Hiroshi Bogéa On line

Devo, não nego; pago quando quiser…

 

 

A Vale consegue sempre liminar. E, com isso,  vai escapando de seus aperreios tributários com a Nação.

A mineradora acaba de informar que obteve na Justiça liminar que reverteu os efeitos dos despachos desfavoráveis relacionados à tributação sobre lucros no exterior, objeto de divulgação pública pela Vale em 25 de janeiro de 2012. “Em consequência, diz nota,  tais processos retornarão ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) para julgamento. Não há prazo determinado para o encerramento da discussão na esfera administrativa”.

Post de 

2 Comentários

  1. Alberto Lima

    31 de janeiro de 2012 - 11:16 - 11:16
    Reply

    Essa empresa deveria ser reestatizada.

    Talvez não desse o exorbitante lucro que tem. Mas pelo menos a parte social seria mais bem vista e os tributos seriam recolhidos corretamente, como é na Petrobras e Eletrobras.

    “Brilhante!!! Fernando Henrique!!…Brilhante!!!” (Ironic Mode)

  2. Luis Sergio Anders Cavalcante

    31 de janeiro de 2012 - 09:18 - 9:18
    Reply

    Hiro, essa é uma das facetas negativas da privatização da Vale, que alguns, senão muitos, dos políticos que hoje “batem” na empresa, fizeram parte – aprovando – ou sendo omisso – quando da venda da mesma. Talvez, em permanecendo sob o controle do estado, não tivessemos hoje, hoje, chorando sobre o leite derramado. Em 31.01.12, Marabá-PA.

Leave a Reply to Luis Sergio Anders Cavalcante

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *