar, no tempo da desova, o local de onde saíram.

Marcos, , é possível estabelecer uma relação harmônica entre a natureza e os interesses do homem. “Não vamos apenas ajudar na manutenção da fauna silvestre e dos recursos naturais, mas garantir para as futuras gerações a possibilidade de uma melhoria na qualidade de vida”, destacou.

Aproximadamente 10 mil filhotes foram soltos na praia do Tucunaré, em Marabá, no sábado (15).

Domingo,  outros 14 mil filhotes voltaram  à natureza na praia do Macaco, em Itupiranga,.

Até o momento da soltura, os filhotes ficaram em ninhos artificiais e no berçário, passando pelo chamado  pelo processo de aclimação, uma espécie de período de quarentena, necessário para que eles tenham condições físicas adequadas às adversidades naturais que passaram enfrentar em seu habitat natural.

As fotos são do craque Jordão Nunes.

Observem a grande estrutura montada,  seguindo cuidados necessários para o sucesso da operação.

Durante os dois dias de soltura, o Barco Motor Plínio deu apoio logístico à operação.

IMG_9308

 

IMG_9293 IMG_9300

 

IMG_9313

 

IMG_9455

 

IMG_9317

 

IMG_9349

 

IMG_9368

 

IMG_9378

 

IMG_9395

 

IMG_9440

Post de 

2 Comentários

  1. Heldenir Almeida

    17 de dezembro de 2012 - 14:30 - 14:30
    Reply

    Eu e família acompanhamos este trabalho há dois anos e nos traz uma enorme satisfação ver pessoas tão empenhadas na preservação da natureza,especialmente em nossa região. Não podemos permitir que nossos netos percam a maravilha que temos hoje por aqui. Também devemos dá aos nossos filhos exemplos de respeito á natureza.
    Parabéns á esta bela iniciativa da MEPA, ao Marcos de Oliveira e Equipe.

  2. Jesiel Nascimento

    17 de dezembro de 2012 - 11:06 - 11:06
    Reply

    Muito lindo!!! A participação das crianças foi lindo demais. Parabéns a todos que participaram desse movimento em respeito a vida e a natureza.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *