Hiroshi Bogéa On line

Sentado à beira do caminho

 

No domingo, quem transitava de Salinas rumo a Belém, ou pela Pará-Maranhão; ou seguindo para a capital do Estado usando a rodovia Belém-Brasília, sofreu.

Pagou pecados, com juros e correção.

Condutores, o dia todo, empacaram   à altura da BR-316, nas imediações de Santa Maria.

Moradores da zona rural fecharam a rodovia, exigindo melhorias na qualidade de vida de quem reside na localidade Colônia do Prata.

Na pressão, manifestantes exigiam obras de infraestrutura.

Aquela velha história, conhecida por quem reside distante da capital.

De ambos os lados da rodovia, o engarrafamento deve ter passado de 30 km.

A via só foi liberada no início da noite

Post de 

1 Comentário

  1. unicavia

    26 de agosto de 2013 - 14:08 - 14:08
    Reply

    Essa é a unica maneira de se conseguir que os governos constituídos do país,cumpram com seus deveres constitucionais, o país que gasta DOIS milhões para construir um estádio em Manaus (04 jogos da copa e depois ficará às moscas) e não asfalta um palmo de estrada vicinal no Norte. Essa tática usada por índios,por desocupados sem terra,etc dá resultado e deve ser aplaudida.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *