Hiroshi Bogéa On line

Assalto à empresa de transporte de valores expõe necessidade de rápida implantação de quartel da PM na Cidade Nova

Ponte sobre o Itacaiúnas bloqueada
Ponte sobre o Itacaiúnas bloqueada

O assalto à Prosegur, na madrugada desta segunda-feira, em Marabá, com explosão da sede da empresa de transporte de valores, e bloqueio da rodovia Transamazônica -, expõe à discussão a necessidade do governo do Estado implantar um quartel da Polícia Militar no Núcleo Cidade Nova.

Com uma população de mais de cem mil habitantes, o Núcleo fica localizado do outro lado do rio Itacaiúnas, sentido Itupiranga.

Todos os quartéis (PM e Exército) foram construídos na Nova Marabá.

A estratégia do bando que assaltou a Prosegur de bloquear as ponte sobre o Itacaiúnas, ateando fogo em dois caminhões que estavam localizados nas duas extremidades da pista,  foi destinada a impedir a mobilização policial.

Em 2008, o blogueiro publicou a descoberta de um plano destinado a explodir a ponte sobre o  Itacaiúnas (àquela época só havia uma ponte), arquitetado por organizações criminosas do Sul do país.

Setores de inteligência da PM descobriram a movimentação dos criminosos em Marabá, sem, no entanto chegar até seus autores – já que os mesmos abortaram o plano, ao saberem que estavam sendo monitorados.

A Cidade Nova é um conglomerado de intensa movimentação comercial, abrigando diversas agências bancárias.

O bloqueio radical da ponte sobre o Itacaiúnas imobiliza completamente as forças de segurança de Marabá, numa ação que necessite deslocar militares sentido Cidade Nova.

O que ocorreu esta madrugada em Marabá, além  da ação criminosa ter colocado a população em estado de choque, reacende o debate: priorizar a construção de um quartel naquele núcleo populacional.

Terror e Medo: assalto cinematográfico

O assalto à  Prosegur foi realizado por cerca de 30 homens, divididos em três grupo.

Um deles cuidou de interditar a ponte.

Ao mesmo tempo, a segunda turma dinamitou a sede da empresa, levando cerca de R$ 50 milhões, segundo informações oficiosas.

Um terceiro grupo cuidou de levar pânico à população, atirando pelas ruas da cidade.

O bando usou dinamites para explodir o local. Depois de quase uma hora de ação, os bandidos fugiram sentido Itupiranga, pegaram uma estrada que liga a Transamazônica ao rio Tocantins, fugindo em seguida de lancha.

Provavelmente, os bandidos desceram da embarcação às margens do  município de Nova Ipixuna, seguindo dali em veículos.

LEIAM AQUI a matéria publicada em 2008, no blog.

Sede dinamitada da Prosegur
Sede dinamitada da Prosegur
Post de 

17 Comentários

  1. EDIVALDO VIANA

    9 de setembro de 2016 - 19:52 - 19:52
    Reply

    Caro HIROSHY ACREDITO QUE UMA DAS SOLUÇÕES SERIA A AMPLIAÇÃO DO QUARTEL DO CORPO DE BOMBEIRO. NO SENTIDO DE RECEBER O GRUPAMENTO TÁTICO QUE FICOU PREJUDICADO COM AQUELE ELEFANTE BRANCO ( CENTRO DE CONVENÇÕES ) QUE SUGOU RECURSOS E ATÉ HOJE PREJUDICA OBRAS COMO A CONCLUSÃO DO ANEXO DO HOSPITAL REGIONAL E DO PRÓPRIO BATALHÃO DO GRUPAMENTO TÁTICO QUE NUNCA TERMINARAM LÁ NO 4 BPM DE MARABÁ, ISSO É FATO!!!!!!

  2. jr

    9 de setembro de 2016 - 17:12 - 17:12
    Reply

    E verdade! E UMA VERGONHA TOTAL.

  3. Djalma Guerra

    8 de setembro de 2016 - 19:46 - 19:46
    Reply

    A operação dos bandidos levou mais de hora e meia ou seja tinham as autoridades tempo suficiente para transpor obstáculos e tentar uma reação. Ficam as seguintes perguntas?

    1) Tinha efetivo no quartel da PM em pleno fim de semana e a noite?
    2) Para que serve a delegacia da Cidade Nova se não funciona fins de semana e a noite?
    3) Não deveria ter um helicóptero reserva?

    A fragilidade da cidade foi colocada a prova demonstrando aos bandidos que aqui é um campo fácil para este tipo de ação.

  4. Osvaldo campos

    8 de setembro de 2016 - 13:29 - 13:29
    Reply

    Hiroshy, recentemente o jornalista Lúcio Flávio pinto, em se blog, disse claramente, que a inteligência da polícia civil, hoje é mera ficção. Seria bom vc reproduzir a matéria em seu blog.

  5. Vasconcelos pantoja

    8 de setembro de 2016 - 13:25 - 13:25
    Reply

    Na verdade, a segurança pública, está completamente sucateada, falta material humano, infra estrutura e principalmente, um setor de tecnologia nteligencia com competência, para impedir que ocorra esse tipo de assalto.

  6. AF

    8 de setembro de 2016 - 02:09 - 2:09
    Reply

    Ricardo: Eu também ia dizer a mesma coisa. Belém se gaba de dizer que tem um helicóptero cedido para patrulhar a região de Marabá. Aonde foi parar a aeronave? E outra, o exército também deveria ter aeronave própria com combustível aqui na região para apoio nesse tipo de ação que envolva busca e rastreamento em área de floresta. Aonde está a aeronave do exército? Não vou nem falar dos bombeiros que também precisam desse tipo de aparelho para incêndios florestais e outras atividades, mas o governo do estado ficou louco!!! Beberam graxa!

  7. Gessando carvalho

    7 de setembro de 2016 - 11:52 - 11:52
    Reply

    Acompanho de perto a gestão da polícia civil, e posso assegurar, que a cúpula da PC, está mais perdida que cachorro em dia de mudança.

  8. Pedro Sérgio

    7 de setembro de 2016 - 00:05 - 0:05
    Reply

    Gente, o assalto, é prova incontestável, que a segurança pública do Jatene, está um caos.

  9. ELIZEU

    6 de setembro de 2016 - 15:27 - 15:27
    Reply

    O CERTO NÃO É FAZER QUARTEL NA CIDADE NOVA! E SIM CONSTRUIR MAIS PONTES ENTRE OS DOIS NUCLEOS,TENHO CERTEZA SE TIVESSE MAIS OPÇÕES DE DESLOCAMENTOS COMO IRIA DIFICULTAR ESSE TIPO DE ASSALTO! È UMA VERGONHA UMA CIDADE DESSE PORTE POSSUIR PRATICAMENTE UMA PASSAGEM PRA IR E VOLTAR DE UM LADO PRA OUTRO! VÃO EM CUIABÁ NO MT QUE VOCÊS VEREM VÁRIAS PONTES PARA ATRAVESSAR PRA VARZEA GRANDE E VICE VERSA! LÁ TEM O RIO CUIABÁ DIVIDINDO AS DUAS CIDADES, MAIS COM VÁRIAS OPÇÕES DE TRAVESSIA! AQUI BASTA UM CARRO BATER NUM CACHORRO QUE TUDO PARA DOS DOIS LADOS! UMA VERGONHA PRA ESSES POLITÍCOS OPORTUNISTAS!

  10. Carlos

    6 de setembro de 2016 - 15:21 - 15:21
    Reply

    Gastar dinheiro construindo um quartel é a sua solução pra ter mais policiais do outro lado da ponte? É sério mesmo???
    Se tá sobrando esse dinheiro pra construir quartel não seria bem melhor usá-lo em qualquer outra coisa, até mesma na construção de outra ponte ligando os nucleos?
    Ter um quartel de cada lado não parece a melhor forma de ter mais policiais onde quer que seja. Além do mais, como já mencionaram cadê o helicoptero que fica passeando todo dia a tarde sem nenhuma necessidade? Acabou o petroleo? pq será né?

  11. Arnilson

    6 de setembro de 2016 - 14:58 - 14:58
    Reply

    Concordo plenamente com a postagem. Não são ações apenas do Governo do Estado, também da Prefeitura. Realmente precisamos de Quartel da Polícia Militar, de Hospitais Públicos e de mais acessos à Velha e Nova Marabá. Do lado de precisamos de saúde pública e ela está do outro lado. Acorda Cidade Nova!

  12. WALDEMAR FARIAS

    6 de setembro de 2016 - 14:34 - 14:34
    Reply

    Caro blogueiro, somente a título de observação de que nao é em sua total verdade a vossa afirmação de que “Todos os quartéis (PM e Exército) foram construídos na Nova Marabá.”. Esquece-se o blogueiro do Quartel do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, na Rodovia Transamazônica.

    Abraço.

    • Hiroshi Bogéa

      8 de setembro de 2016 - 11:28 - 11:28
      Reply

      O Corpo de Bombeiros não é força de combate ao crime.

  13. jr

    6 de setembro de 2016 - 13:55 - 13:55
    Reply

    E muita incompetência desse Governo. O problema e Regiâo
    o metropolitana de Belém. os caras só se preocupa pra lá. leva o dinheiro daqui.

  14. Gerências nogueira

    6 de setembro de 2016 - 13:42 - 13:42
    Reply

    A população de maraba, deveria cobrar do Tião Miranda, a melhoria da segurança pública, já que Tião, apoia o governador Jatene.

  15. Ricardo

    6 de setembro de 2016 - 07:19 - 7:19
    Reply

    Cadê o helicóptero da polícia? Só serve para passeios?

  16. Fábio nogueora

    5 de setembro de 2016 - 21:29 - 21:29
    Reply

    Amigo hiroshy, o atual governador do Pará, Simão Jatene, já está a quase trinta anos no poder, e não conseguiu implantar um quartel da polícia militar, na cidade nova. É muita incompetência.

Leave a Reply to Gessando carvalho

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *