Polícia estaria no encalço de poderoso empresário do Sul do Pará

Publicado em 23 de maio de 2012

 

 

Informações procedentes de Maceió dão conta de que Moisés Carvalho Pereira, um dos mais poderosos empresários do Sul do Pará, com sede de  negócios em Redenção, pode ser preso a qualquer momento, no rastro de demorada investigação realizada pelo Grupo de Combate a Organizações Criminosas – Gecoc – da capital alagoana.

Ele integraria suposta quadrilha formada por 18 pessoas responsável pela aplicação de golpe imobiliário no município de Rio Largo, tendo o prefeito da localidade, Antonio Lins Souza Filho,  um dos idealizadores do ato criminoso que culminou com a desapropriação de imensa área da cidade, logo após a enchente ocorrida em junho de 2010, que transformou Rio Largo em uma das cidades mais devastadas pela catástrofe, agora legalizada para especulação imobiliaria.

Moisés, o prefeito, além de outros empresários e políticos locais integrariam a organização criminosa.

Na quinta-feira (17), uma operação policial conjunta da Força Nacional com a polícia estadual, coordenada pelo Gecoc, do Ministério Público Estadual, e autorizada pelos juízes da 17ª Vara Criminal de Maceió, resultou em 18 mandados de prisão e outros de busca e apreensão.

O caso está se transformando em escândalo nacional.

Moisés Carvalho Pereira estaria sendo procurado pela policia.

Mais informações    AQUI e    AQUI.