Hiroshi Bogéa On line

Jogo duro

Grupo de empresários está decidido a jogar pesado em defesa da candidatura a prefeito de Marabá do atual vice-prefeito (PDT) Ítalo Ipojucan.

Post de 

5 Comentários

  1. Anonymous

    1 de junho de 2007 - 18:19 - 18:19
    Reply

    Esse PT de Maraba só sabe andar para trás. Nunca trará beneficios ao povo. É uma turma que so sabe discutir e ficar devorando os proprios colegas. Não tem ninguem em seus quadros perapardo para gerir um projeto político para Marabá.

  2. Anonymous

    1 de junho de 2007 - 18:11 - 18:11
    Reply

    Cento-esquerda formada pela Bernadete, Luiz Carlos ou Ademir Martins, na certa deve ser essa “centro-esquerda” a qual se refere o senhor Giusti. Pea ficar mais “esquerda” ainda sugiro que se inclua aí a ex-deputada Elza Miranda, cuja presença política na vida da Bernadete nunc sera esquecida depois que ela andou conversando com a Elza para coloca-la como vice da chapa do PT. Essa centro-esqueda está mais para PONTA DIREITA .

  3. João Salame

    1 de junho de 2007 - 12:56 - 12:56
    Reply

    Meu caro Giusti

    Parabéns pelo comentário. Revela com cristalina clareza seu pensamento. De maneira respeitosa. Gostaria apenas de discordar. O Italo possui todos os ingredientes para ser um candidato a prefeito: credibilidade, competência, seriedade e capacidade para angariar os recursos financeiros necessários para a disputa. Vai depender apenas de sua capacidade de aglutinação, o que é mais importante nas eleições em Marabá. Claro que a questão da visibilidade é muito importante, mas é possível construí-la para quem tem o que oferecer à sociedade.
    Quando fui candidato muita gente dizia que era um equívoco. Que deveria tentar primeiro para vereador. A vida foi mais rica que as fórmulas e meu caso não foi o primeiro.
    Se o Italo tem condições de compor uma chapa de centro-esquerda (pelo que entendi, como vice), porque não teria condições de unir esse mesmo leque como candidato a prefeito?
    O mais importante, no entanto, é que pessoas como você e como ele estejam nessa articulação. Unindo as fortças mais progressistas do município, que há tanto estão desunidas. O candidato seria consequência dessa articulação. Com certeza Marabá ganharia.
    Forte abraço

    João Salame

  4. RONALDO GIUSTI

    1 de junho de 2007 - 08:07 - 8:07
    Reply

    Ítalo Ipojucan é um dileto amigo e empresário competente, mas acho uma temeridade lançá-lo candidato a prefeito de Marabá, pois ainda não foi testado nas urnas. Ele tem perfil para compor uma chapa de centro-esquerda na eleição majoritária de 2008.

  5. Anonymous

    1 de junho de 2007 - 03:01 - 3:01
    Reply

    Esse candidato é aquele do discurso massante que só fala no distrito Industrial?? não se elege nem pra sindico de prédio.

Leave a Reply to Anonymous

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *