Hiroshi Bogéa On line

Presidente da OAB-Marabá humilha colega em plena sala da entidade

Numa das salas da sede da OAB subseção-Marabá, a advogada Maria do Socorro Milhomem Abbade (foto) utiliza um dos computadores do local, produzindo uma peça jurídica.

De repente, adentra o ambiente o presidente da OAB-Marabá, Haroldo Wilson Gaia Pará, aproximando-se da baia onde se encontra a advogada usando o computador.

– “Como vai o escritório”, perguntou o dirigente da entidade, dirigindo-se à Socorro Abbade, que calmamente deu alguma resposta imaginando a interpelação de Haroldo referir-se ao escritório de advocacia da própria causídica  – conforme relato de um advogado que se encontrava no local e presenciou tudo.

 

– “Não, estou me referindo a este escritório aqui”, teria reagido Gaia, aos gritos, sustentando que Socorro estaria usando a sala como se ali fosse o escritório dela.

Conta testemunha que Haroldo Gaia (foto) não parou por ai.

“Aos gritos, ele continuou humilhando verbalmente a colega ao dizer que iria fixar uma placa determinando o tempo de uso do computador, pela advogada, de “30 minutos”.

A conhecida advogada marabaense teve abrupta reação de quase desfalecimento, chegando aos prantos, conforme narram advogados que se encontravam no local,  e que assistiram ao lamentável episódio.

Levada a uma clínica localizada na VP-8, próximo a sede da OAB,  a pressão arterial medida de  Socorro Abbade teria registrado 17 X 10.

Medicada, a advogada foi em seguida levada à sua residência pelo próprio médico que a atendeu na clínica.

O fato ocorreu na manhã de quinta-feira, 25.

Nesta sexta-feira, 26, Socorro Abbade disse que já interpôs  uma Representação Disciplinar na OAB-Pará, na qual ela narra a contextualização dos fatos e diz ter sido “humilhada” pelo presidente da subseção.

—————-

Atualização às 23:51

Em verdade o fato ocorreu  na sala da OAB disponibilizada no Fórum de Justiça de Marabá.

Autor 

22 Comentários

  1. Anonimo

    27 de Janeiro de 2018 - 23:18
    Reply

    A retórica da mentira sempre muito útil em época eleitoral. Vamos aos fatos. As eleições da OAB ocorrem a cada três anos. Ao final de 2018 teremos o pleito eleitoral. Este mesmo blog publicou no final de dezembro notícia de que os advogados querem Odilon para presidente da OAB Marabá. Assim também o fez em 2015. E provavelmente novas matérias com o mesmo intuito serão divulgadas até o final do ano. Bom. Até mesmo a mentira que se deseja emplacar ou convencer precisa fazer, ao menos, algum sentido. Convido o leitor a voltar ao texto. Leia a narrativa do fato aplicando a entonação descrita. Voltem e tirem suas próprias conclusões. O que não se atentou aqui foi que a retórica da mentira, aquela mesma que tanto julgamos na política brasileira, aqui não tem vez. Não se destrói uma reputação advinda de um trabalho sólido e dedicado para uma classe que não se deixa influenciar por fatos construídos, alterados, mascarados. Felizmente, nós advogados, mesmo aqueles mais distantes dos meandros da política na OAB, temos discernimento e apreensão absoluta de quem é quem neste teatro. No mais, cada um utiliza as armas que possui. Para cada atentado como esse existe inúmeras ações de trabalho e dedicação. E esta verdade é imaculada.

  2. Maria

    27 de Janeiro de 2018 - 19:28
    Reply

    Pensei que advogados tivessem mais oq fazer…já não basta a manipulação da grande mídia sob os eleitores, agora vem essa classe meter-se e dividir-se dessa maneira por causa de “politicagem”…
    A matéria, embora muito bem escrita, é cheia de falhas e mostra uma situação unilateralmente descrita!!!!

  3. Ja??

    27 de Janeiro de 2018 - 15:09
    Reply

    Mimimi antecipado!

  4. Cidadão Marabaense

    27 de Janeiro de 2018 - 14:18
    Reply

    Certamente se o Presidente estivesse incomodado pelo uso do computador na sala da OAB ele como conhecedor das Leis deveria usar os meios corretos para restringir o acesso, se é que seja recomendável. Mas em verdade não deveria gritar com uma advogada que milita há muitos anos nem tampouco fazer isso na presença de outros. A matéria é verídica e já chegou até mesmo às autoridades competentes o caso. Até testemunhas oculares existem do fato lamentável e truculento.. parabéns pela notícia Hiroshi. Continue assim, mantendo suas metas de não ficar acobertando canalhices de ninguém. Parabéns! Ditadura não pode se instalar na Ordem.

    • Advogada

      27 de Janeiro de 2018 - 18:37
      Reply

      Autoridades competentes ???kkkkk
      Bonito vai ser á ação regressiva q ela vai tomar de volta .

  5. Advogada

    27 de Janeiro de 2018 - 9:23
    Reply

    O haroldo é ótima pessoa , advogado e principalmente presidente da Oab, ao contrário dessa senhora sem escritório, que deveria usar seu vasto tempo livre para trabalhar e não ficar se fazendo de vítima ! Todos já conhecem o seu jogo baixo! E por favor, publicar uma notícia dessa?! É muita falta de assunto !

  6. Advogada

    27 de Janeiro de 2018 - 9:16
    Reply

    Trabalhar ela não trabalha mesmo, não foi dita nenhuma mentira ! Aliás os próprios colegas dela desse triste grupinho de colégio liga da justiça/desocupados já se queixaram dela usando a sala para assuntos pessoais, nao sei qual é o espanto !

  7. Advogada de Marabá

    27 de Janeiro de 2018 - 1:22
    Reply

    De fato, não é a primeira vez que visualizamos tais situações arbitrárias em Marabá…
    Não pode um presidente atacar uma advogada, no uso de sua instituicao. A oab é dos advogados, assim como suas salas e extensões, nao é particular. Isso se faz, no mínimo, cruel.
    Meu total apoio a Dra. Socorro!!!

  8. Aliomar

    27 de Janeiro de 2018 - 1:19
    Reply

    O presidente ao inves de se preocupar com uma advogada que estava trabalhando na sala da oab, deveria prestar conta da imensa arrecadação com as copiadoras, pois não paga aluguel, os funcionários são da OAB, e como não existe prestação de contas, eu questiono: e os tributos decorrentes dessa renda, estao sendo recolhidos?

  9. Joana

    27 de Janeiro de 2018 - 1:10
    Reply

    Machista, machista, sempre de tamanha estupidez com nos mulheres, quer seja em audiência ou fora dela, basta discordar dele, a sua arma é o grito, mas dessa vez não passará, ele será censurado, vai aprender a respeitar as mulheres, quem estava no forum sabe o que aconteceu. queremos que essa conduta não fique impune!!! A advogada tem escritorio para trabalhar, e foi severamente humilhada….qual motivo dele não questionar uma advogada que lhe puxa o saco, e deixa a secretaria o dia todo usando computador da oab????????

  10. Advogado Marabaense

    27 de Janeiro de 2018 - 1:03
    Reply

    Ô, Anônimo, acho que cê tá confundindo a advocacia de Marabá…

    Como assim “candidato Gaia”? Força do hábito, ou um ato falho freudiano?

    Como assim “vai votar em quem o Gaia mandar”? Voto de cabresto ficou pra trás há muito tempo, eu pensava.

    No mais, quem é de verdade sabe quem é de mentira.

  11. Lindenberg

    27 de Janeiro de 2018 - 1:02
    Reply

    Prezado Hiroshi, é atitude contumaz do atual presidente agir de forma agressiva, não foi a primeira, nem segunda…esse discurso arranhado de trama de oposição, tenta de forma desesperada encobrir a atitude machista e arrogante, de cercear o trabalho da advogada. Ele será punido a luz do Código de Ética, esse tipo de assédio moral deve ser expurgado da advocacia. Esses arroubos do Gaia são conhecidos, inclusive recentemente agrediu verbalmente o presidente estadual. Essa misogenia dele já fez muitas mulheres chorarem. Várias pessoas presenciarem e possivelmente (quem sabe…quem sabe…) gravaram…de toda sorte ele tera o direito de se defender, quer seja em matéria criminal, quer seja no campo disciplinar

  12. Sobral Pinto

    27 de Janeiro de 2018 - 0:57
    Reply

    Boa noite, blogueiro Hiroshi.

    Tomei conhecimento acerca dos fatos aqui narrados através desta notícia, e busquei me informar com alguns colegas do acontecido.

    O que surpreende, dessa vez, é que aquele que deveria ser o maior defensor das garantias profissionais se coloca na posição de impedir o livre acesso de colegas advogados à estrutura da ordem.

    Pelo que apurei já houve movimentação no sentido de acionar os meios legais, seja dentro da Oab, através de representação, quanto na esfera criminal, através de registro de BO em delegacia.

    Quanto ao atual presidente da Oab Marabá, não é a primeira, e, com certeza, não será a sua última demonstração de destempero e falta de tato.

    Aos que se colocam contra a existência dos fatos como se deram, resta a dualidade fartamente utilizada pelo rebanho do Gaia: ou são burros (sabemos que não são), ou é simplesmente um questão de mau-caratismo.

    Boa noite

  13. Advogado

    26 de Janeiro de 2018 - 23:18
    Reply

    Lamentavelmente, está na cara que a matéria foi encomendada, pois falta com a verdade em praticamente todo seu conteúdo, buscando fomentar o sensacionalismo tendencioso ao invés de informar. Por sorte, aqueles que presenciaram o ocorrido sabem que o destempero partiu justamente daquela que se diz vítima e que tal encenação possui o mero carater político de tentar macular a imagem do Presidente Gaia. Por sorte também, a grande maioria da classe advocatícia marabaense é apoiadora da atual gestão, e são conhecedores das investidas baixas e sem caráter da sua oposição.

    • Advogada

      27 de Janeiro de 2018 - 9:39
      Reply

      Concordo totalmente! Todos sabem que a advogada usa a sala da OAB no fórum como seu escritório particular, inclusive fala para seus clientes leigos que trabalha lá e é amiga de todos os juízes para enganar os pobres coitados a acreditarem que tem influência e ela pode “ganhar o processo”.
      Sem falar na utilização da sala para ficar incomodando os colegas com as suas brincadeiras sem graça e sia bajulação barata com alguns.

  14. Zé Souza

    26 de Janeiro de 2018 - 22:46
    Reply

    Kkkkkkkkk… brincadeira essa notícia, né?! Melhore!
    Tá na cara que querem criar um fato a qualquer custo, o problema dessa galerinha que faz oposição ao Dr. Haroldo é que são tão incapazes de conquistar a advocacia marabaense, que estão fazendo de tudo pra tentar denegrir a imagem do presidente, mas só conseguem dar tiro no pé, não aprenderam nada com a derrota passada.
    Só pra ressaltar, é de conhecimento da grande maioria dos advogados que essa “senhora” usa da sala da oab marabá como escritório mesmo! Todos falam, pelas costas, e se ele falou isso pra ela mesmo, não falou mentira nenhuma.

    • Advogada

      27 de Janeiro de 2018 - 9:46
      Reply

      Kkkkkkk essa foi a mesma reação que tive ao ler essa falsa notícia kkkkk pelo amor de Deus não sejam ridículos!
      Tudo não passa de uma pífia antecipação de campanha para denegrir a imagem do atual presidente da OAB para tentarem conseguir se elegerem porque contra o trabalho que ele desenvolve não podem contra argumentar!

  15. Hiroshi Bogea

    26 de Janeiro de 2018 - 21:55
    Reply

    Anônimo 21:54:
    Amanhã lhe darei a devida resposta. Boa noite

  16. anonimo

    26 de Janeiro de 2018 - 21:54
    Reply

    Essa notícia não tem fundamento, é uma invenção desse blog que não tem notiicia para divulgar. Ninguém na OAB tomou conhecimento desse “fato”, e é muito fácil alguém chegar e dizer que o Dr. Gaia tratou mal uma pessoa, agora tem que provar. Com certeza esse blogueiro não tem nenhuma prova do que publicou e isso cabe um processo. Outra coisa essa advogada faz parte do esquema político da oposição que já começou a fazer campanha eleitoral para derrotar o candidato do Gaia, só que não vão conseguir porque a maioria dos advogados seguem a orientação dele e votará no candidato que ele indicar. Esse negoicio também de que a advogada passou mal e foi levada a uma clinica deve ser outra invenção do blog, porque não disse o nome da clinica e o medico que mediu a pressão dela? Deve estar tb a serviço da campanha eleitoral da oposição.

    • Advogada

      27 de Janeiro de 2018 - 9:41
      Reply

      Faço minhas as suas palavras!! Perfeito colega!

    • Advogada Marcia

      27 de Janeiro de 2018 - 14:39
      Reply

      Estavam presentes na sala da OAB no Fórum da Justiça Comum 8 advogados, inclusive o irmão do presidente Dr. Ismael Gaia e uma funcionária da OAB, sendo que todos testemunharam o episódio lamentável. Além disso, o laudo médico, e demais documentos estarão à disposição do representado para manifestação, uma vez que foram devidamente juntados. A Dra. Socorro, vítima, também é advogada e ao contrário do nosso Presidente Haroldo Gaia, respeita os princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa. O que esse senhor fez foi repugnante, desnecessário e deve sim, ser penalizado por sua conduta.

      • Advogada

        27 de Janeiro de 2018 - 18:34
        Reply

        Imagina as testemunha ….da mesma corja!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *