Hiroshi Bogéa On line

Volta para presídio mandante do assassinato de Dorothy Stang

Regivaldo Pereira Galvão, também chamado de “Taradão”, recebeu alta na tarde desta segunda-feira (1º), após ficar internado em um hospital desde o dia 12 de junho.

O interno, que está custodiado no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRALT), foi transferido para um hospital particular do município devido a uma ferida infeccionada na região tíbia. A transferência foi necessária porque o interno apresentou febre e avanços no quadro de infecção, e precisa de tratamento intensivo.

Segundo a  Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (SUSIPE), Regivaldo está sem antibióticos há 48 horas e o ferimento está sem sinal inflamatório e em fase de cicatrização. Após a alta hospitalar para cuidados com curativo simples sem medicação paliativo, a unidade foi orientada sobre o curativo diário com colagenase.

Regivaldo foi condenado pelo homicídio da missionária norte-americana Dorothy Stang, que ocorreu no município de Anapu, em 12 de fevereiro de 2005. Ele é acusado de ser o mandante do assassinato da religiosa. Após um novo pedido de prisão ser decretado em abril deste ano, ele está custodiado no CRRALT desde o dia 16 daquele mês.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *